POLÍTICA

12/09/2019 as 04:58

Sim, o Confiança na Série B vai atrair turistas! Mas e Sergipe? Está preparado?

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

Na mesma proporção em que a descoberta de poços de gás natural em Sergipe está para as finanças do governo de Belivaldo Chagas (PSD), o acesso da Associação Desportiva Confiança para a Série B do Campeonato Brasileiro de Futebol está para a Secretaria de Turismo. Cassada pelo pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TER/SE), a chapa do “galeguinho” com a vice, Eliane Aquino (PT) agora se “apega” nessas “novidades” como verdadeiras “tábuas de salvação” para uma gestão já desacreditada e muito questionada porque “ainda não chegou para resolver”...

 

A recuperação financeira de Sergipe – que se encontra “quebrado” do ponto de vista econômico – para o governador passa diretamente pela exploração desse gás natural. Desde o último sábado (após a Batalha de Erechin – como bem definiu o presidente da Federação Sergipana de Futebol, Milton Dantas) quando o “Dragão do Bairro Industrial” classificou-se para a semifinal da Série C e, consequentemente, garantiu o sonhado acesso para a segunda divisão do torneio nacional a ser realizado em 2020, não se fala outra coisa: vamos ter uma EXPLOSÃO do Turismo sergipano!

 

No comentário anterior, este colunista já alertou para a necessidade de uma “união de forças” entre os setores, público e privado, no sentido de assegurar os recursos necessários para garantir um time competitivo e que, se não tiver condições de subir para a divisão principal, que ao menos consiga se estabelecer na Série B. Ninguém tem dúvidas sobre o impacto disso na economia local, na geração de novos postos de trabalho, inclusive para a imprensa em geral. Mas e Sergipe? Está preparado para esse “BOOM” já no próximo ano?

 

Vale lembrar que a Série C ainda não acabou. Estamos na semifinal já em meados de Setembro e, em breve, o Confiança concluirá suas atividades em 2019, sendo que já tem competições agendadas para Janeiro próximo, ou seja, os investimentos que podem e devem chegar precisam ser agilizados, até para garantir uma boa preparação inicial, com uma pré-temporada completa e um planejamento bem elaborado para todo o ano. Todos os jogos da equipe na Série B terão transmissão do Sportv ou dos canais Premiere, do Sistema Globosat, ou seja, o Confiança já vai atrair a imprensa nacional para cá...

 

Mas e o nosso Estado? Como vamos receber esses “turistas de negócios” sem um Centro de Convenções? Como atrair novos turistas de outras regiões do País sem incentivo para os hotéis, pousadas e restaurantes? Nossos Museus e Igrejas (pelo menos a Catedral Metropolitana) estão bem estruturados? Taxistas e motoristas de aplicativos estão em harmonia, com espaços bem divididos? Nosso Aeroporto já está reformado e ampliado? Certamente as nossas rodovias estaduais estão um “brinco” para garantir o transporte desses turistas até o Cânion de Xingó...

 

Chegando em Canindé do São Francisco esses turistas ficarão bem acomodados? E quem desejar fazer o turismo terrestre, para vir conhecer nossas potencialidades, vai desfrutar a BR-101 já duplicada? Pelo menos em Aracaju os mercados municipais são referências no comércio do nosso artesanato? O transporte coletivo já é referência? Já temos qualidade de vida e mobilidade urbana, asseguradas? Os gestores podem se pronunciar e os leitores devem refletir. O Confiança já fez a sua parte dentro de campo e com muito esforço, com muita superação. Agora o Estado e as prefeituras precisam “arruma a sala” para receber bem quem chega. Só não me venham com panfletos...

 

Veja essa!

Os petistas em Sergipe tanto criticam o presidente Jair Bolsonaro (PSL) que o batizam de “ditador”. Para conhecer “alternativas de combate à pobreza e melhora dos indicadores negativos”, a vice-governadora Eliane Aquino, do PT, encontra-se em Singapura, visitando uma universidade de políticas públicas.

 

E essa!

Pasmem! Eliane Aquino, no primeiro dia de imersão, teve um encontro com primeiro-ministro de Singapura, Lee Hsien Loong, que “só está no cargo” desde 2004, acumulando a função de Ministro da Fazenda e sem previsão para deixar o Poder. Segundo pesquisas Lee é ainda o líder mais bem pago do Mundo. Mais “democrático” que isso, só em Sergipe Del Rey...

