07/06/2018 as 09:23

Apesar da boa campanha nas eliminatórias, Irã deve sofrer no Mundial

Especial Copa do Mundo

Copa do Mundo Rússia 2018
Por Dhiogo Oliveira e Iago Rick
<?php echo $paginatitulo ?>

Comandada pelo treinador português Carlos Queiroz desde 2011, a seleção iraniana que está em sua quinta copa do mundo fez uma excelente participação nas eliminatórias asiáticas e se destca pelos bons valores ofensivos que oussui no elenco.

Mas na Copa do Mundo, a realidade promete ser bem espinhosa, principalmente porque vai encarar Portugal e Espanha logo na primeira fase.
Apesar dessa ser a melhor seleção que o Irã já levou a um mundial, as chance de classificação às oitavas são mínimas.

Palpite do Alô - Apesar de feito uma campanha invicta nas eliminatórias, na copa a situação vai ser diferente. A equipe nunca passou da fase de grupos e não quebrará o tabu em 2018.

Melhor colocação - Nunca passou da primeira fase.

Destaque - Sardar Azmoun (Atacante).

Ranking FIFA - 43º

Convocação: Goleiros: Alireza Beiranvand (Persepolis), Rashid Mazaheri (Zob Ahan) e Amir Abedzadeh (Marítimo).

Defensores: Ali Gholizadeh (Saipa), Majid Hosseini (Persepolis), Pejman Montazeri (Esteghal), Roozbeh Cheshmi (Esteghlal), Milad Mohammadi (Akhmat Grozny/RUS), Mohammad Khanzadeh (Padideh), Morteza Pouraliganji (Al Saad/QAT), Ramin Rezaeian (Ostende/BEL).

Meio-campistas: Ehsan Hajsafi (Olympiacos), Karim Ansarifard (Olympiacos/GRE), Masoud Shojaei (AEK Atenas/GRE), Mehdi Torabi (Saipa), Omid Ebrahimi (Esteghlal) e Saeid Ezatolahi (Amkar Perm/RUS)

Atacantes: Alireza Jahanbakhsh (AZ Alkmaar/HOL), Ashkan Dejageh (Nottingham/ING), Mehdi Taremi (Al-Gharafa/QAT), Reza Ghoochannejhad (Heerenveen/HOL), Saman Ghoddos (Ostersunds/SWE), Sardar Azmoun (Rubin Kazan/RUS) e Vahid Amiri (Persepolis).

 




Tópicos Recentes