11/06/2018 as 14:49

Sensação da ultima Eurocopa, Islândia também quer surpreender no Mundial

Especial Copa do Mundo

Copa do Mundo Rússia 2018
Por Dhiogo Oliveira e Iago Rick
<?php echo $paginatitulo ?>

Pode um país com menos de 500 mil habitantes jogar uma Copa do Mundo de forma competitiva, enfrentando seus adversários sem medo e mesmo impondo sérias dificuldades a eles?

A Islândia quer provar nos próximos dias que sim. O time que foi a grande sensação da última Eurocopa, por ter chegado às quartas de final em sua primeira participação no torneio e por ter eliminado a Inglaterra na fase anterior, comprovou aos fãs do futebol que a garra e a disciplina tática de seus atletas podem os levar longe em uma grande competição.

Para a Copa, a equipe que se classificou em primeiro lugar de seu grupo nas eliminatórias, contará com o talento ofensivo do meia Sigurdsson, a inteligência do volante e capitão Gunnarsson e o oportunismo do atacante Gudmundsson.
Vamos ver se na Copa, eles conseguem mais uma vez impressionar o mundo.


Palpite do Alô - Os homens de gelo vem para o seu primeiro mundial depois de uma boa campanha na ultima Eurocopa, tem grandes chances de surpreender e consegui uma vaga nas oitavas de final.

Destaque - Gylfi Þór Sigurðsson.

Ranking FIFA - 22º

Convocação: Goleiros: Hannes Pór Halldórsson (Randers - Dinamarca), Frederik Schram (Roskilde - Dinamarca) e Rúnar Alex Rúnarsson (Nordsjaelland - Dinamarca);

Defensores: Ari Freyr Skúlason (Lokeren - Bélgica), Hördur B. Magnússon (Bristol City), Hólmar Örn Eyjólfsson (Levski Sofia - Bulgária), Kári Árnason (Aerdeen - Escócia), Sverrir Ingi Ingason (Rostov - Rússia), Ragnar Sigurdsson (Rostov), Samúel K. Fridjónsson (Valerenga - Noruega) e Birkir Már Saevarsson (Valur - Islândia);

Meio-campistas: Jóhann Berg Gudmundsson (Burnley), Arnór Ingvi Traustason (Mälmo - Suécia), Aron Einar Gunnarsson (Cardiff City), Ólafur Ingi Skúlason (Karabukspor - Turquia), Gylfi Sigurdsson (Everton), Emil Hallfredsson (Udinese) e Birkir Bjarnason (Aston Villa);

Atacantes: Rúrik Gíslason (Sandhausen - Alemanha), Björn B. Sigurdarson (Rostov), Albert Gudmundsson (PSV), Alfred Finnbogason (Augsburg) e Jón Dadi Bödvarsson (Reading).

 




Tópicos Recentes