 

Luciano Bispo I

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luciano Bispo, participou de reunião no Senado Federal, com todos os presidentes das Assembleias Legislativas do Brasil, para discutir a Reforma da Previdência que está votação. No encontro, as Assembleias discutem a inclusão dos Estados e Municípios na PEC Paralela.

 

Luciano Bispo II

Duas reuniões ocorreram: uma com a presidente da Comissão de Constituição e Justiça da casa, senadora Simone Tebet (MDB-MS) e outra com o presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP). O debate é em torno da discussão do texto que prevê a adoção, por estados e municípios, das regras do regime próprio da previdência dos servidores da União, através da aprovação de lei ordinária.

 

“Juba & Lula” I

Sergipe é realmente um “paraíso”! O ex-governador Jackson Barreto (MDB), que deixou a gestão “muito bem avaliado” pelo povo sergipano, em entrevista ao radialista Narciso Machado, na FAN FM, se colocou como um “cabo eleitoral” para a reeleição do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) em Aracaju. Disse ainda que fica no MDB, pelo menos até as eleições municipais. Depois...

 

“Juba & Lula” II

Na entrevista, Jackson também fez a defesa irrestrita do ex-presidente Lula, julgado e condenado pela Justiça Federal e preso na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR). JB participa da vigília “Lula Livre”. Tão “religioso”, almoçou no Paraná com o “santo” Roberto Requião. Questionado sobre uma suposta tentativa de se reaproximar do PT, emendou: “não sou oportunista e nunca fiz política com oportunismo”.

 

Banese em baixa I

O deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB) anunciou que, segundo o Jornal Valor Econômico, no mais recente Ranking do Sistema Financeiro, a nota do Banco do Estado de Sergipe (Banese) baixou na avaliação da Agência de Classificação de Riscos graças ao recente declínio nos índices de capitalização do banco. A perspectiva de “estável” foi reduzida para “negativa”.

 

Banese em baixa II

“Essa mudança reflete aquilo que eu já tinha falado sobre a queda do patrimônio do Banco. Desceu a classificação por conta das obrigações decorrentes do passivo atuarial do qual o Banese é patrocinador. Quando eu disse isso, falaram que não procedia. E agora? Eu continuo sendo desatualizado! Estou fora do Banco há algum tempo, mas não sou burro! Eu sei ler e agora quero que o presidente do Banese conteste!”, desafiou o deputado.

 

Perdeu patrimônio

Zezinho Guimarães disse ainda que o Banese perdeu patrimônio em função de um passivo atuarial que “engoliu tudo”. “Agora ele (presidente do Banese) fica querendo diminuir as pessoas. Não querem ouvir o contraditório! Se acha o paladino do sistema financeiro, o dono da verdade. Conteste agora!”.

 

Georgeo Passos

Em aparte, o deputado Georgeo Passos (Cidadania) lembrou que durante a vinda do presidente do Banese na Alese, recentemente, o balanço do Banco já apontava para essa perda. “O presidente ficou irritado com os questionamentos do deputado Zezinho e agora o Jornal Valor Econômico anuncia essa péssima noticia para o Banese. Nós gostaríamos que a realidade fosse outra, mas há um direcionamento para quase todos os negócios com pessoas físicas, deixando de lado as pessoas jurídicas. Essa fragilidade pode, inclusive, atrapalhar a venda de ações do Banco como o governo previa. E talvez deixe para um momento posterior. Os deputados devem continuar atentos”.

 

‘Assessores lagartixas’

O deputado Capitão Samuel (PSC) parabenizou Zezinho Guimarães e o reconheceu como um “profundo conhecedor de ações relacionadas ao desenvolvimento do Estado”. O parlamentar disse que as pessoas não gostam de ouvir a verdade, mas apenas o que agrada. “Zezinho é muito contestado porque as pessoas estão acostumadas com ‘assessores lagartixas’ que só balançam a cabeça! O Banese teve um prejuízo de quase R$ 200 milhões quando foi para a Paraíba. O presidente disse aqui, recentemente, que agora vai para quatro Estados. Aí vai fechar de vez!”.

