CIÊNCIA E TECNOLOGIA

23/05/2018 as 10:38

Novo Call of Duty chega com reclamações de usuários; entenda

Modo Battle Royale, mapas futuristas e falta de campanha geraram reclamações da comunidade

Foto: (Divulgação/Activision).<?php echo $paginatitulo ?>

Call of Duty: Black Ops 4 (também chamado por BO 4) foi anunciado pela Activision e tem lançamento marcado para o próximo dia 12 de outubro no PC, Xbox One e PS4. A empresa divulgou algumas mudanças no título, como um modo Battle Royale e alterações no multiplayer. Entretanto, os fãs não reagiram de maneira unânime e se utilizaram de fóruns e comunidades virtuais - como o Reddit, Facebook e Twitter - para se queixar. Confira algumas das principais críticas feitas pela comunidade.

Muitas similaridades com os antecessores
As similaridades com as versões anteriores de Black Ops foram um dos pontos mais dignos de discussão. As críticas não são exatamente novas, já que acontecem há alguns anos com a franquia, e foram reforçadas pela aparente falta de novidades.

Mesmo os ajustes na jogabilidade e mecânicas alteradas não parecem satisfazer os fãs, que gostariam de ver alterações mais impactantes. Segundo os jogadores, mapas, armas e até mesmo classes e suas habilidades são muito parecidas com vistas em Black Ops 3, lançado no final de 2015.

Sem campanha solo
Presente em cada um dos lançamentos da série principal desde 2003, o modo história foi descartado pela Treyarch para o game de 2018, dando lugar a mais conteúdo multiplayer como experiências Zombies adicionais e a modalidade Battle Royale.

A campanha é parte importante do pacote para uma relevante porção dos fãs, que consideram que o título ficará "vazio" sem uma história mais completa. Para remediar a ausência do enredo, a Treyarch incluiu uma série de desafios, que contam a história do jogo enquanto ensina as mecânicas de Black Ops 4 aos jogadores.

"Clone" de PUBG e Fortnite
De olho no sucesso estrondoso de jogos como PlayerUnknown's Battlegrounds e Fortnite, Call of Duty: Blackout foi anunciado como um modo Battle Royale para o FPS da Activision. Apesar de empolgar amantes do gênero, Blackout gerou revolta em parte da base de jogadores, que considera a inclusão muito comercial e uma tentativa de "clonar" games de sucesso para atrair novos players.

Volta dos cenários futuristas
Desde Call of Duty: Advanced Warfare, a Activision vem apostando cada vez mais em versões futuristas da série, que contam com elementos como armas laser, saltos gigantes e granadas de plasma. Depois de tantos títulos com essa temática, parte da comunidade considera o estilo ultrapassado e gostaria de ver cenários mais tradicionais, como os do primeiro Black Ops ou de Modern Warfare.

A Treyarch ganhou alguns pontos ao remover completamente as mecânicas de pulo duplo e corridas pelas paredes, que aparecem entre as funções mais odiadas. Mesmo ouvindo as críticas, Black Ops 4 ainda assim desagradou pelas habilidades especiais muito modernas, que podem criar efeitos desbalanceados nas partidas.

Pedidos por conteúdo clássico
Como um game lançado anualmente por mais de uma década, Call of Duty cria um rodízio muito ágil de conteúdo. Dessa forma, os fãs sentem falta de alguns mapas, armas e habilidades favoritas, que ficaram para trás rapidamente com a chegada de novos games.

Em fóruns sobre o jogo como o Reddit, é fácil encontrar centenas de pedidos pelo retorno de armas, mapas e itens que fizeram no sucesso no passado. Outro tema abordado constantemente pelos fãs são as opções de customização de armas, com skins e peças adicionais, que perderam a força na última versão.


O Portal Alô News está querendo a sua opinião. Responda nossa pesquisa, clicando aqui e nos ajude a fazer um portal cada vez melhor pra você.

 

 

 

 

 

Com informações de Tech Tudo.




Tópicos Recentes