18/08/2018 as 06:01

Ibope confirma DatAlô e Valadares Filho continua na pole

Política Online

Política
Por Junior Valadares
<?php echo $paginatitulo ?>

A Pesquisa realizada pelo Ibope em Sergipe entre os dias 14 e 16 de agosto,  confirmou o que recentemente  a  pesquisa realizada pelo Instituto DatAlô constatou, quando foi as ruas e mediu a preferência de 1206 eleitores em todo o estado. Na pesquisa, o DatAlô levantou o mesmo posicionamento dos candidatos na pesquisa publicada pelo IBOPE nesta sexta feira. A pesquisa do IBOPE, foi encomendada pela TV Sergipe afiliada da Rede Globo no estado, e comprova mais uma vez a liderança do candidato Valadares Filho na corrida sucessória ao governo do Estado de Sergipe. O levantamento divulgado pela TV Sergipe foi o primeiro do IBOPE depois da oficialização das candidaturas na justiça eleitoral. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.Foram ouvidos 812 eleitores de todas as regiões do Estado, com 16 anos ou mais. A pesquisa foi registrada no TRE-SE como o número: SE-02253/2018. O número de registro no TSE é BR-06887/2018. O intervalo de  confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

Na pesquisa o candidato Valadares Filho (PSB), liderao a avaliação como 23%, seguido pelo senador Eduardo Amorim (PSDB) com 17%, o governador Belivaldo Chagas (PSD) candidato a reeleição está com 12%, Dr. Emerson com 5%, Mendonça Prado 3%, João Tarantela, Marcio Souza e Milton Andrade apareceram com 1%. Gilvani Santos não foi votado. Branco/nulo 28%. Não sabe 9%. Na espontânea da pesquisa Ibope, em que o pesquisador pergunta ao eleitor em quem ele vai votar, sem apresentar o nome dos candidatos, o resultado foi  o seguinte: Belivaldo Chagas (PSD) 8%, Eduardo Amorim (PSDB) 8%, Valadares Filho (PSB) 6%, Dr. Emerson (Rede) 1%, Mendonça Prado (DEM) 1%, João Tarantela (PSL), Marcio Souza (Psol), Milton Andrade (PMN), Sivani Santos (PSTU) e outros 3%. Brancos e nulos 31%, não sabe 42%. O Ibope também mediu a rejeição dos candidatos, onde o eleitor diz em quem não votaria de jeito nenhum para Governar o Estado: Eduardo Amorim – 36%, Valadares Filho – 24%, Mendonça Prado – 23%, Belivaldo Chagas 22%, João Tarantela – 17%, Dr. Emerson – 11%, Marcio Souza – 11%, Milton Andrade – 11%, Gilvan Santos – 10%. Poderia votar em todos – 4% e não sabe – 19%. A pesquisa mostra também que o Governo atual de Belivaldo Chagas tem uma aprovação de 33% dos eleitores entrevistados. O percentual de aprovação reúne os eleitores que acham o Governo “ótimo” ou “bom”. Os que desaprovam o Governo são 50%, segundo a pesquisa do Ibopes. Esses são os que consideram o Governo “ruim” ou “péssimo”.

SENADO

A pesquisa do Ibope divulgada nesta sexta-feira,  aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o Senado em Sergipe:

  • Valadares (PSB): 28%
  • André Moura (PSC): 21%
  • Jackson Barreto (MDB): 16%
  • Rogério Carvalho (PT):12%
  • Professora Sônia Meire (PSOL): 9%
  • Delegado Alessandro Vieira (Rede): 7%
  • Pastor Heleno (PRB): 7%
  • Professor Jossimário Mick (PSOL): 4%
  • Adelson Alves (Patriota): 3%
  • Cadu Silva (PSL): 2%
  • Henri Clay (PPL): 2%
  • Reynaldo Nunes (PV): 2%
  • Clarckson Messias (PSTU): 1%
  • Branco/ Nulo - Vaga 1: 27 %
  • Branco/ Nulo - Vaga 2: 36%
  • Não sabe: 24%

O candidato Betinho (PMB) não costa neste levantamento, pois no momento do registro da pesquisa, não havia informações sobre a oficialização de sua candidatura. Na modalidade espontânea da pesquisa Ibope (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

  • André Moura (PSC):5%
  • Valadares (PSB): 5%
  • Jackson Barreto (MDB): 4%
  • Pastor Heleno (PRB): 2%
  • Rogério Carvalho (PT): 2%
  • Delegado Alessandro Vieira (Rede): 1%
  • Henri Clay (PPL): 1%
  • Adelson Alves (Patriota): -
  • Clarckson Messias (PSTU): -
  • Professor Jossimário Mick (PSOL):-
  • Reynaldo Nunes (PV): -
  • Professora Sônia Meire (PSOL): - 
  • Cadu Silva (PSL): - 
  • Outros: 5%
  • Branco ou nulo: 38%
  • Não sabem: 53%

 