 

Sergás

Zezinho Guimarães também lembrou que foi muito criticado por ter feito cobranças no passado relacionadas à Sergas. “Hoje vejo o líder do governo, deputado Zezinho Sobral (PODE), com muita propriedade, falar da necessidade de se fazer uma auditoria no contrato que é igual ao feito em Santa Catarina (SC) e que já foi concluída com sucesso”.

 

‘Puxa-sacos’

“Isso já podia ser feito há uns três anos, mas o governador da época ficava ouvindo ‘puxa-sacos’ que só falavam o que ele queria ouvir. Hoje vejo Zezinho Sobral no caminho certo. Com um contrato arcaico que não rende nada! O lucro da Sergás foi de R$ 3 milhões! Eu li no balanço e esse dinheiro foi para reserva técnica. Para o governo só sobraram os impostos”, completou Guimarães.

 

Bomba!

Como Sergipe é “terra de muro baixo, onde todos se conhecem”, como bem define o ex-governador Albano Franco, comenta-se que no Ministério Público Estadual a articulação para a mudança no processo eleitoral interno já está dando o que falar. Existem rumores de promessas descumpridas e aliados insatisfeitos já ameaçando rompimento. Alguns membros, inclusive, na sinalizam que, em caso de mudanças nas “regras do jogo”, pretendem entregar os cargos. Tem cheiro de renovação no ar...

 

Exclusiva!

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) já respondeu a todos os questionamentos feitos pelo desembargador Luiz Mendonça sobre o imbróglio que tramita entre o retorno do conselheiro aposentado Flávio Conceição e o iminente afastado do conselheiro Clóvis Barbosa. Como antecipou este colunista, a tramitação do processo segue dentro da normalidade...

 

Alessandro Vieira

A polêmica da quarta-feira (12) foi o não cumprimento do senador Alessandro Vieira (Cidadania) às autoridades presentes Mesa, durante a solenidade em que a Assembleia Legislativa, através da deputada Kitty Lima (Cidadania) lhe concedeu o Título de Cidadão Sergipano. O “delegado gaúcho” poderia sim ter, pelo menos, feito um gesto cordial com o governador Belivaldo e o prefeito Edvaldo que, mesmo sendo seus adversários políticos, foram lá prestigiá-lo. Como também o presidente do Poder Judiciário.

 

Amorosa divina

Mas toda a celeuma pelo não cumprimento de Alessandro às autoridades, também não deveria sobressair a seu reconhecimento pela apresentação brilhante da sergipana Amorosa, filha de Itabaiana, que com sua música e sua voz, cantou e encantou a todos os presentes. Sua arte exposta é a mais perfeita valorização do “ser sergipano”. Uma “guerreira” no que faz. Digna de aplausos e cumprimentos...

 

Fafen e Petrobras

É preocupante, por demais, o risco de encerramento das atividades da Fafen em Laranjeiras e a “desocupação” dos prédios da Petrobras em Sergipe. Servidores estão sendo convidados a migrar para outros Estados.

 

Elber Batalha I

O vereador Elber Batalha (PSB) reclamou sobre o fechamento da sede da Petrobras em Sergipe. “Isso marca um dos maiores retrocessos da história econômica e social do estado dos últimos anos. A quantidade de contratos terceirizados, de  empregos indiretos, de investimentos em toda cadeia produtiva que aquele complexo gera é imenso e de suma importância” avaliou.

 

Elber Batalha II

Um outro aspecto negativo com a saída Petrobras de Sergipe é que atinge em cheio a rede hoteleira do estado, segundo Elber. “Grande parte dos hotéis de Sergipe são ocupados por engenheiros e técnicos que ocupam durante a semana a rede hoteleira, fazendo com que o turismo de negócio suplemente a ausência do turismo de lazer”, disse.

 

Êxodo

“O fechamento da Petrobras marca um verdadeiro êxodo de desenvolvimento e progresso de tudo que é bom que essa empresa trouxe para nosso estado. E, no momento em que se descobre em Sergipe uma das maiores reservas de gás do mundo é de se lamentar essa postura do Governo Federal”.

 

Ah, João Alves Filho!

