BRASIL

22/05/2018 as 14:15

Mãe de jovem morta por celular diz que assaltante conhecia a filha

Três homens envolvidos no crime, cometido na Ilha do Governador, no Rio, estão presos

Foto: (© Reprodução).<?php echo $paginatitulo ?>

A morte da adolescente Soraia Lemos, 17 anos, assassinada na última semana, na Ilha do Governador (RJ), durante um assalto, ganhou mais um capítulo nesta terça-feira (22). A mãe dela, a manicure Cristiane Barbosa Macedo, 38, disse que a mãe de um dos suspeitos pediu perdão pelo que o filho fez e disse que pede todos os dias que Deus conforte o coração dela. Três suspeitos de envolvimento no crime estão presos.

"Fui à delegacia para ver de perto um dos envolvidos na morte da minha filha. Mas acabei conversando com a mãe do que teria apertado o gatilho da arma. É uma senhora religiosa. Ela me pediu perdão e disse que todos os dias pede a Deus que me conforte", contou Cristiane, em entrevista ao Extra.

Ela ainda relatou que viu o rapaz que dirigia a moto no dia do crime, no entanto, não percebeu nenhu, sinal de arrependimento. "Estava com aquela cara para cima, de maneira arrogante. Então não quis conversa com a mãe dele, que me parece conivente com as atitudes do filho", disse a mãe da vítima, acrescentando que a moto que os criminosos usaram está no nome da mulher.

A namorada de Soraia, Nicolli Cepes da Silva, 21, que presenciou a morte da companheira, foi à delegacia fazer reconhecimento dos suspeitos. "Ela não quis fazer o reconhecimento oficial na delegacia da Ilha. Tinha muita gente. Mas garantiu que foi o gordinho que pilotava a moto. Eles (Soraia e o preso) já se conheciam do Guarabu, na Ilha do Governador, onde nasceram e foram criados. Ela acha que foi por isso que ele mandou matar minha filha", afirmou.


O Portal Alô News está querendo a sua opinião. Responda nossa pesquisa, clicando aqui e nos ajude a fazer um portal cada vez melhor pra você.

 

 

 

 

 

Com informações de Notícias ao Minuto.




Tópicos Recentes