POLÍTICA

15/08/2018 as 10:10

Aliados de Amorim em 2014 estão fechados com Belivaldo em 2018!

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

A política é, de fato, muito dinâmica. É comum acompanharmos as diversas “mutações” do cenário, onde quem um dia já esteve à frente do Poder e hoje muitas vezes acabam esquecidos, deslocados e fora do foco. Muitas vezes a política é ingrata, canalha e vil. Para alguns, ela serve de instrumento de transformação social; para outros, uma verdadeira “fonte de renda”, uma oportunidade de projeção familiar. Há quem enxergue a política apenas como um meio de ter prestígio social. Por sua vez, há quem a encare como um meio de sobrevivência.

 

É comum o eleitor acompanhar em um determinado pleito dois ou três políticos se “engalfinharem” nos debates e palanques de uma campanha eleitoral e, dois ou quatro anos depois, ocuparem o mesmo espaço, compondo o mesmo agrupamento político, geralmente abraçados, supostamente passando uma “borracha” em tudo o que passou porque naquele momento trata-se de “uma nova eleição”. A justificativa é quase sempre a mesma: “éramos adversários; jamais fomos inimigos”. E assim algumas alianças são impostas ao eleitor de uma forma geral.

 

O cenário político em Sergipe para 2018 apresenta algumas distorções em relação ao pleito de 2014, quando também estavam em jogo o governo do Estado, o Senado Federal, além das cadeiras na Câmara dos Deputados e na Assembleia Legislativa. Hoje temos lançadas entre as pré-candidaturas ao governo, Valadares Filho (PSB), Eduardo Amorim (PSDB) e Belivaldo Chagas (PSD). Enquanto o tucano mais uma vez tenta chegar ao Palácio dos Despachos, o jovem socialista desta vez está em um palanque diferente do “galeguinho”, que por décadas foi militante do PSB.  

 

Ainda sobre as “transformações” do mundo político sergipano, um aspecto chamou a atenção deste colunista: muitas lideranças políticas que estavam na linha de frente da campanha da oposição em 2014, quando defendiam o nome de Eduardo Amorim como a “solução” para os problemas do Estado, hoje trilham o caminho oposto, dando suporte à pré-candidatura governista. O deputado federal Laércio Oliveira (PP), a deputada Goretti Reis (PSD) e o suplente de senador Laurinho da Bonfim, por exemplo, trocaram de legenda e, desta vez, estarão no palanque de Belivaldo.

 

O governo também buscou alianças com antigos adversários em alguns municípios sergipanos: em Nossa Senhora do Socorro, o ex-prefeito Zé Franco, que disputou a eleição em 2016 contra o Padre Inaldo (PCdoB), agora está com o “galeguinho”; o mesmo ocorreu com o ex-prefeito Serginho (PSD) de Nossa Senhora da Glória; em São Cristóvão o reforço é o ex-prefeito Armando Batalha; em Canindé do São Francisco é o suplente de senador Kaká Andrade; e em Rosário do Catete o ex-prefeito Laércio Passos.

 

Em síntese, muitos aliados do senador Eduardo Amorim em 2014, estranhamente não só estarão em seu palanque este ano, como migraram para o palanque governista. É bem verdade que alguns antigos aliados do governador Belivaldo Chagas fizeram o caminho oposto e seguiram para a oposição. Caberá exclusivamente ao eleitor fazer a devida análise de valores e escolher a melhor opção que lhe convier para chefiar o Executivo a partir de 2019. Mas que tome de exemplo, a própria política antes de propagar suas “paixões”. Em 2022, o “adversário de hoje” poder o ser o “amigo de amanhã”...

 

Veja essa!

O ex-prefeito de Socorro, Zé Franco, em conversa amistosa com este colunista se mostrou animado com o processo eleitoral que se inicia, reafirmou seu compromisso com Belivaldo Chagas e com André Moura (PSC), sua primeira opção para o Senado.

 

E essa!

Há uma grande expectativa no mundo político para a pesquisa de intenção de votos que deve ser divulgada ainda esta semana pela TV Sergipe. Há quem diga que, a depender do resultado, uma determinada pré-candidatura sofrerá certo “esvaziamento” já no começo da campanha. Vamos aguardar...

 

Na berlinda

Há também muita expectativa para o julgamento do pré-candidato a Senador, Rogério Carvalho (PT), no Superior Tribunal de Justiça, nessa quinta-feira (16). O relator já votou contrário. Se o resultado for negativo, o petista está fora do pleito e o governo terá que buscar outro candidato ao Senado. Há quem defenda a troca por Eliane Aquino (PT)...

