15/08/2018 as 06:06

Será, só imaginação, será, Sukita candidato?

Política Online

Política
Por Junior Valadares
<?php echo $paginatitulo ?>

O ministro Luís Fux do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), concedeu ao ex-prefeito de Capela Manoel Messias Santos, o popular Sukita, uma decisão que legitima sua candidatura a deputado federal por Sergipe. O ministro Fux, que é o relator do processo, deu provimento ao presente recurso ordinário, com base no Artigo 36, § 7, do RITSE, afastando a declaração de inelegibilidade de Manoel Messias Sukita Santos. Em sua decisão, o ministro Luis Fux entendeu estar “evidenciado que o programa de rádio mencionado na solicitação da inelegibilidade não teria sido utilizado para fins eleitoreiros, e por via de consequência, o ministro não vislumbrou abuso do poder econômico, oriundo dos prêmios oferecidos nele.

A inelegibilidade de Sukita foi solicitada em razão de uma entrevista que ele concedeu a uma das emissoras de rádio de Aracaju, mas o ministro Luis Fux entendeu que  a Lei das Eleições preserva a participação de futuros candidatos em entrevistas e programas jornalísticos, somente exigindo reserva quanto a eventual pedido de votos e, no que tange aos comunicadores, o afastamento a partir de 30 de junho do ano da eleição (arts. 36-A, 14 e 45, §1º). Sukita comemorou a decisão do ministro Fux, logo após ser comunicado por seus advogados. Agora resta aguardar se a Lei de Ficha Limpa, que impede condenados de segunda instância participar do pleito eleitoral, ia funcionar no caso do filho do vaqueiro. Agora aguardar lembrando sempre da música, será só imaginação.

TOLERÂNCIA ZERO

O candidato ao Governo do Estado de Sergipe, Eduardo Amorim (PSDB), participou do programa Tolerância Zero, apresentado por Bareta na TV Atalaia. Eduardo fez uma prestação de contas de seu mandato no Senado Federal e abordou o momento difícil pelo qual passa o estado em todas as áreas, principalmente na Saúde, Segurança e Educação. Segundo Eduardo seu mandato, “mandou recursos para os 75 municípios sergipanos com base nas demandas de cada um”. Ainda sobre sua atuação no Senado, Eduardo pontuou alguns projetos defendidos por ele. “Tentei aprovar um novo Código Penal com leis mais rígidas para quem praticar crimes em nosso país. O atual é muito antigo e necessita de uma reformulação”, afirmou.

ZABUMBA FURADA

A vereadora Emília Corrêa (Patriota), falou sobre o atraso do pagamento dos artistas sergipanos após as apresentações realizadas no Forró Caju, promovido pela administração municipal em junho deste ano. A parlamentar cobrou explicações quanto a situação dos artistas da terra. “Não consigo entender esse atraso, já que na época que foi divulgado o evento o próprio prefeito em entrevistas afirmou que o dinheiro já estava na conta, porém na conta dos artistas esse dinheiro ainda não chegou e a gente se pergunta o que foi feito?”, questionou Emília. “Os que vieram de fora já receberam seus pagamentos, mas os nossos artistas que tanto admiramos, ainda estão esperando por esse dinheiro, não podemos aceitar que os sergipanos sejam colocados em segundo plano, pois esses mesmos acreditaram na palavra do Prefeito Edvaldo Nogueira e infelizmente estamos vendo que foram enganados”. Um autêntico caso de Zabumba Furada do prefeito Foguinho Zabumbeiro.

¿POR QUÉ NO TE CALLAS?

O vereador líder da oposição e candidato a deputado estadual Cabo Amintas (PTB), disse ontem na CMA, que “com todo respeito que tenho a deputada Ana Lúcia, estou vendo que depois de ser professora e deputada, ela virou delegada de polícia, promotora de justiça e juíza. Ela acusou e condenou o policial numa nota em que ela, inclusive, usa a palavra ‘acho’. Não se acha com a vida dos outros. Ou se tem certeza, ou se cala”, afirmou o Cabo Amintas. O parlamentar ressaltou que é muito fácil falar e condenar atitudes dos policiais vivendo uma realidade muito diferente da que eles vivem. Amintas, militar da reserva, ainda salientou que os policiais lidam com pressão, baixo efetivo, além de condições precárias de trabalho.“O policial estava ali sozinho, acuado. Nem sei quem é esse policial mas já passei por situações assim muitas vezes. A diferença é que na capital o reforço chega mais rápido, no interior os policiais estão abandonados”, disparou o candidato.

LAURINHO DA BOMFIM

O Ministério Público Federal em Sergipe apresentou alegações finais em processo que tramita na Justiça Federal contra Lauro Antônio Teixeira Menezes – conhecido como "Laurinho da Bomfim" – por sonegação de tributos. Entre 2008 e 2011, Laurinho, na condição de administrador da empresa Viação Cidade de Aracaju (VCA), deixou de pagar, omitiu e manipulou informações sobre valores referentes às Contribuições ao Programa de Integração Social e para o Financiamento da Seguridade Social (PIS/Cofins), além de quantias relativas ao Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), ao Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e à Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). Os valores devidos referentes ao recolhimento do PIS/Cofins (imposto que sustenta serviços da previdência como abonos salariais e seguro-desemprego) ultrapassam R$ 1 milhão, assim como os relativos ao IRPJ, que totalizam R$ 1,17 milhão. Já as cifras referentes ao recolhimento do IOF entre 2008 e 2011 ultrapassam os R$ 900 mil e aquelas relativas à CSLL alcançam a marca dos R$ 440 mil. O valor total de tributos devidos pela gestão da VCA chega a quase R$ 4 milhões. Com informações da Ascom MPF.

PLANTÃO

O horário de funcionamento da Secretaria do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe será ampliado para atender ao aumento substancial das demandas em virtude da proximidade do pleito. Entre os dias 15 de agosto (esta quarta-feira) a 19 de dezembro de 2018, o TRE-SE funcionará das 7h às 19h, de forma ininterrupta. Dentro do mesmo período, aos sábados, domingos e feriados, as unidades da sede deste Regional permanecerão em regime de plantão: o horário de funcionamento será das 13h às 19h. Quanto aos cartórios eleitorais, o horário de funcionamento também será alterado. O horário de funcionamento dos cartórios eleitorais do Estado e da Central de Atendimento ao Eleitor se dará das 8h às 15h, no período compreendido entre 15 de agosto a 19 de dezembro de 2018.

RETROCESSO HITÓRICO

O candidato do PSDB ao governo de Sergipe, Eduardo Amorim  tem afirmado em alto e bom som que a reforma trabalhista é um “retrocesso histórico” e prejudica os trabalhadores. A afirmação contradiz as  declarações de seu correligionário e candidato do seu partido à presidência da república Geraldo Alckmin. No debate de presidenciáveis realizado na BAND semana passada, o candidato tucano ao Palácio do Planalto defendeu a proposta do governo de Michel Temer. “Mantenho a posição, a reforma trabalhista vai estimular mais emprego”, afirmou, após questionado pelo candidato do PDT, Ciro Gomes.




Tópicos Recentes