25/03/2019 as 05:47

Tensão entre poderes deixa Brasilia em estado de alerta

O lider do governo no Congresso Nacional Major Vítor Higo (PSL), disse ontem através de mensagens de Whatsapp, que Bolsonaro não negociará e fez criticas à velha política, acirrando a tensão entre poderes.

Política Online

Política
Por Ewerton Júnior
<?php echo $paginatitulo ?>

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), passou a idéia de que o pacote anticrime do ministro da Justiça, Sérgio Moro, está fora da agenda e não deve entrar em discussão na Câmara. Em meio a conflitos com o presidente Jair Bolsonaro,  Maia afirmou: "A minha agenda é a reforma da Previdência", disse após almoço com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).O pacote anticrime foi enviado por Moro para ser apreciado pelos deputados federais em fevereiro, antes do projeto de reforma da Previdência. No entanto, Maia não trata o tema com prioridade. "Depois da Previdência, a nossa agenda é a reforma tributária e a repactuação do Estado brasileiro. É isso que queremos fazer. De que forma o governo vai ou não participar não é um problema meu, é um problema do Executivo", declarou o presidente da Câmara. "Esse é o grande objetivo de todos no Brasil, organizar as contas do Estado brasileiro." o líder do governo na Casa, major Vitor Hugo (PSL-GO), afirmou a deputados de seu partido neste domingo (24) que o presidente Jair Bolsonaro está convicto de suas atitudes.

O lider do governo no Congresso Nacional Major Vítor Higo (PSL), disse ontem através de mensagens de Whatsapp, que Bolsonaro não negociará e fez criticas à velha política, acirrando a tensão entre poderes. As postagens no grupo da sigla ocorreram logo depois de um encontro dele com o presidente, no Palácio da Alvorada. "Nosso presidente está certo e também convicto de suas atitudes. Estive com ele hoje pela manhã. As práticas do passado não nos levaram ao caminho em que queremos estar. Todos nós, em particular do PSL, somos agentes para ajudar a mudar a situação em que nos encontramos", escreveu o líder no grupo de deputados. "Todos que nos elegemos nessa legislatura (passamos, pois, pelo crivo das urnas e da população que não aguenta mais...), eleitos e reeleitos, temos a possibilidade de escolher de que lado estar... somos todos a nova política. Não dá mais...", completou. Duas postagens em seguida fazem referência a supostas negociações de cargos nos governos Michel Temer (MDB) e Dilma Rousseff (PT) em troca do apoio do Congresso. A primeira mensagem resgata reportagem do jornal O Globo de novembro de 2017, cujo título é "Para aprovar mudanças na Previdência, Temer autoriza Maia a negociar cargos". A segunda é uma charge que ironiza o diálogo do governo Dilma com o Congresso. Na imagem, a ex-presidente leva ao Congresso um pacote de cargos para garantir as conversas.

Parte da troca de mensagens já chegou ao presidente da Câmara e está circulando entre os principais líderes partidários. Elas foram recebidas como "agressões" do líder do governo à política. A avaliação é de que Bolsonaro não está disposto a mudar sua relação com deputados em senadores, embora Vitor Hugo tenha saído do encontro com o presidente falando em aproximação do governo com o Congresso. "A semana passada foi uma semana muito tensa e agora a gente vai caminhar para uma aproximação", disse. A expressão "velha política" não foi utilizada. "Eu não fiz crítica alguma ao Rodrigo. O que eu fiz foi o seguinte: eu reforcei a posição do presidente da República, a disposição dele de trabalhar de uma maneira diferente", disse. "Eu fui na casa dele também para ajudar a traçar estratégia para apaziguar, eu venho tentando aproximar os poderes, desde que assumi, na verdade. Mas eu concordo com o presidente quando ele mantém essa determinação de seguir o que ele falou no discurso de campanha", completou.

Com informações da Folha 

GASOLINA

O preço médio do litro da gasolina comercializada em postos de combustível de todo o país fechou esta semana a R$ 4,319. Essa foi a quarta alta semanal do produto, que acumula um aumento de preço de 3,5% em um mês, já que, na semana de 17 a 23 de fevereiro, o litro era vendido a R$ 4,172. Os dados são do levantamento semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O óleo diesel, comercializado em média a R$ 3,54 por litro, registrou nesta semana sua quinta alta consecutiva e acumulou, no período, aumento de preços de 2,8%.

PREVIDÊNCIA

O deputado federal Laercio Oliveira (PP/SE), disse ser favorável a reforma da previdência, porque atualmente o custo da Previdência é quatro vezes maior do que investimentos em saúde e educação. “É o maior gasto do Brasil e se não houver reforma, a situação vai se agravar ano após ano chegando a ficar inviável. E para crescer, o país precisa fazer mais investimentos especialmente em infra-estrutura e educação”. Segundo o deputado, “para conseguir fazer todos esses investimentos, o estado precisa organizar as contas. O crescimento dos gastos do Brasil foi descontrolado e por isso aprovamos na Câmara dos Deputados o teto dos gastos, considerado pelo governo um passo importante para a continuidade das mudanças. O teto está aí, mas como afirmou o ministro da Economia Paulo Guedes, um teto sem paredes de sustentação cai”. Ainda segundo o deputado estas paredes “são as reformas”.

PDT

O diretório Municipal do PDT de Estância, se reuniu com o Diretório do PSOL e o pré-candidato a prefeito, professor Márcio Souza. A reunião foi bastante produtiva, na qual Márcio fez um balanço da conjuntura política local e ainda uma análise sobre o respaldo que tem tido seu nome no momento. O radialista Magno de Jesus, presidente do PDT, destacou sobre a importância do partido na cidade e lembrou sobre a falta de respeito e consideração que o atual prefeito não teve com este partido. Magno disse que o PDT voltará a receber convites como estes, para falar sobre a atual política estanciana.

DESO

Mesmo com a barragem do Jabeberi na cidade de Tobias Barreto, distante 132 Km de Aracaju, faltando pouco para transbordar e com a adutora dos poços no município de Itapicuru em atividade, o governo de Sergipe continua gastando dinheiro com caminhões pipas, para abastecer as caixas da Deso na cidade de Tobias Barreto. Não seria um gasto desnecessário? Vale salientar que com as chuvas que caíram nos últimos dias na região, mudou completamente o cenário de seca.

TROCA TROCA

Após exonerar Rosane Cunha da secretaria municipal da Assistência Social, o prefeito Edvaldo Nogueira exonerou mais uma pessoa ligada à vice-governadora Eliane Aquino. Ricardo Mascarello era Secretario Municipal da Indústria, Comércio e Turismo. O novo secretário é o empresário Marlysson Magalhães, uma indicação do deputado federal lagartense Gustinho Ribeiro, do Solidariedade. Ao trocar Eliane Aquino por Gustinho Ribeiro, Edvaldo acena que não quer ver sombra petista ao seu projeto de poder para chegar ao governo do estado em 2022. VQP ( vale quanto pesa)?

INFLUÊNCIA

O deputado federal Gustinho Ribeiro parece mesmo estar com moral em duas esferas a municipal e a federal, Gustinho tem emplacado seus pupilos na administração do prefeito Edvaldo Nogueira e deve assinar ainda este mês a ficha de filiação do PSL, partido do presidente da República e fazer algumas indicações de cargos federais em Sergipe. Gustinho ainda não conseguiu uma ponte para conversar com o governador Belivaldo Chagas (PSD), mas se conseguir, senta, conversa e indica.

 




Tópicos Recentes