16/05/2018 as 07:13

PSDB & Cia lançam chapa na sexta, 18

Após várias idas e vindas o senador Eduardo Amorim (PSDB), confirmou para esta sexta feira 18, o anuncio da chapa que irá disputar as eleições de 2018

Política Online

Política
Por Junior Valadares
<?php echo $paginatitulo ?>

Após várias idas e vindas o senador Eduardo Amorim (PSDB), confirmou para esta sexta feira, 18, o anúncio da chapa que irá disputar as eleições de 2018. O evento ocorrerá na sede estadual do PSDB em Aracaju, a partir das sete e meia da manhã. Após vários cancelamentos (a cerimônia foi marcado e desmarcado varias vezes), desta vez o senador garantiu que vai haver o anúncio e a dupla Eduardo e André devem tornar pública a chapa majoritária que irá concorrer nas eleições.

Ontem a tarde, conversei com o senador que adiantou a chapa que será formada por ele (Eduardo) como candidato ao governo do estado, o deputado federal André Moura (PSC) e Heleno Silva (PRB), como candidatos ao senado federal. Ainda segundo o senador, o candidato a vice-governador da chapa será anunciado por ele em outra ocasião. Ainda não há confirmação se o PRB estará de corpo e alma envolvido na campanha de Eduardo. 

Nervosos e arrepiados

O senador Valadares (PSB) disse ontem que seus adversários andam nervosos com a possibilidade dele disputar as eleições de 2018. Segundo o senador,  se ele não for candidato ao Senado será melhor ir pra casa, “como desejam alguns dos meus possíveis concorrentes, que adorariam minha saída, até para uma disputa a deputado federal, para comprarem o terno da posse. Eles estão sim nervosos e arrepiados com o meu silêncio e não estão nem aí pra eleger um governador com vontade de tirar Sergipe do buraco. Só pensam no Senado e eu poderia ser, conforme temem, um sério obstáculo às suas pretensões. Mas aconselho, antes de comprarem terno, consultem o povo”.

Cunho eleitoreiro

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB), utilizou a tribuna do Senado Federal para protestar contra a aprovação do PLN 4/2018, pelo Congresso Nacional,  com o cancelamento de R$ 3 bilhões dos recursos do Orçamento, que haviam sido aprovados. Segundo o senador,  “ os  recursos foram desviados por exemplo do canal de Xingó, inviabilizando o seu início, e da saúde para a cultura (R$ 25 milhões) para a realização de festas de cunho eleitoreiro neste período de São João, e publicidade do governo”, disse o senador.

Não a Belivaldo

O pré-candidato a governador Mendonça Prado (DEM), disse ontem que dirá Não ao governador Belivaldo Chagas quando for convidado para integrar a coligação comandada pelo PSD nas eleições 2018. “De onde surgiu essa conversa? Não existe nenhuma possibilidade, a nossa pré-candidatura é irreversível. Estamos organizando o DEMOCRATAS, não temos pressa, não existe nada definido, a campanha só começa em agosto, para o atual governador se ele nos procurar, vai ter um não como resposta”, disse Mendonça.

Oposição no quintal

Quem quiser que pense que o líder do governo federal André Moura (PSC), tem vida fácil na política, tanto é, que em Japaratuba, cidade que tem sua esposa Lara como prefeita municipal, André enfrenta forte resistência na câmara municipal. O vereador Ronaldo da Sapucaia, se articula com a oposição municipal para não cumprir um acordo político costurado por André e se manter presidente até o final da atual legislatura. Vou lembrar à Diva, meus sais please.

Almeida na CPI

O ex-secretário de estado da Saúde do estado Almeida Lima (MDB), foi convocado pela CPI da Saúde, que investiga os contratos entre os hospitais filantrópicos e a Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA). A CPI aprovou requerimento do vereador Jason Neto (PDT), que justificou a sua convocação pelo fato do ex secretário ter espalhado nas redes sociais a informação de que enviou ofício para a CMA e para Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), se colocando à disposição para esclarecimentos. As oitivas iniciarão na próxima segunda-feira, 21, nesse dia serão ouvidos os membros da diretoria do hospital São José. A presença de Almeida Lima ainda não tem data marcada.

Faz de contas

A administração de faz de contas do município de Tobias Barreto comandada pelo prefeito Diógenes Almeida (MDB), parece que continua administrando o município na base das histórias de faz de contas. O vereador  JUNIOR CISNEIROS-PT, fez uma radiografia atual que a gestão do atual prefeito vem transformando o município no abismo, no caos e abandono que se estabeleceu, seja em relação ao atraso de pagamento de funcionários, ruas, avenidas e praças, sujas e abandonadas, além de campos de futebol que estão servindo como criatório de animais.

 




Tópicos Recentes