16/06/2018 as 05:53

Xô Satanás

Parece que o Demo embarcou na nave comandada pelo PSDB

Política Online

Política
Por Junior Valadares
<?php echo $paginatitulo ?>

Parece que o Demo embarcou na nave comandada pelo PSDB sergipano, que tenta pousar no Palácio Adélia Franco, antes mesmo de decolar. Ontem, a executiva estadual do PPS esteve reunida e decidiu que se os compromissos assumidos pela dupla PSDB & PSC não forem cumpridos, o partido  poderá deixar o bloco comandado pela dupla. Segundo o presidente do PPS em Sergipe, Clóvis Silveira, ficou acertado que o partido teria a vaga de vice governador ou a primeira suplência de André Moura (PSC), pré candidato ao senado federal. “Se não for cumprido o acordo a coligação fica inviabilizada, disse Clóvis Silveira. O presidente disse ainda que, já solicitou uma reunião com o pré-candidato a governador, senador Eduardo Amorim (PSDB) e está aguardando confirmação, “mas que deve acontecer, acredito, até segunda-feira (18)”. Silveira afirmou que  durante a reunião foi discutida a migração da legenda para apoio ao pré-candidato à reeleição, governador Belivaldo Chaga (PSD), ou ao deputado Valadares Filho (PSB), que também tentará o Governo: “mas não optamos no momento por nenhuma”.

Já o outro parceiro da dupla, o PRB, jogou lama no ventilador. O pré-candidato ao senado Heleno Silva (PRB), fez duras críticas ao presidente Michel Temer aliado de André Moura, por sua falta de atuação em Sergipe e por deixar de lado projetos importantes para o estado. Segundo Heleno, a BR-101, no trecho entre Laranjeiras e Propriá, interligando os estados de Sergipe e Bahia está esquecida pelo Governo Federal. Heleno criticou o governo  com relação ao cancelamento e bloqueio do Bolsa Família de mais 30 mil famílias no Estado. Ainda segundo Heleno, os programas sociais foram abandonados pelo Governo Federal e pessoas que necessitam do auxílio do governo,  estão passando por extrema dificuldade. Além do Bolsa Família, existe o Programa Garantia Safra, que é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar nos estados do Nordeste e Norte do Brasil e disse “Temer esqueceu Sergipe, o sergipano não apóia Temer, ele  é uma tragédia para Sergipe e para o Nordeste”, criticou o pré candidato. Será que vai dar xabú?

Esqueceram de mim

Heleno disse ainda, que o cancelamento e bloqueio do Bolsa Família de mais 30 mil famílias no Estado, causa um problema que além de retirar o meio de subsistência de boa parte da população carente, tem afetado a economia local.“Temer esqueceu Sergipe. Os programas sociais foram abandonados pelo Governo Federal e pessoas que necessitam do auxílio do estão passando por extrema dificuldade.

Negado

Além do Bolsa Família, existe o Programa Garantia Safra, que é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar nos estados do Nordeste e Norte do Brasil e tem como beneficiários os agricultores que possuem renda familiar mensal de, no máximo, 1,5 (um e meio) salário mínimo e que plantam entre 0,6 e 5 hectares de feijão, milho, arroz, mandioca, algodão. Esse programa foi negado pelo presidente e quase 20 mil sertanejos não receberam o auxílio, que é essencial para a manutenção da safra em nosso estado”, ressaltou, o pré-candidato.

Buuuuuuuuuuuuuuuuuá

Quem reapareceu na mídia foi  o ex-prefeito de Capela, Ezequiel Leite (PR). Ezequiel chamou a atenção dos órgãos fiscalizadores para o “caos” instalado em Capela. Segundo ele, nem os serviços básicos estão sendo prestados a contento e a população continua sendo prejudicada, ficando a mercê de uma “grande farsa”, sem a menor assistência do poder público. “O desemprego é grande, a violência é assustadora e o povo de Capela está passando fome!”

Marketing

Ezequiel desabafou e aproveitou o ombro amigo do jornalista Habacuque Villacorte (sou fã) e disse: “tudo nessa gestão é uma farsa! É apenas marketing e nada mais! Há meses que na prefeitura só se fala nos festejos de São Pedro, mas os fornecedores e prestadores de serviços do município estão sem receber. O povo de Capela era feliz e não sabia! A cidade perdeu a paz, a regularidade nas finanças, a ética com o erário público e voltou a ser um caso de polícia! Tudo o que as pessoas ouvem sobre a administração tenham certeza que é uma farsa! Capela se casou com o caos! E quem achar que eu estou criticando por criticar, que visite o município e converse com as pessoas. O povo vai se manifestar!”, completou o ex-prefeito.

Esperançoso

O vereador Elber Batalha (PSB) demonstrou estar esperançoso em obter resultados positivos das investigações da CPI do Lixo. “Eu elenquei pontos de investigação, que precisam ser aprofundados. Cabe ao relator com base nas minhas ponderações e no que ele se convencer apresentar o libelo que vai ser um resumo da investigação que se afunila a confecção do relatório. Ainda segundo Elber, se forem acolhidas pelos colegas da CPI em especial pelo relator que é o vereador Manoel Marcos, que possamos adentrar nessas duas linhas de investigação: superfaturamento de contratos de 2010, as fraudes nas pesagens e uma averiguação dos contratos de lixo sanitário”,

Na corda bamba

O prefeito de Lagarto Valmir Monteiro, os secretários Anderson Souza de Finanças, Floriano Fonseca da administração e o administrador do Matadouro Municipal Eronildes de Carvalho estão na corda bamba. O Ministério Público de Sergipe ajuizou Ação Civil Pública pedindo o afastamento de todos os gestores. A Ação Civil Pública assinada pelo MP afirma que o prefeito Valmir Monteiro entregou "o matadouro municipal de Lagarto à pessoa de Eronildes Almeida de Carvalho, seu amigo de longas datas e correligionário político, a fim de que este o explorasse em benefício próprio".




Tópicos Recentes