BRASIL

30/05/2018 as 17:01

Suspeito de envolvimento na morte de Marielle é preso no Rio

Thiago Bruni Mendonça, conhecido como Thiago Macaco, 33 anos, foi preso, nessa terça-feira (29), por policiais da Delegacia de Homicídios da Capital

Foto: (© Renan Olaz/CMRJ).<?php echo $paginatitulo ?>

Um dos suspeitos de envolvolvimento na morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, Thiago Bruni Mendonça, conhecido como Thiago Macaco, 33 anos, foi preso, nessa terça-feira (29), por policiais da Delegacia de Homicídios da Capital. Ele é acusado de executar a tiros o colaborador do vereador Marcello Siciliano (PHS), Carlos Alexandre Pereira Maria, o Cabeça, assassinado no dia 8 de abril, na Zona Oeste do Rio.

De acordo com informações do O Globo, Thiago Macaco, citado por uma testemunha-chave do caso Marielle, foi detido dentro do Shopping Nova América, em Del Castilho, Zona Norte da capital fluminense, graças ao mandado de prisão expedido pela 2ª Vara Criminal. Um ex-miliciano revelou que Thiago seria ligado a Orlando de Curicica, chefe da milícia da Boiúna, que está preso.

A motivação do crime que vitimou a parlamentar é que ela estaria atrapalhando os negócios do grupo paramilitar na Zona Oeste. Confrontado sobre o assunto, Siciliano nega as acusações sobre interesse nesses negócios. A testemunha também contou à polícia que Thiago Macaco clonou a placa do Colbat prata, utilizado pelos criminosos para matar Marielle e Anderson, no dia 14 de março, no centro do Rio.

Pelo mesmo delito, já havia sido preso Rondinele de Jesus da Silva, o Roni, no último dia 19. Agora, a corporação está à procura de Ruy Ribeiro Bastos, 38 anos, que seria um dos executores do duplo homicídio. A polícia não descarta a possibilidade de haver um quarto autor como mandante do crime.


O Portal Alô News está querendo a sua opinião. Responda nossa pesquisa, clicando aqui e nos ajude a fazer um portal cada vez melhor pra você.

 

 

 

 

Com informações de Agência Brasil.




Tópicos Recentes