BRASIL

12/10/2018 as 15:33

Celebração na Basílica de Aparecida pede união contra discriminação

Em missa em homenagem à Padroeira do Brasil, homilia defendeu sociedade solidária aos pobres e unida contra a discriminação e a exclusão racial

Foto: (Ivan Nogueira e Thiago Leon/Divulgação).<?php echo $paginatitulo ?>

O Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, no município de Aparecida (SP), recebe nesta sexta-feira (12), feriado dedicado à santa, milhares de romeiros e fiéis. Com o tema Em Jesus, com Maria, Restauramos a Vida, este ano, a Basílica comemora 40 anos da restauração da imagem da padroeira, após ter se quebrado num atentado em 1978. Durante a homilia na principal missa do Dia da Padroeira, pela manhã, defendeu uma sociedade solidária aos pobres e unida contra a discriminação e a exclusão racial. A igreja pediu o fim do "mundo de separação", exemplificando a falta de união, citando casais e partidos políticos.

A missa foi conduzida pelo arcebispo Dom Orlando Brandes e, a homilia foi feita pelo reitor da basílica, padre João Batista de Almeida. "O nosso Brasil precisa ser reconstruído e nosso povo precisa recuperar a confiança e pedimos a ela que nos ajude a reconstruir e restaurar a força de vida do nosso povo", disse ele a multidão que lotou o templo - entre eles, o candidato ao governo de São Paulo, Márcio França (PSB). A celebração, que começou às 9h e durou por quase duas horas.

A igreja destacou ainda que Nossa Senhora é solidária aos pobres e negros, que vieram ao Brasil inicialmente como escravos, mas que hoje, mesmo livres, são escravos de uma sociedade que exclui, por não dar oportunidades. "Na 'Casa da Mãe' não pode haver a exclusão. A dignidade do negro e do branco é igual, da mulher e do homem. Não pode haver cercas, mas sim pontes", afirmou. Quase no fim da missa, a igreja divulgou o tema na novena da Padroeira em 2019: Amazônia. Uma cerimônia indígena foi apresentada após o anúncio.

Segundo o reitor do Santuário, o Brasil precisa também de oração por causa das eleições presidenciais. Este ano, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) tenta impulsionar a liderança dos cristãos leigos na comunidade. "É um momento para a gente rezar pela nossa Igreja, sobretudo aqui no Brasil e na América Latina, para que possa ser restaurada e reestruturada a partir da missão do leigo", disse o padre João Batista.

Programação
Para hoje, está prevista a Procissão Solene, que leva a imagem de Nossa Senhora Aparecida para próximo do povo, percorrendo as ruas da cidade. A trajeto começa na Basílica Velha, centro, às 15h30, e segue até o Santuário Nacional, onde ocorre a missa de encerramento das festividades às 16h30.

Uma novidade dessa procissão é que a imagem não será mais levada em "carros andores", mas em "andores de braços", em que os próprios devotos têm a oportunidade de carregar a santa, em linha com o objetivo da CNBB de enaltecer o leigo. "Nas procissões de padroeiros Brasil afora, geralmente as pessoas carregam os andores e gostam disso. Claro que nem todos que estarão no Santuário vão conseguir carregar esse andor, mas alguns representantes poderão fazer isso", disse o padre.

Durante o dia de festa, cantores mirins cantam, a partir das 18h, ao lado do sertanejo Daniel e da orquestra do Projeto de Educação Musical do Santuário Nacional (PEMSA), em comemoração ao Dia da Criança. Entre os artistas confirmados estão Giulia Soncini, Larissa Manoela, Yasmin Giacomini, Guilherme Martinez, Fabiana Moneró, Léo Cidade, Neto Junqueira e a atração internacional The Melisizwe Brothers. Um show pirotécnico encerra a celebração.

Obras do tricentenário
As obras de acabamento feitas no Santuário Nacional em 2016 e 2017, em vista da comemoração, ano passado, dos 300 anos da aparição da imagem, serão retomadas em 2019. "Temos muita coisa para frente ainda, como o revestimento das capelas de passagem, a concepção artística para as Capelas São José e Capela do Santíssimo para, em seguida, fazer o revestimento, finalizar o teto das naves, o revestimento da parte externa da Basílica, entre outras obras necessárias."

A festa do tricentenário em 2017 recebeu 200 mil visitantes. No feriado de 2016, que caiu em uma terça-feira, foram recebidos 150 mil fiéis.

 
 
 
 
 
Com informações de Destak Jornal. 
 



Tópicos Recentes