CIÊNCIA E TECNOLOGIA

12/09/2018 as 11:13

Táxi voador vai levar 2 passageiros e já tem data para chegar

Veículo é completamente elétrico, pode levar dois passageiros, tem espaço para piloto e deve chegar em 2022

Foto: (Divulgação/Vertical Aerospace).<?php echo $paginatitulo ?>

 

O táxi voador da Vertical Aerospace já foi testado com sucesso no Reino Unido. A novidade aposta em uma estratégia diferente de rivais na corrida pelo primeiro serviço de transporte aéreo urbano. Ao contrário da Uber, AirBus e outras iniciativas, a fabricante britânica não desenvolve um drone, mas sim uma aeronave que será conduzida por um piloto de verdade.

A empresa acredita que a abordagem simplifica o desenvolvimento da tecnologia e favorece o lançamento do serviço até 2022. Isso porque a presença de um condutor torna mais fácil a tarefa de atender à legislação vigente para aeronaves na Inglaterra, de acordo com a companhia.

Tirando a ideia de usar um piloto de verdade, a aeronave da Vertical Aerospace repete alguns dos conceitos presentes em projetos rivais. O veículo é elétrico e oferece decolagem e pouso na vertical (eVTOL), sistema que, ao dispensar a longa extensão de uma pista de pouso e decolagem, pode tornar a proposta viável em grandes centros urbanos.

Seu peso é de 750 kg e a sustentação no ar é garantida por quatro hélices. O design lembra um pouco o carro voador da Uber, o uberAIR, que tem previsão de lançamento para 2023 – ou seja, um ano após a promessa da Vertical Aerospace.

 

O vídeo acima mostra o táxi em ação em voo lento e rasante. No momento, a Vertical Aerospace não divulgou dados técnicos referentes aos detalhes do veículo, como autonomia e velocidade. Como é comum nos anúncios sobre testes de táxis voadores, também faltam dados sobre segurança, já que acidentes com esse tipo de meio de transporte em áreas com muitas pessoas podem ser graves.

Segundo a empresa, a ideia é de que as primeiras versões do táxi voador carreguem dois passageiros e o piloto. Apesar disso, há estudos para que a capacidade dobre no futuro para quatro passageiros, além do condutor.


 

 

 

 

Com informações de Filipe Garrett, Tech Tudo.




Tópicos Recentes