25/07/2018 as 10:10

Creme de abóbora com carne seca

“Não fui eu quem escolheu a gastronomia, foi ela que me cativou a seguir seus passos”

Coluna Gourmet

Gastronomia
Por Elisangela Nunes
<?php echo $paginatitulo ?>

 

Dando continuidade sobre sopas, falarei um pouco mais sobre esse alimento nutritivo e aconchegante que tem grandes variedades de receitas. Hoje irei apresentar um creme ou caldo. 

Com toda a sua simplicidade e rusticidade, a sopa nasceu quando o homem se deu conta que as carnes duras que caçava se amaciavam e adquiriam melhor sabor se cozidas com água e ervas. Quando ele bebeu desse caldo e se agradou dele, a sopa se incorporou à civilização para nunca mais sair. testemunharam ao longo dos tempos o hábito ininterrupto, de todos os povos, de preparar e tomar sopas. Por ser um prato fácil e acessível, de considerável valor nutritivo e energético, os caldos e as sopas foram a base da nutrição de, praticamente, todas as civilizações.


Mais sofisticadas, com consistência mais leve, as sopas servidas como entrada têm por papel de abrir o apetite a fim de fazer honra à abundância das refeições onde se sucedem. Paralelamente, a sopa guarda seu status de prato único e substancioso junto às famílias.

Simples ou mais elaboradas, com ingredientes nobres ou com o que se tem disponível na geladeira, seja qual for a sopa, além de aquecer ela traz uma sensação de aconchego, despertando uma espécie de nostalgia que combina muito bem com o inverno. Se você é um iniciante na cozinha, não se intimide. Boa parte dos cozinheiros do mundo começaram exatamente por aí. Arrisque-se e confira!!

Vamos a receita!!!

Ingredientes:

500g de abóbora madura cozida

2 tabletes de legumes

2 dentes de alho amassado

300g de carne seca cozida e desfiada (cozida somente na água e dessalgada antes)

1 cebola média picada

1 xícara de cebolinha verde picada

1,5 litros de água

300g de requeijão cremoso

2 colheres de azeite ou óleo

1 colher (sopa) coloral

Modo de preparo:

1 - Bata no liquidificador a abóbora e a água e reserve.

2 – Em uma panela coloque o alho, o azeite, a cebola e deixem fritarem até dourar

3 – Coloque o coloral, o caldo de legumes, a carne seca desfiada, e o creme de abóbora e mexa sempre até engrossar, quando estiver assim, coloque o requeijão cremoso e a cebolinha e sirva quente. Bom apetite!

Dica da chef:

Nessa receita é pedido tablete de legumes, eu sugiro que faça seu próprio caldo, utilizando legumes como alho, cebola, salsa, cenoura, folha de louro e o que gostar. Esse tipo de caldo pode ser feito em grande quantidade e congelar.

Elisangela Nunes - Chef gourmet, colunista gastronômica e consultora na área de organização e limpeza.

Trabalhamos com todos os tipos de eventos,

Oferecemos kit festa,

Oferecemos cesta de café da manhã e festa na caixa,

Oferecemos serviço de congelamento com cardápio variados,

Oferecemos cursos para iniciantes na areia da gastronomia,

Oferecemos serviços de Buffet com equipe qualificada,

 

Instagram elisangelasantos_40

E-mail: chefegourmetlinunes@gmail

 




Tópicos Recentes