Para defender a liberação de recursos federais para Sergipe, que estavam bloqueados pelo então presidente Lula por conta da campanha contra a interminável obra da transposição do Rio São Francisco no Nordeste, o ex-governador João Alves Filho (DEM) “parou”, literalmente, o Congresso: Senado e Câmara trancaram suas pautas de votação até que o Estado parasse de ser perseguido.

 

Galeguinho, galeguinho

Hoje em dia, com a Fafen praticamente fechando as portas, com a Petrobras deixando Sergipe e o governador Belivaldo Chagas apenas “assiste a tudo”! A vice ele mandou para Singapura, possivelmente em busca de um “remédio jurídico”! Não se vê uma contrapartida do governo sergipano contra os fechamentos. O “galeguinho” agora só tem olhos para um “negócio da China”...

 

Tá caindo tudo!

Bastou este colunista falar dos prédios públicos que estão “desabando” em Sergipe, para chegar mais uma informação: um leitor bem avisado revelou que, apesar da imprensa não ter tomado conhecimento, o teto do depósito da Secretaria de Estado da Fazenda, na Rua Acre também caiu. Será que esse “galeguinho” é vascaíno?

 

Cabo Amintas I

O vereador mais polêmico de Aracaju, Cabo Amintas (PTB), continua tentando recolher assinaturas de seus pares na CMA para instalar a CPI da Máfia dos Shows em Sergipe. Em entrevista ao radialista e deputado Gilmar Carvalho, na FM Jornal, Amintas anunciou que só conseguiu cinco assinaturas (com a dele) e que já determinou que sua assessoria monte um painel com as fotos de todos os vereadores que não assinarem a CPI. “Eu não sei por que essa turma tem tanto medo dessa investigação?”, questionou.

 

Cabo Amintas II

O vereador disse ainda que foi procurado por representantes de um artista nacional que, segundo ele, se apresentou em um município do interior sergipano e não recebeu pelo show. Gilmar Carvalho também estranhou a negativa dos vereadores de Aracaju em não querer investigar a Máfia dos Shows. O deputado disse que pretende fazer o mesmo procedimento na Assembleia Legislativa...

 

“Gratidão”

Este colunista agradece a todos os estudantes que o indicaram para receber o Prêmio VIP de Educação Superior Personalidade Destaque 2019, entregue pelo Jornal Coerente e pela Revista Educação Superior Nordeste, sob a gerência do radialista Márcio Prata. É o reconhecimento ao trabalho feito aqui neste espaço que tem a colaboração de muitos leitores. Não é fácil fazer jornalismo em Sergipe, mas este jornalista tem orgulho do que faz e procura se manter com dignidade, tentando colher os “frutos” em meio a tantas adversidades.

 

Gilvan Fontes

A preocupação deste espaço não é agradar ou desagradar, mas servir de fonte de informação ao povo de Sergipe. E para este colunista não há satisfação maior do que ser anunciado e receber o prêmio da “voz marcante” de Gilvan Fontes, uma referência no telejornalismo sergipano. Uma figura pública que, ao longo de tantos anos, dá uma importante parcela de contribuição ao nosso jornalismo. Um luxo para este colunista!

 

Bienal do Livro

O Agreste sergipano “respira” Cultura e Conhecimento até o próximo domingo (15) com a V Bienal do Livro, que está sediada no Shopping Peixoto, em Itabaiana. O Portal 93 Notícias, a FM Itabaiana e a Aperipê TV estão fazendo a cobertura do evento, junto com outras emissoras e veículos de comunicação. O evento, que já é a maior manifestação cultural do Estado, espera reunir cerca de 50 mil pessoas durante os cinco dias de programação.  

 

Alô Laranjeiras!

No próximo dia 5, a partir das 9 horas, o Diretório Municipal do Cidadania em Laranjeiras vai reunir filiados, apoiadores e simpatizantes para participarem do Congresso Municipal da Legenda. O evento será realizado na Câmara de Vereadores e diversas lideranças do partido no Estado já confirmaram presença, com destaque para os deputados estaduais Georgeo Passos, Kitty Lima e Samuel Carvalho. Serão recepcionados por Zé Budega e Dudu do Cartório.   

 

Alô São Francisco!

