26/05/2018 as 06:30

Decreto de emergência

O governador Belivaldo Chagas (PSD), realizou nesta sexta feira uma reunião de emergência com todo seu Staff

Política Online

Política
Por Junior Valadares
<?php echo $paginatitulo ?>

O governador Belivaldo Chagas (PSD), realizou nesta sexta-feira uma reunião de emergência com todo seu Staff e decretou situação de emergência  no Estado de Sergipe. O decreto permite ao governo tomar as providências necessárias que garantam o fornecimento de serviços essenciais, como de Saúde e de Segurança Pública. “Com esse movimento de greve dos caminhoneiros no País, e com a falta de definição por parte do governo Federal, para que de uma vez por todas esse problema fosse resolvido, existe nossa preocupação com o desabastecimento de combustível e alimentos, por exemplo, que podem acontecer aqui no estado. Tenho me comunicado com outros estados da federação, contatado outros governadores, principalmente do Nordeste, e todos também têm manifestado preocupação. Por conta disso, nós resolvemos fazer essa reunião de emergência, para que as secretarias diretamente ligadas ao atendimento essencial à população, a exemplo da SSP com as suas viaturas, possam atuar de maneira eficaz”, explicou o governador.

Medida acertada a do Galego, o estado agora pode atender os serviços essenciais, mas em caso de persistência da greve após a próxima segunda-feira (28), outras medidas ainda serão tomadas, principalmente por causa de contenção de gastos e para que não falte combustível, para setores essenciais como Saúde e desabastecimento  para o povo sergipano. O decreto assinado ontem, passa a valer após a sua publicação do Diário Oficial, podendo ser suspenso a qualquer momento ou ainda ser transformado em decreto de Estado de calamidade pública. O decreto concede poder à Polícia e às secretarias para solicitar insumos, através de ofício, às empresas fornecedoras de produtos como gás, combustível, alimentação e o que mais se fizer necessário para garantir o fornecimento aos serviços básicos. “Decidimos pela suspensão das aulas na segunda-feira (28), independente do que venha acontecer no final de semana. Se persistir essa situação, a partir da segunda a gente vê a possibilidade de continuar com a suspensão ou não na rede estadual. O Decreto Emergencial automaticamente nos dá condições de, se preciso for, garantir o abastecimento de qualquer posto de combustível, para que os serviços essenciais continuem sendo ofertados à população. Por exemplo, as viaturas da polícia, de um modo geral, precisam continuar circulando. As ambulâncias, em especial as ambulâncias do Samu, precisam estar a postos para atender a população, bem como precisa ser garantido combustível para os geradores de unidades de saúde e transporte de alimentação de pacientes. Então, se necessário for, exigiremos combustível em qualquer posto para garantir o serviço essencial à população”, destacou o governador Belivaldo Chagas.

Enquanto isto

O prefeito de Aracaju Edvaldo Nogueira o popular Foguinho Zabumbeiro (PCdoB), participava alegre e festeiro do seminário que o Ministério da Cultura promovia em um dos hotéis da orla. Enquanto o governador está preocupado e tomava medidas emergenciais para tentar conter a crise de desabastecimento no estado Foguinho e a sua galera  preparavam o Forró Caju. Só faltou a Zabumba do prefeito e o deputado Mamona do paletó amarelo. Haja pé, pé, pé.

Pegou para Foguinho

A juíza Hercília Maria Fonseca Lima Brito, da 12ª Vara Cível, foi favorável à ação popular, ajuizada pelos servidores públicos Hebert Pereira, que integra o Movimento Atitude Sergipe (Mova-se), e Matheus Fraga Correa, que faz parte do Movimento Acredito,  contra a Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) e o gestor, Edvaldo Nogueira. A medida exige que a lista de servidores efetivos e comissionados no Portal da Transparência do município seja atualizada e constando remunerações e subsídios recebidos pelo servidor. A PMA tem agora dez dias para cumprir a determinação judicial.

Tapando o Sol com a peneira

O popular prefeito de Aracaju Foguinho Zabumbeiro, tenta ainda dar uma de João sem Braço quando o assunto é o seu apoio político para as eleições de 2018. Perguntei ao prefeito ontem, se ele iria estender a parceria administrativa que tem com o líder do governo André Moura (PSC), para o campo político e ele mais uma vez deu uma de Mané ou João, dizendo que nunca conversou com o cristão André sobre política. Eitxa Foguinho danado!

Santo Agostinho

Conversei com o senador Eduardo Amorim (PSDB) ontem no Seminário da Cultura. Eduardo disse mais uma vez que está “preparado, motivado e determinado, sonhando, mas com os pés nos chãos para a disputa do governo do estado”. Me disse também que Santo Agostinho dizia que a “esperança tinha duas filhas a indignação e a coragem, vou para a disputa com estas duas filhas ao meu lado”, disparou o senador.

Forças federais

O governo federal autorizou o uso de forças federais de segurança para liberar as rodovias bloqueadas pelos caminhoneiros caso as estradas não sejam liberadas pelo movimento. O anúncio foi feito pelo presidente Michel Temer, após reunião do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), que contou com a participação de ministros e do presidente. "Quero anunciar um plano de segurança imediato para acionar as forças federais de segurança para desbloquear as estradas e estou solicitando aos governadores que façam o mesmo. Não vamos permitir que a população fique sem os gêneros de primeira necessidade, que os hospitais fiquem sem insumos para salvar vidas e crianças fiquem sem escolas. Quem bloqueia estradas de maneira radical será responsabilizado. O governo tem, como tem sempre, a coragem de dialogar; agora terá coragem de usar sua autoridade em defesa do povo brasileiro.”

Forró Siri

Foi lançada na sede da Prefeitura de Socorro, a programação oficial dos festejos juninos do Forró Siri. Considerada uma das festas mais atrativas do estado, o Forró Siri reunirá mais de 15 atrações locais e nacionais. A abertura será no dia 02 de Junho, e contará com atrações sergipanas como Luanzinho Morais e Corpo de Mulher, que se apresentarão na sede do Município. As demais bandas farão  shows na Arena de Eventos do Conjunto João Alves. O prefeito Padre Inaldo destacou a importância do Forró Siri em ser um marco e motivar os forrozeiros de todos os locais. Haja Forró.

 




Tópicos Recentes