 

Bomba!

A Fundação Hospitalar de Saúde realizou um processo seletivo em 2015, com contrato de um ano, podendo ser renovado pelo mesmo período. Por falta de dinheiro para pagar as rescisões, a FHS transformou o contrato de “prazo determinado” para “prazo indeterminado”, empurrando esse pagamento para mais adiante...

 

Alô MPE!

Como perguntar não ofende nunca, e quando o governo agora tenta apresentar uma solução para os empregos da FHS, como se resolver mais esse imbróglio jurídico antes de março de 2019, prazo para a Fundação deixar de existir? O “dorminhoco” MPE deu aval para o processo seletivo de 2015. Será que está acompanhando este impasse?

 

Sindimed x Edvaldo I

Após os inúmeros problemas da gestão de João Alves Filho (DEM), há de se reconhecer que em quatro anos os médicos da PMA tiveram reajuste salarial e o diálogo sempre foi aberto e amplo, mesmo durante os movimentos grevistas. Com Edvaldo a categoria teve que acionar a Justiça para poder negociar. É mole?

 

Sindimed x Edvaldo II

São quase 30 dias da greve dos médicos e o prefeito Edvaldo Nogueira segue resistente em sentar e dialogar com a categoria. Aliás, joga os médicos contra a população, alegando que o povo pobre é quem está sendo prejudicado com a greve. Logo Edvaldo que quase se formou em Medicina...

 

Exclusiva!

Nos primeiros dias da gestão atual, muita gente esperava que os médicos jamais fossem entrar em greve para protestar contra Edvaldo. Primeiro pelas promessas feitas em campanha; segundo porque um dos diretores do Sindimed é irmão da atual secretária da Saúde, a mesma que não dialoga com a categoria e deixa o povo sem atendimento. Nesse caso os irmãos “não se batem”...

 

Sonegação de impostos

O Ministério Público Federal em Sergipe apresentou alegações finais em processo que tramita na Justiça Federal contra Lauro Antônio Teixeira Menezes – conhecido como “Laurinho da Bomfim” – por sonegação de tributos. Entre 2008 e 2011, Laurinho, na condição de administrador da empresa Viação Cidade de Aracaju (VCA), deixou de pagar, omitiu e manipulou informações sobre valores referentes às Contribuições ao Programa de Integração Social e para o Financiamento da Seguridade Social (PIS/Cofins).

 

Laurinho da Bonfim

Segundo o MPF, o empresário também manipulou informações sobre quantias relativas ao Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), ao Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e à Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). Os valores devidos referentes ao recolhimento do PIS/Cofins (imposto que sustenta serviços da previdência como abonos salariais e seguro-desemprego) ultrapassam R$ 1 milhão, assim como os relativos ao IRPJ, que totalizam R$ 1,17 milhão.

 

R$ 4 milhões

Já as cifras referentes ao recolhimento do IOF entre 2008 e 2011 ultrapassam os R$ 900 mil e aquelas relativas à CSLL alcançam a marca dos R$ 440 mil. O valor total de tributos devidos pela gestão da VCA chega a quase R$ 4 milhões.

 

TCE I

Dos 75 municípios sergipanos, 37 apresentaram impugnação junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) com relação aos índices percentuais provisórios de ICMS referentes ao ano de 2019. De modo geral, eles argumentam haver incorreção no Valor Adicionado Fiscal (VAF) declarado pelos contribuintes, o que teria afetado sua participação no cômputo geral do ICMS. 

 

TCE II

As manifestações já foram encaminhadas à Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) pelo conselheiro Carlos Alberto Sobral, Vice-Presidente do TCE e relator do Ato Deliberativo 911, que estabeleceu os índices percentuais provisórios. Segundo ele, os índices definitivos deverão ser estabelecidos no Pleno do TCE, até o próximo mês de dezembro, após a análise da Sefaz e o retorno das informações ao Tribunal. 

 

TCE III

Conforme o Ato publicado, os maiores percentuais dos índices provisórios são destinados a municípios como Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Estância, Laranjeiras, Lagarto, Canindé de São Francisco, Itabaiana e Itaporanga d'Ajuda. A relação completa, com os municípios e seus respectivos índices, está disponível no site do TCE.

 

Distribuição
O ICMS é um tributo cuja arrecadação é do Estado, mas, por mandamento legal, parte do produto dessa arrecadação é entregue aos municípios, proporcionalmente à participação de cada um no movimento geral das operações de entrada e saída realizadas em todo Estado. 