O pleno do TRE/SE negou o agravo regimental impetrado pelo vice-prefeito de São Francisco, Manoel Messias (Néo) e marcou para o próximo dia 17, a data da nova eleição no município. A chapa eleita em 2016 foi cassada pelo Judiciário. Isso tá virando moda em Sergipe...

 

Zezinho do Bugio I

O vereador Zezinho do Bugio aproveitou para chamar a atenção dos colegas parlamentares sobre a importância do ex-governador João Alves Filho para os avanços do Estado, principalmente, de Aracaju, no tocante as obras que realizou nas suas gestões. “Eu fico triste em não destacarmos nesta Casa o quanto este homem foi importante para Sergipe, inclusive, para a nossa cidade. Por onde a gente passa tem obras, como as avenidas Maranhão, Tancredo Neves; a nossa linda orla de Aracaju, o calçadão da praia formosa e tantas outras obras que representam e muito para o povo”, enumerou. 

 

Zezinho do Bugio II

Fazendo um breve relato pessoal, Zezinho expressou ainda o tempo em que teve a oportunidade de trabalhar de perto com o ex-governador, enquanto policial da ativa. “Quero deixar registrado aqui que eu tive a hora e o maior orgulho em trabalhar fazendo a segurança de João Alves, então, eu via de perto o amor que ele tinha por Sergipe e o desejo em ver o seu progresso. É isso que precisamos fixar na memória do povo”, falou.

 

Zezinho do Bugio III

“Eu fico muito triste em ver diversos discursos de direita ou esquerda, mas esquecem da importância que teve Dr. João Alves para os sergipanos. Falo isso, porque só damos reconhecimento quando o homem se vai. Está errado! Precisamos valorizar em vida. É pena ter que aguardar alguém partir para outro plano para homenagear alguém. Todos nós, vereadores, deputados estaduais e federais precisamos nos unir para um grande ato de homenagem”, completou o vereador. 

 

Acordo da Fachada I

“O maior beneficiado com este projeto será o pequeno e médio empreendedor, que são os maiores empregadores”. A afirmação é do diretor-conselheiro do Movimento “É de Sergipe”, Manoel Costa, ao se referir à proposta apresentada pela Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) sobre a taxa de fachada. Pela proposta, estão isentas diversas faixas e somente será cobrada para aqueles que desejarem ultrapassar os limites.

 

Acordo da Fachada II

Estiveram presentes, ainda, os representantes da Acese, Abrasel, CDL-Aracaju, Fecomércio-SE e Fórum Empresarial de Sergipe. “O prefeito atendeu o nosso pleito, no que diz respeito ao tamanho das fachadas, 50%, que beneficia um número maior de empresários”, disse Manoel Costa, ao lembrar, também, que a iniciativa e os argumentos do Movimento “É de Sergipe” sensibilizaram o prefeito Edvaldo Nogueira, que determinou a suspensão da fiscalização, notificações às empresas e o pagamento de multas.

 

Acordo da Fachada III

Manoel Costa explicou que, pela tabela, num espaço com 4 metros de largura, o empresário poderá usar dois metros quadrados para a comunicação (colocação do nome da empresa) ou até toda a fachada, que terá isenção. “Essa proposta atende a todos de maneira clara e precisa: melhora a distância da iluminação, o que antes não era permitido; a distância entre a publicidade e a parede, agora é de 20 centímetros e antes não nos permitia passar de sete centímetros”, explicou. O Poder Executivo vai elaborar um projeto de lei e, na segunda-feira (16), será enviado à CMA para ser apreciado pelos vereadores.

 

Samuel Carvalho I

O deputado estadual Samuel Carvalho (Cidadania) destacou o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio e se somou a necessidade de se promover o “Setembro Amarelo”. Ele voltou a registrar a iniciativa da Alese que cedeu um espaço para ajudar a promoção do serviço de telemarketing do CVV (Centro de Valorização da Vida) e alertou para o crescimento de casos de automutilação entre os mais jovens.

 

Samuel Carvalho II

Samuel Carvalho fez a exposição de um vídeo onde um jovem do Conjunto MARCOS Freire III, em Nossa Senhora do Socorro, faz um depoimento corajoso revelando que se automutilava para tentar suprir a perda de um parente. O jovem sugere que as pessoas que sofrem com depressão liguem para o 188 porque a doença tem cura. “Essa pessoa teve um sofrimento profundo ao perder uma pessoa próxima e encontrou outros jovens que o incentivaram e amenizaram um pouco a sua dor”.

