CIÊNCIA E TECNOLOGIA

17/05/2018 as 10:27

Instagram testa função que mostra quanto tempo você ficou no app

Função quer estimular o uso saudável da rede social entre os usuários e poderá ser exibida em novo menu

Foto: (Reprodução/Jane Menchun Wong).<?php echo $paginatitulo ?>

Instagram está desenvolvendo um gerenciador de tempo de uso do app. O novo menu permite que o usuário veja quantas horas ou minutos ficou online na rede social. O recurso, chamado de “Usage Insights”, foi descoberto nesta terça-feira (15) pela pesquisadora Jane Menchun Wong ao analisar a APK do app na plataforma Android. Horas depois, o teste da função foi confirmado pela rede de fotos.

O tempo que os usuários dedicam a checar suas redes sociais no celular tem sido tema de pesquisas científicas que associam o comportamento ao desenvolvimento de doenças como a depressão. O Google também mostrou atenção ao tema ao anunciar que o novo Android P terá um espaço dedicado ao controle do uso de apps.

O objetivo da nova função é fazer com que o usuário identifique se está passando muito tempo online, a fim de evitar excessos, alcançando um limite saudável de uso da rede social. Ainda não está claro se o quantitativo exibido será o tempo total gasto no app ou uma contagem de períodos específicos, como um dia, semana ou mês.

O experimento foi confirmado pelo CEO do Instagram, Kevin Systrom, em seu perfil no Twitter. “Estamos construindo ferramentas que ajudarão a comunidade do Instagram a saber mais sobre o tempo que passam no Instagram – todo o tempo [de uso] deve ser positivo e intencional. Entender como o tempo online impacta as pessoas é importante, e é responsabilidade de todas as empresas serem honestas sobre isso. Queremos fazer parte da solução. Eu levo essa responsabilidade a sério”, escreveu Kevin em dois tuítes.

O novo menu em teste engloba também as já existentes seções de Arquivo, Itens salvos e a aba para encontrar pessoas para seguir, e será exibido na aba do perfil dos usuários. Apesar da confirmação, não foi informada uma data para o lançamento do serviço e não há previsão para que ela chegue aos usuários do Brasil.

Jane Menchum também encontrou uma nova função dentro das mensagens diretas. Uma barra de emojis localizada acima do campo de comentários que facilitaria o envio das carinhas nas conversas. Essa novidade, no entanto, ainda não foi admitida pelo aplicativo.

Saúde mental

Um estudo feito pelo Royal Society for Public Health (RSPH), chamado Status of Mind, apontou o Instagram como a rede social mais prejudicial à saúde mental dos jovens, e o uso excessivo do app contribui para essa estatística. O aplicativo estaria agravando quadros de ansiedade e depressão em pessoas dessa faixa etária, além de despertar uma má qualidade de sono e insatisfação com o próprio corpo.

O relatório aponta que as redes sociais têm caráter mais viciante que drogas lícitas como cigarro e álcool, e também estão relacionadas à síndrome FoMO (Fear of Missing Out, ou medo de estar perdendo algo, em português). Hábitos como checar o Facebook a cada cinco minutos ou ter sempre a sensação de que está perdendo algo importante no ambiente online podem indicar o transtorno, que pode causar desde angústia e mau humor até depressão.

Atualmente, alguns aplicativos já desempenham a função de controlar o uso excessivo das redes sociais para evitar ou diminuir o vício em redes sociais, bloqueando o acesso após um tempo pré-determinado.

Android P terá função parecida

A nova versão do sistema operacional do Google terá um recurso nativo dedicado ao controle do uso dos serviços digitais. O Android P trará a ferramenta Dashboard, que disponibilizará uma espécie de relatório de uso que exibirá o tempo gasto no celular, com indicação individual de uso por aplicativo. Será possível conferir quantas vezes o celular foi desbloqueado e o número de notificações recebidas, além de um Timer para configurar um tempo limite para o uso de programas específicos. O Android P deverá ser lançado no segundo semestre.

 

 

 

 

 

Com informações de Tech Tudo.




Tópicos Recentes