 

 

 

Elber Batalha I

O vereador Elber Batalha criticou a forma como o prefeito Edvaldo Nogueira vem tratando a classe médica do município. Elber lamentou a postura em não querer negociar e nem dialogar com a categoria, que encontra-se em greve desde o dia 20 de julho. Os médicos não são recebidos nem pela secretária de Saúde, Waneska Barbosa e nem pelo prefeito de Aracaju.

 

Elber Batalha II

O parlamentar também fez a leitura de uma nota expedida pela diretoria do Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe (Sindimed), que expuseram diversos problemas entre a atual gestão e os médicos do município. Segundo a nota, o Sindimed denuncia que ‘o prefeito Edvaldo Nogueira e a secretária de saúde Waneska Barbosa, utilizam-se de práticas anti-sindicais, anti-democráticas e anti-trabalhadores.

 

Desrespeito

De acordo com Elber, essa prática é nociva e inadmissível vindo de um prefeito que veio das bases estudantis e sindicais. “Isso de tolher a possibilidade de manifestação é um absurdo. Que moral essa gestão tem de falar contra a Reforma Trabalhista, já que Edvaldo Nogueira retira claramente direitos? Ele está desrespeitando a legislação, negligenciando todos os princípios que norteiam o sindicalismo e chega-se ao absurdo de não dialogar e sempre ingressar com ações judiciais para declarar ilegalidade das greves”, disse Elber.

 

Itabaiana I

A prefeitura de Itabaiana, através da Secretaria Municipal de Educação, vem a público lamentar uma ação criminosa que ocorreu na Escola Benedito Figueiredo, Bairro São Cristóvão, na noite da segunda-feira (14). Por volta das 19 horas, oito homens invadiram o prédio do estabelecimento de ensino, renderam funcionários e praticaram um “arrastão” nas salas de aula. Os ladrões levaram três aparelhos celulares e ninguém sofreu agressões físicas.

 

Itabaiana II

“No primeiro momento, após a saída dos marginais a diretora entrou em contato com a Polícia Militar que esteve no local, mas os criminosos já haviam fugido. Por orientação da Secretária da Educação, Rose Chagas, as aulas foram suspensas e, como é de praxe, foi registrado um boletim de ocorrência, solicitando providências. Por fim, informamos que a Escola Benedito Figueiredo conta com serviço de vigilância”, explica a prefeitura municipal.

 

Direito de Resposta I

O delegado e pré-candidato a senador, Alessandro Vieira (REDE), explicou sua relação política com a pré-candidata à deputada  federal, Emília Corrêa (Patriota). “Não procede a ‘dobradinha’ com Emília Corrêa. Recebi o apoio dela, assim como recebi apoio de Evaldo Campos, também pré-candidato a deputado federal. Vários outros sinalizam na mesma direção, a exemplo de Cadu Silva, pré-candidato ao Senado”.

 

Direito de Resposta II

“Não tenho dobradinha ou parceria eleitoral com eles, mas recebo com orgulho os apoios. Não tenho dinheiro ou CC's para distribuir, apenas o meu currículo limpo e a esperança de uma renovação verdadeira na política de Sergipe e do Brasil. Todos estão oferecendo o apoio, cientes de que só farei campanha e pedirei votos para os candidatos da REDE”, completou Alessandro Vieira. Feito o registro.

 

Pé na estrada

No último final de semana, a vereadora Emília Corrêa (Patriota) cumpriu vasta programação de visitas ao interior do Estado, passando pelas cidades de Boquim, Lagarto, Nossa Senhora das Dores e Glória. Durante as andanças foi recebida pela população com respeito, carinho e acima de tudo, aprovação pelo trabalho desenvolvido na capital. Emília Corrêa é pré-candidata a Deputada Federal pelo Patriota 51 em Sergipe.

 

Eduardo Amorim I

O candidato ao Governo de Sergipe, Eduardo Amorim (PSDB), participou do programa Tolerância Zero, apresentado por Bareta na TV Atalaia. Eduardo fez uma prestação de contas de seu mandato no Senado Federal e abordou o momento difícil pelo qual passa o estado em todas as áreas, principalmente na Saúde, Segurança e Educação. O parlamentar disse que sempre prezou pela transparência e prestou contas do seu mandato.