 

Samuel Carvalho III

O CVV está disponível todos os dias e durante às 24 horas. Sempre vai ter um voluntário pronto para conversar, para ouvir”, disse. A ligação telefônica não tem duração estabelecida e o voluntário não vai julgar ou direcionar a conversa. Segundo o deputado, dados do CVV revelam que no Brasil são cerca de 11 mil ligações em média e de Sergipe há uma variação entre 130 e 140 ligações. “Temos 36 voluntários em Sergipe e qualquer um pode se somar, doando quatro horas de seu tempo por semana. É um trabalho continuo que já vem sendo feito desde outras legislaturas pelas deputadas Goretti Reis (PSD) e Maria Mendonça (PSDB)”.

 

Trabalho continuado

Por fim Samuel Carvalho disse que a cada 45 minutos uma pessoas no País comete suicídio e que Sergipe detém a maior taxa de registros por causas exógenas (intoxicação, envenenamento). “Não podemos tratar este tema apenas no mês de Setembro. É pauta para o ano todo na Alese! Uma vida faz diferença e só quem perde sabe a importância disso. A dor do outro também é nossa. O problema do outro é tão grande quanto o nosso. E não há nada melhor do que um abraço. Sem vida não se exerce a cidadania”.

 

Confiança I

A Assembleia Legislativa de Sergipe, atendendo a uma indicação da deputada estadual Janier Mota (PR), promoveu na manhã dessa quarta-feira (11), uma palestra para celebrar os 83 anos de história da Associação Desportiva Confiança, clube de futebol sergipano que, no último final de semana, classificou-se para a semifinal do Campeonato Brasileiro de Futebol em sua Série C e, consequentemente, o sonhado acesso para a segunda divisão do torneio nacional a ser realizado em 2020.

 

Confiança II

Convidados pela parlamentar, o presidente do clube, Hyago França, e o presidente da Federação Sergipana de Futebol, Milton Dantas, falaram para os deputados sobre os desafios para o clube obter o acesso para a Série B e já anteciparam a necessidade do apoio de todos para que o Confiança consiga representar bem o Estado no próximo ano. Ao fazer uma saudação especial para sua prima e deputada Maysa Mitidieri (PSD), Hyago destacou a importância do patrocínio da Plamed para o clube.

 

Desistência

“Quero dizer aqui que passamos momentos difíceis na presidência do Confiança e pensei em desistir. Desde o princípio sempre pensei em realizar este sonho de meu pai”, disse, emocionado, exigindo em plenário um vídeo registrando o Gol de empate do Confiança no jogo do último sábado (7), em Erechin (RS) e a festa da pequena torcida proletária que se deslocou para o Rio Grande do Sul para acompanhar a partida. “Queria dividir um pouco a emoção da torcida que percorreu mais de três mil km, ao gritos de vamos subir Dragão”.

 

Hyago França I

Hyago disse que seu pai sonhava em retornar à presidência do clube um dia e que aquele desafio lhe motivou a aceitar o desafio. “Cheguei em 2014 como vice-presidente financeiro. Tudo era uma novidade. Conseguimos colocar o time na Série C. Conquistamos dois títulos estaduais e batemos na trave em 2018. Esse ano investimos tudo para sermos campeões e não fomos. Imaginei que não conseguiria realizar o sonho de meu pai”.

 

Hyago França II

“Fui bombardeado pela imprensa e pelos nossos opositores dentro do Confiança. Pensei em pedir para renunciar, mas um dia após a derrota no estadual, o técnico Daniel Paulista me ligou, disse que íamos trazer jogadores pontuais, que íamos conseguir. Disse que não tinha dinheiro para pagar a folha. Enfrentamos os salários atrasados em alguns momentos e com duas derrotas logo no início aumentou a pressão em cima do treinador. Fomos até o final e as vitórias foram aparecendo”, completou o presidente do Confiança.

