BRASIL

24/08/2018 as 13:39

643 presos em ação contra homicídio e feminicídio em 17 estados

Mais de mil prisões devem ser feitas até o fim do dia

Foto: (Jose Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo).<?php echo $paginatitulo ?>

A Operação Cronos, realizada conjuntamente pelas polícias civis de 17 Estados prendeu, nesta sexta-feira (24)  643 pessoas e apreendeu 61 adolescentes acusados de homicídios e feminicídios (consumados e tentativas). 

Quase 5 mil policiais civis trabalharam no cumprimento dos mandados de prisão durante a manhã no Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins. 

O presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis, delegado Emerson Wendt, informou que mais de mil prisões devem ser feitas até o final do dia.

"O que fizemos hoje foi um esforço concentrado no combate ao feminicídio".

A Operação Cronos tem o apoio do Ministério da Segurança Pública e é coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícias Civis. A ação foi definida em julho, durante reunião com o ministro da Raul Jungmann.

Segundo o ministro, essa megaoperação é um dos exemplos do funcionamento, na prática, do Sistema Único de Segurança Pública (Susp), que prevê a integração das polícias.

O nome da operação é uma referência à redução do tempo de vida da vítima, reduzido pelo autor do crime.

Em Sergipe, até o momento, foram detidas 42 pessoas.


 

 

 

 

Com informações de Destak Jornal.




Tópicos Recentes