BRASIL

25/01/2019 as 16:27

Barragem da Vale se rompe em MG; feridos são resgatados

Mineradora Vale confirmou que rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco

Foto: (© Reprodução).<?php echo $paginatitulo ?>

Uma barragem da mineradora Vale rompeu a manhã desta sexta-feira (25) em Brumadinho, cidade da Grande Belo Horizonte. O G1 confirmou que há pelo menos quatro feridos e 200 desaparecidos. Eles foram resgatados de helicóptero e levados ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. De acordo com a GloboNews, representantes do Estado confirmaram que duas são mulheres e estão estáveis.

O rompimento foi confirmado pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, que enviou equipes para o local. A defesa civil também foi acionada e retirou moradores da parte mais baixa da cidade.

Segundo site oficial da Vale, a chamada Barragem I - Mina Córrego do Feijão é utilizada para disposição de rejeitos da mineração.

O Governo do Estado de Minas Gerais emitiu nota dizendo que uma força-tarefa "já está no local do rompimento da barragem para acompanhar e tomar as primeiras medidas. O Corpo de Bombeiros, por meio do Batalhão de Emergências Ambientais, e a Defesa Civil também já estão no local da ocorrência trabalhando e há dois helicópteros sobrevoando a região".

Confira vídeo aqui.

NOTA DA VALE

"A primeiras informações indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Ainda não há confirmação se há feridos no local", disse a Vale em nota.

Em nota, a Vale informou que acionou o Corpo de Bombeiros e ativou o seu Plano de Atendimento a Emergências para Barragens. "A prioridade total da Vale, neste momento, é preservar e proteger a vida de empregados e de integrantes da comunidade", disse em nota.

"A primeiras informações indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Ainda não há confirmação se há feridos no local", disse a Vale.

A mineradora se comprometeu ainda a continuar fornecendo informações assim que forem confirmadas.

 

 

 

 

 

Com informações da Folhapress e Notícias ao Minuto.




Tópicos Recentes