ELEGIVEL

O processo de Rogério que está em andamento no STJ (Superior Tribunal de Justiça) ainda *NÃO TEM UMA DECISÃO FINAL*. As movimentações jurídicas são normais ao processo, apesar disso, há especulações sobre a elegibilidade de Rogério, e que *são apenas ESPECULAÇÕES*.O processo *NÃO envolve lesão aos cofres públicos, nem enriquecimento ilícito*, portanto *Rogério SE ENQUADRA COMO UM CANDIDATO FICHA LIMPA*.Sobre a *ELEGIBILIDADE*, só são inelegíveis aqueles que foram condenados à suspensão dos direitos políticos com decisão transitada em julgado por ato doloso de improbidade administrativa que resulte em lesão ao patrimônio público, e enriquecimento ilícito, que *NÃO É O CASO DE ROGÉRIO*.Por causa das especulações da imprensa sobre a situação política de Rogério, o candidato ao Senado do Partido dos Trabalhadores Rogério Carvalho vem à público, através da assessoria jurídica dele, esclarecer que *ele é SIM CANDIDATO*, que *juridicamente está ELEGÍVEL* e é *FICHA LIMPA*. Ascom

PROMESSA

Candidato ao Governo do Estado pela coligação “Coragem para mudar Sergipe, o senador Eduardo Amorim (PSDB) iniciou sua campanha eleitoral, dando entrevistas. O candidato apresentou suas propostas para melhorar a situação do Estado em diversas áreas. Segundo Eduardo, é preciso devolver a dignidade aos sergipanos. “Quero ser o instrumento para promover as mudanças que o estado precisa. Por isso nosso lema é coragem para mudar Sergipe. Estou pronto, preparado e determinado para esse desafio. Vamos zelar pela coisa público”, salientou.Eduardo ressaltou que conhece o momento difícil pelo qual passa Sergipe e que a situação é pior que há quatro anos. “Infelizmente, a mentira venceu em 2014. Considero que quem perdeu não foi só eu, mas todos os sergipanos. Entretanto, venho acompanhando tudo isso, estudei cada área e, tenham certeza, estou com coragem de sobra para mudar essa realidade. Vamos fazer o melhor governo da história recente de Sergipe”, afirmou.

QUEBRADO

O candidato a deputado federal e filho de vaqueiro, Manoel Messias Sukita Santos, o popular Sukita (PTC), parece mesmo que quebrou. Sukita apresentou ao Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE), declaração informando que possui R$55.122,38 em bens. A maior parte desse valor é dinheiro em depósitos em contas corrente e poupança. O  curioso é observar que o patrimônio do ex-prefeito da cidade de Capela, região norte de Sergipe, parece que evaporou em 10 anos. Nas eleições de 2008, quando concorreu à prefeitura, Sukita declarou ter R$ 1.748.706,33 em bens, sendo que desse valor ele informou ao TRE-SE que R$ 1.448.000,00 estavam em mãos. Advogado custa caro, Sukita quebrou.

CONTESTADAS

O Diário da Justiça do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já publicou edital com os pedidos de registro de todos os 13 candidatos à Presidência da República. A partir da data de publicação, abre-se prazo de cinco dias para que candidatos e coligações adversárias, bem como o Ministério Público Eleitoral (MPE), entrem com impugnações (contestações) contra as candidaturas.
Ao menos dois candidatos – Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) – já tiveram suas candidaturas contestadas no TSE.

CAFÉ COM DEBATE

Os nove candidatos a governador de Sergipe confirmaram presença na primeira sabatina promovida pelo Café com Debate, evento que já se consolidou no calendário do Estado por promover discussões sobre temas que estão na pauta nacional e local. A sabatina, organizada pela jornalista Katia Santana e pela radialista Magna Santana acontecerá na próxima quarta-feira (22), às 19h, no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Aracaju, localizada à Rua Santa Luzia, 571, bairro São José. “É um espaço democrático, onde todos os candidatos independentemente de densidade eleitoral, poderão expor as suas idéias para os sergipanos”, disse Katia Santana, ressaltando que o intuito é garantir que todos tenham a chance de apresentar as suas intenções e propostas para gerir o Estado, a partir de janeiro de 2019.

MARIA DA PENHA

A Lei Maria da Penha completou doze anos no dia 7 de agosto e o tema violência contra a mulher parece nunca ter sido tão atual. O aumento diário no número de assassinatos de mulheres vem alarmando governantes das três esferas e não passa despercebido de Silvia Fontes candidata a vice-governadora do estado de Sergipe, na chapa de Valadares Filho. Pesquisa da Organização Mundial de Saúde revela que, de 2006 a 2010, o Brasil está entre os dez países com maior número de homicídios femininos. Esse dado é ainda mais alarmante quando se verifica que, em mais de 90% dos casos, o homicídio contra as mulheres é cometido por homens com quem a vítima possuía uma relação afetiva, com frequência na própria residência das mulheres.  Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, em 2016 foram assassinadas em Sergipe 36 mulheres. Em 2017 esse número aumentou para 69. Para Silvia Fontes “há que se destacar ainda como violência contra as mulheres os ataques de natureza sexual, a exemplo do estupro, bem como a violência moral, no trabalho e psicológica como humilhação, constrangimento, perseguição, ameaças, isolamento, insultos e chantagem”.




Tópicos Recentes