BRASIL

07/11/2018 as 14:22

SBT tira vinheta da época da ditadura militar do ar

Rede de TV admitiu equívoco e afirmou que não se atentou ao fato de que a frase faz referência ao regime

Foto: (Reprodução).<?php echo $paginatitulo ?>

 

O canal SBT tirou do ar a vinheta "Brasil: ame-o ou deixe-o", que remetia à época da ditadura militar (1964-1985). A rede admitiu que a veiculação da propaganda por um equívoco e afirmou que não se atentou ao fato de que a frase faz referência ao período da ditadura.

Segundo um comunicado da assessoria de imprensa do canal, "o objetivo das vinhetas era passar uma mensagem de união e esperança ao povo brasileiro tendo em vista essa nova era, que vai entrar agora com o novo governo". Em relação à política, a assessoria afirma que o SBT é "imparcial, sempre a favor do Brasil".

O SBT foi muito criticado nas redes sociais na terça-feira (6), após a divulgação da propaganda. Com uma série de imagens turísticas do país, apresentadas ao som do hino nacional, o locutor terminada dizendo a frase "Brasil: ame-o ou deixe-o".

Em outra propaganda do mesmo estilo era usada a música "Eu te amo, meu Brasil". A canção, da dupla Dom & Ravel, foi também amplamente utilizada pelo regime militar como propaganda política. A dupla também aparecia frequentemente no programa do próprio Silvo Santos, dono do canal, entre os anos 1970 e 1980.

O slogan "Brasil: ame-o ou deixe-o" foi criado durante o governo de Emílio Garrastazu Médici, entre 1969 e 1974, período conhecido como "Anos de Chumbo" pela forte repressão política.


 

 

 

 

Com informações de Destak Jornal.




Tópicos Recentes