 

Eduardo Amorim II

Ainda sobre sua atuação no Senado, Eduardo pontuou alguns projetos defendidos por ele. “Tentei aprovar um novo Código Penal com leis mais rígidas para quem praticar crimes em nosso país. O atual é muito antigo e necessita de uma reformulação. Também lutei para que tivéssemos uma reforma tributária, pois, hoje, quem mais paga é quem mesmo ganha, ou seja, os menos favorecidos. Além disso, aproveito para reafirmar, fui contra a reforma trabalhista por entender que, do jeito que foi aprovada, ela prejudica o trabalhador”, frisou o senador.  

 

Tolerância Zero

Questionado sobre a Segurança Pública no estado, Eduardo Amorim foi firme. “Se eu for governador, a tolerância vai ser zero em relação à criminalidade. Para isso, vamos unir ações de combate direto à criminalidade com ações estratégicas de prevenção à violência. Vamos criar uma polícia de divisa, que será um agrupamento especializado da polícia militar responsável pela segurança e por monitorar cada entrada/saída do nosso Sergipe. Vamos atuar forte no combate às drogas”, explicou.

 

Combate às drogas

“Vamos implantar também um programa de combate ao uso de drogas aqui em Sergipe e criar centros de tratamento e reabilitação para dependentes químicos. Isso é extremamente necessário. A secretaria de Estado da Assistência Social tem um orçamento alto e, no entanto, não tem clínicas para tratar os dependentes químicos. Mas vamos mudar isso”, garantiu.

 

Kitty Lima I

A vereadora Kitty Lima (Rede) fez um alerta quanto ao crescimento da criminalidade em Aracaju, e também em todo o estado. No início da manhã, a parlamentar presenciou um assalto na porta de sua residência, fato que chocou os moradores do bairro Suíssa. De acordo com a parlamentar, uma senhora teve seu veículo tomado de assalto na rua Frei Paulo. Os gritos chamaram a atenção dos moradores, que nada puderam fazer já que o bandido estava armado.

 

Kitty Lima II

“Foi tudo muito rápido. Ouvi os gritos e quando corri para a porta da minha casa, o bandido já tinha ido embora com o carro. Meus vizinhos tentaram ajudar a senhora que estava muito nervosa, mas os marginais estavam armados e eles não puderam fazer nada. Foi uma sensação de impotência muito grande. A bandidagem está tomando conta de Aracaju e não podemos permitir que isso aconteça”, lamentou Kitty.

 

Milton Andrade I

Candidato a governador de Sergipe pelo PMN, o advogado e empresário Milton Andrade disse que, este ano, a arrecadação do Estado teve um acréscimo da ordem de R$ 300 milhões, num comparativo com 2017, mas o Estado continua no vermelho. O problema, de acordo com ele, é fruto da falta de gestão técnica.

 

Milton Andrade II

“Infelizmente, o que temos visto em Sergipe é a falta de técnicos em comando de pastas técnicas. Como consequência, tem-se um prejuízo estúpido, cujos reflexos são vistos por todo o Estado, através da falta de políticas públicas que atendam as necessidades da população”, disse Milton, ressaltando que o que se vê é um “aparelhamento político dos que fazem a velha política para se manter no poder a qualquer custo”.

 

Maria do Carmo I

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) destacou sua preocupação com um lixão localizada no povoado Oiteiro do Capim, entre os municípios de Itabaiana e Ribeirópolis, na Rota do Sertão. “É um lixão que existe há mais de 50 anos e que gera muito transtorno”, afirmou a senadora, que é autora de uma emenda ao Orçamento Geral da União (OGU) destinada ao Consócio Público de Resíduos Sólidos do Agreste Central, visando a construção de uma unidade de transbordo como alternativa para erradicar o problema.

 

Maria do Carmo II

Para Maria, além do impacto ambiental que os lixões provocam em virtude da poluição do solo, esses resíduos - muitos deles infectantes - acarretam problemas de saúde pública para a população, uma vez que comprometem, entre outras coisas, os recursos hídricos. “Além da proliferação de vetores de doenças, como baratas, mosquitos e ratos. Quando eu posso no local, fico horrorizada e me questiono por que até hoje aquele lixão continua ali a céu aberto”, disse a senadora.

 

Recursos

Ela explicou que os recursos da emenda vão possibilitar, além da construção da unidade de transferência dos resíduos sólidos que chegam dos municípios, também, oportunizará a construção de um galpão regional de triagem para que os catadores de lixo, já devidamente cadastrados e organizados em Cooperativa, possam trabalhar de forma mais segura e tranquila. “Esses catadores tiram o sustento das suas famílias daquele local e, nada mais justo, que tenham o mínimo de condição para que possam executar esse serviço com segurança e dignidade”, defendeu Maria do Carmo.