 

Felicidade

Hyago disse que por muito pouco o clube não ficou fora no último jogo da fase classificatória e só conseguiu graças a um “empate heroico” no Ceará. “Vencemos o Ypiranga aqui e lá em Erechim começamos perdendo. Mas a classificação veio para a felicidade de meu pai lá em cima e de toda a torcida proletária. Fomos recebidos ontem pelo prefeito Edvaldo Nogueira que já se manifestou sobre a importância para a capital a classificação do Confiança, gerando renda e potencializando o turismo da nossa capital”.

 

Apelos

Por fim o presidente fez um apelo aos deputados estaduais, que torcem ou não pelo Confiança, no sentido que se somem ao clube sergipano. “Acho que governo e oposição podem atuar juntos para que a gente consiga passar um bom tempo na Série B e depois para a divisão principal. Vimos o Ypiranga, um time do interior, com a marca do Banrisul em sua camisa. A gente espera o mesmo do Banese para que esse apoio possa fortalecer o nosso futebol”, disse, exibindo outro vídeo para registrar a multidão que esperava a delegacia do Confiança no Aeroporto de Aracaju, no domingo (8).

 

Milton Dantas

Por sua vez, o presidente da Federação Sergipana, Milton Dantas, registrou a conquista para o futebol do Estado com o acesso e que pela primeira vez um clube sergipano vai disputar a Série B através da classificação em campo. “Antigamente a fórmula era diferente. O critério técnico era a conquista do título estadual. O Confiança deve ser celebrado porque, em cinco anos, este grupo subiu para a Série C e agora foi para a Série B. Isso tendo a frente o presidente de clube mais jovem do País. Tenho orgulho de fazer parte da história do clube e do futebol sergipano como um todo”.

 

Desafios

Milton Dantas também registrou o patrocínio da Plamed para o clube que duas pessoas mereciam muito essa conquista: o presidente Hyago França e o diretor de futebol Ernando Rodrigues. “É muito difícil ser dirigente de futebol. Nós sabemos o que é o dia a dia do clube. Nossas famílias sabem o tempo que temos que abdicar. É comum colocarmos recursos próprios no clube. A Federação realiza sete torneios por ano com recursos próprios. Temos uma segunda divisão com 18 equipes, gerando cerca de 800 empregos. Temos uma competição Sub-17 que vamos iniciar com 35 equipes e um torneio feminino com 14 times da capital e do interior. Tudo isso é inclusão social”.

 

Delegações

Por fim, Miltinho reforçou a importância do Confiança chegar na Série B para Sergipe que estará sendo noticiado quase que diariamente em rede nacional. Falou que 19 delegações de outras equipes virão para o Estado em 2020, gerando recursos, aquecendo o turismo, recebendo clubes e torcedores.

 

Cobrança

“Até para a imprensa serão gerados mais empregos. Vimos em Erechin repórteres sergipanos que fizeram cotas para poder viajar! Esse grupo ficará para a história por este acesso e, na viagem de volta, presidentes de clubes da Série A já entravam em contato se colocando a disposição para ajudar, como Flamengo e Corinthians. É preciso o apoio de todos e garantir os investimentos necessários”, concluiu Milton Dantas.

 

Paulo Freire I

No marco da Campanha Latino-Americana e Caribenha em Defesa do Legado de Paulo Freire e com apoio de centenas de professores, alunos e técnicos da UEPA, Grupos de Pesquisa, SINDUEPA, DCE, Centros Acadêmicos, Coordenações de Curso, Departamentos Acadêmicos, CONCEN/CCSE e diversos Movimentos de Educação Popular do Estado do Pará, foi aprovada no Conselho Superior da UEPA, a concessão do título de doutor honoris causa ao Paulo Freire.

 

Paulo Freire II

Trata-se de uma vitória coletiva envolvendo muitas mãos e apoios, em homenagem ao Patrono da Educação Brasileira e agora também Doutor pela Universidade do Estado do Pará. Para a comunidade acadêmica, significa um ato que dignifica a Universidade que, ao prestar honraria a Paulo Freire, diz que não aceitará cerceamento ao pensamento crítico e à liberdade de expressão. Para o movimento em defesa do legado de Paulo Freire, este é mais um gesto que fortalece nossa luta pela Educação Popular, Pública, Gratuita e Democrática. 

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

 

 

  

 

 




Tópicos Recentes