04/04/2018 as 17:23

Relacionamento abusivo: saiba como identificar os sinais

Descubra se você ou alguém próximo está em uma relação abusiva Conversa Íntima Por Stephany Elza

Conversa Íntima

sexualidade, psicologia
Por Stephany Elza
Foto: (Social Bauru).<?php echo $paginatitulo ?>

Todas as pessoas que já tiveram a oportunidade de vivenciar um relacionamento sabem da existência de altos e baixos, momentos bons e ruins ao lado da pessoa amada, e que é preciso existir uma parceria para superar cada fase turbulenta. Porém, não são todos os casais que conseguem continuar uma relação de forma saudável, e não é raro que os conflitos acabem estimulando uma convivência estressante e perigosa para uma das partes.

E é justamente nestes casos, que surgem os chamados relacionamentos abusivos. A diferença de um relacionamento considerado normal e relacionamento abusivo ou “tóxico” pode ser notado facilmente por quem está do lado de fora da relação, mas para quem vive o relacionamento não é tão simples perceber os sintomas. Em alguns casos, as vítimas só identificam a relação como abusiva após algum tempo do término da mesma.

No início tudo é lindo, tudo são flores e o enredo é de um belo romance. Mas, depois começam a aparecer de modo sutil os primeiros sinais de agressividade que vão evoluindo aos poucos na busca do controle do comportamento do outro.  Acaba se tornando muito comum ouvir coisas como: “Você não deve vestir tal roupa!”; “Você não dever ir pra tal lugar sem mim!”; “Você não precisa de maquiagem, está querendo chamar a atenção de quem?!”

Os ciúmes são usados como pretexto para impor condições e limites à convivência da vítima, e em muitos casos leva a vítima a se afastar de seus familiares.

Um dos sinais seguintes é a violência moral/psicológica, que acontece através de brigas em que o abusador fará com que a vítima se sinta culpada por erros acometidos pelo outro, induzindo ela a duvidar de sua própria sanidade mental.  Frases como “Você parece uma louca agindo assim” e “Eu sou o único que aguenta estar perto de você” se tornam comuns.

O ponto mais grave do relacionamento abusivo, no entanto, é sem dúvida, a prática de violência sexual e física. O agressor, não raramente, força o companheiro (a) a ter relações sexuais, e caso venha a ser contrariado reage com o agredindo de diversas formas - aliás, é importante ressaltar que a destruição ou o dano a algum documento ou objeto da vítima já é considerado uma violência patrimonial.

O relacionamento abusivo é fortemente marcado por desconfiança, mentiras, submissão de uma das partes, ciúmes excessivos, baixa autoestima da vitima e às vezes até por chantagens emocionais. E ainda que isso tudo pareça ruim para quem está de fora (e realmente é ruim), quem decide permanecer nessa relação muitas vezes não consegue fugir dela, pois o abusador se mostra para vitima como uma “divindade”, alguém perfeito e insubstituível.

Se você conheça alguém nessa condição ajude de forma delicada, mostrando ser possível se relacionar com outras pessoas que podem expressar muito mais amor. É importante demonstrar que o atual parceiro não é a única pessoa com quem ela pode estabelecer um relacionamento. Ao longo da vida, haverá outros relacionamentos e novas experiências.

Por outro lado, caso você se identifique como vítima nessa situação, busque ajuda de seus amigos e familiares, com certeza eles te amam e estarão ao seu lado, quando você precisar de algum tipo de auxílio.

Todas essas formas de violência, seja moral, psicológica, sexual, patrimonial ou física, podem ser enquadradas na Lei Maria da Penha. Não se omita, denuncie caso note que há necessidade. A grande maioria dos casos de abuso é de homem para mulher, como foi mostrado nos exemplos acima, porém pode acontecer da mulher também violentar o homem, ou de um companheiro agredir outro em uma relação homoafetiva.

Enfim, ninguém está a salvo de sofrer com esse problema, então proteja sua vida e a vida de quem você ama, ninguém merece passar por isso.

 

 

Psicóloga Stephany Elza – CRP: 3224
79-998269301
stephanyelza@hotmail.com




Tópicos Recentes



Vs 1