 

João Daniel I

Durante as discussões no plenário da Câmara dos Deputados sobre a Medida Provisória 830/18, que extingue o Fundo Soberano do Brasil (FSB), o deputado João Lula Daniel (PT) alertou para a gravidade dessa medida. O Fundo é uma espécie de poupança pública criada pela Lei 11.887/08 para amenizar o impacto de crises econômicas sobre o país. Sua extinção, na avaliação do deputado, é um ataque à soberania. Para ele, acabar com o Fundo Soberano é uma das medidas que interessam aos partidos de direita, neoliberais, que lideraram o golpe.

 

João Daniel II

“Retiraram do Fundo Soberano R$ 26 bilhões para deixar de fazer investimentos em infraestrutura, para deixar de gerar emprego e melhorar o nosso país, e sim colocar esse recurso para pagar juros aos bancos e resolver problemas das contas deste governo entreguista, golpista, que não sabe como cobrir o rombo de milhões que foram colocados como recursos de emendas para a bancada do golpe, neste ano, garantir a reeleição”, denuncia João Daniel.

 

Formatura

O resultado de uma parceria que estimulou o desenvolvimento profissional e intelectual dos associados do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos no Estado de Sergipe (Sicofase) e a Faculdade de Aracaju (Facar) começa a aparecer. Foi formada no mês de julho, a primeira turma de profissionais graduados no curso superior de Farmácia Bacharelado desenvolvida pela Facar na exitosa parceria com o sindicato que representa os empresários do comércio de medicamentos em Sergipe.

 

Parceria

O convênio firmado entre as entidades permitiu que os alunos associados do sindicato pudessem acessar a Academia com oportunidades de desconto de até 20% para cursos de licenciatura, bacharelado, tecnológico e pós-graduação Lato Sensu ofertados pela Facar. À época, a cooperação técnica foi firmada para estabelecer a capacitação profissional dos empresários e profissionais do mercado, com vistas na ampliação da expertise dos empreendimentos da atividade comercial no estado.

 

Avosos

A Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos) informa que foi adiado, por tempo indeterminado, a 2ª edição do Show Amigos da Avosos. O motivo do adiamento se deve ao fato de a fundadora da instituição, Maria Ruth Wynne Cardoso (Tia Ruth), ter tido um comprometimento maior em seu grave estado de saúde. Segundo o presidente voluntário da Avosos, Wilson Melo, Tia Ruth sempre pediu que a Avosos mantivesse normalmente suas atividades e por isso a ideia inicial de manter o Show.

 

Tia Ruth

“Estamos mantendo todas as nossas atividades normais em prol das crianças e adolescentes com câncer, mas a família Avosos entendeu que o clima não era de show. É um momento de dor, no qual não nos sentimentos inclinados a nenhum tipo de festividade”, informa o fundador.

 

Show

O Show Amigos da Avosos aconteceria na noite da próxima quinta (16), na Casa de Forró Cariri, com programação musical de Ninéia Oliveira, Lucas Aribé, Vinicius Nejaim & Xote Baião, Sérgio Lucas, Skama de Peixe e participação dos dançarinos Gabrielly & Sidney (Academia Siga Dancing). A Avosos agradece imensamente a disponibilidade voluntária desses artistas e de todos os envolvidos no evento, como a Casa de Forró Cariri, Nozes Tour e Big Estampa.

 

Ingressos

Quem adquiriu o ingresso (mesa ou individual) pode reverter o valor em doação à Casa Tia Ruth de Apoio ou, se preferir, resgatar o valor na sede da Avosos: rua Leonel Curvelo, 55, bairro Suíssa. De segunda a quinta, 8h às 17h; sexta, 8h às 13h. Informações: (79) 3212-4700.

 

Desfile

O estilista Aldo Mencatto está vindo de Las Vegas, diretamente dos Estados Unidos, para realizar um desfile em Aracaju com a proposta de apresentar sua nova coleção e comemorar as conquistas. O nome do desfile é ‘New Beginning’ que significa ‘Novo Começo’. O evento será realizado a partir das 19h do dia 5 de setembro no Kendera Eventos em Aracaju. O estilista que é fundador da Chriss Mencatto Children's Fundation, vai reverter parte da renda arrecadada para o Grupo de Apoio à Crianças com Câncer (GACC). O evento vai contar ainda com apresentações de Zeq Oliver e da banda Opala 4. 

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

 

 




Tópicos Recentes