30/04/2018 as 06:17

O tamanho da caneta e do governo do Galego

Política Online

Política
Por Junior Valadares
<?php echo $paginatitulo ?>

Todos sabem que o mandato do governador Belivaldo Chagas (PSD), é um mandato de tiro curto, o Galego tem mais ou menos três meses de governo, mais três de campanha e mais dois para arrumar a casa para ele próprio ou para o futuro governador do estado, ele sabe disto. Tanto sabe que ao eleger a sua primeira prioridade do seu governo, buscou a saúde para tentar mudar completamente a cara da gestão. Quando assumiu o governo, Belivaldo deu o tom, a visita ao HUSE foi cantada em prosa e verso por assessores palacianos, que de uma forma ou de outra tentavam agradar ao novo chefe, logo após, o Galego reuniu em seu gabinete a direção do Hospital de Cirurgia e o novo diretor do Hospital de Urgência de Sergipe Dr. Darcy, para tentar resolver de vez o problema crônico das  filas de cirurgias no estado, criado desde o ano passado quando o Hospital de Cirurgia ficou sem receber o repasse dos recursos da saúde por parte da Prefeitura de Aracaju, durante três meses.

Neste final de semana, após cumprir extensa agenda de trabalho no interior. Belivaldo deu o xeque no intrigado tabuleiro da Saúde no estado, visitou o Hospital de Cirurgia e colocou aquela casa de saúde para trabalhar. Com este gesto, o novo governador disse para que veio, buscou informações antes e quando teve o seu juízo de valor firmado, solucionou o problema, e já no sábado, o Hospital voltou a operar. O Hospital de Cirurgia é uma instituição quase que centenária, tem uma vital importância para a saúde do estado, é uma referencia de média e alta complexidade em Sergipe e não poderia mais sofrer por causa de sentimentos políticos deste ou daquele “chefe”, que impunha a sua vontade e não repassava os recursos necessários para o bom funcionamento do Hospital. Segundo o governador, “o Hospital Cirurgia é uma peça fundamental na engrenagem do sistema de saúde de Sergipe. Se ele não funcionar trava tudo. Fiz essa reunião para buscar a solução definitiva desse problema. A população não pode ficar sofrendo desse jeito. Não vou aceitar”, disse Belivaldo. O tamanho da caneta do governador, vai dar o tom do novo governo.

Resultados práticos

Com esse compromisso assumido, as cirurgias foram retomadas no Hospital Cirurgia e o HUSE já transferiu vinte pacientes para realizarem suas cirurgias. O superintendente do HUSE, Darcy Tavares que participou da reunião no Cirurgia, está trabalhando para que no decorrer da semana esse fluxo seja intensificado, resolvendo o problemas das filas para cirurgias. “Essa medida resolutiva do governador Belivaldo Chagas vai permitir que possamos resolver o atendimento dessas pessoas que sofrem aqui nos corredores e que não tinham perspectiva de realizar suas cirurgias. Esse trabalho integrado é bom para todos, HUSE, Hospital Cirurgia, mas principalmente, para o povo sofrido que vai ter seu problema resolvido”, afirmou Darcy.

Dupla dinâmica

Quem começou a andar como Batman e Robin na política sergipana foram os dois pré-candidatos ao senado federal André Moura (PSC) e Heleno Silva (PRB). Os dois sem a presença do provável candidato ao governo Eduardo Amorim (PSDB). Fizeram uma caminhada animada na feira de Itabaiana. Heleno disse que atendeu ao convite do prefeito Valmir de Francisquinho (PR).

Trabalho e eficiência

Em artigo publicado na imprensa o deputado federal André Moura (PSC), líder do governo Temer no Congresso Nacional, disse que leva muito a sério a máxima do trabalho como agente dignificador do homem! “Quem trabalha duro não tem tempo para promover desavenças, requentar lamúrias ou fabricar fofocas nas redes sociais da Internet. O foco de quem produz algo responsável e necessário socialmente está nos bons resultados. Neste sentido, materializo diariamente a meta a mim mesmo estabelecida de fazer um mandato parlamentar cada vez mais produtivo, em busca de alcançarmos um Sergipe mais forte”. Danado o líder.

PPS deve eleger Machadão

Um animado Clóvis Silveira presidente estadual do PPS em Sergipe, afirma veementemente que pode eleger dois deputados federais nas eleições deste ano. Clovis com este pensamento atira para cima, mas sabe, que deve mesmo eleger um representante do seu partido para a câmara federal Aí aparece o ex-vice prefeito de Aracaju Zé Carlos Machado, que tem gastado sola de sapato e conta com o apoio de Clóvis para representar Sergipe no Congresso Nacional.

Assaltantes de cofres públicos

O deputado federal Valadares Filho disse que “existem bons políticos e será com esses que iremos dialogar, os ruins, que não pensam no povo, e sim, em assaltar os cofres públicos, faço questão de colocá-los como oposição ao nosso futuro governo. Vote consciente, procure saber se o seu candidato é ético e se tem uma história limpa e sem máculas de processos judiciais. E lembre-se sempre: a maior punição para um político corrupto, além da prisão, é perder a eleição!” disse em tom de campanha o deputado.

Sergás

O deputado federal Laércio Oliveira (PP) é quem vai indicar o novo presidente da Sergipe gas S/A (Sergas) que substituirá ao ex-prefeito Wellington Paixão (MDB), seu atual presidente. O governador Belivaldo Chagas (PSD) conversou com Paixão e avisou que tinha novos planos para a Sergás, e que o novo presidente seria uma indicação do Partido Progressista.




Tópicos Recentes