13/09/2018 as 06:06

Caso Infinity: George Magalhães é preso

O cumprimento de mandado de prisão foi cumprido no início da manhã desta quinta-feira (13), na residência do radialista, por investigadores do DAGV. Outras informações serão repassadas durante o dia.

Política Online

Política
Por Junior Valadares
<?php echo $paginatitulo ?>

O rumoroso caso do suntuoso Edifício Infinity localizado na praia da Atalaia, está chegando ao seu final com o provável indiciamento do radialista GEORGE MAGALHÃES,  por ter cometido os crimes de agressão e estupro contra a senhora V. G. S. de 42 anos. As informações que recebi ontem de fontes fidedignas, dão conta de que o exame de conjunção carnal realizado pelo Instituto Médico Legal deu positivo. Em conversa mantida na data de ontem com a delegada Mariana Diniz,  uma das responsáveis pelo caso  por telefone, recebi a informação de que o inquérito vai ser encerrado ainda nesta semana e será enviado à justiça. Consultei ontem dois grandes juristas sergipanos,  e recebi a informação de que se o inquérito vai ser enviado à justiça,  a competente Policia Civil sergipana  encontrou provas da materialidade e da participação do radialista em crime considerado como hediondo pela Lei brasileira, se a Policia não tivesse provas da materialidade encerrava as investigações e arquivava  o caso. Ainda segundo informações, após a Policia colher o depoimento da segunda provável vitima de estupro supostamente praticado pelo poderoso radialista, George  Magalhães foi ouvido pelas delegadas Renata Aboim e Mariana Diniz e teria recorrido ao preceito constitucional de ficar calado, ou seja, não produzir provas contra si mesmo.

Enquanto parte da grande mídia sergipana se calou diante de acusações tão robustas  contra George Magalhães,  a imprensa livre deste estado e da Bahia (confira nos links http://blogdolau.com.br/2018/09/12/radialista-sergipano-e-acusado-de-dois-estupros/ , https://lfnews.com.br/radialista-sergipano-e-acusado-de-dois-estupros/  ), publicaram a noticia dos supostos crimes e cobraram das autoridades de Sergipe, pressa na conclusão do inquérito. Nesta nota, quero parabenizar a Policia sergipana, que mais uma vez respondeu  a sociedade civil organizada,  encerrando as investigações antes mesmo do prazo para o encerramento do inquérito. Se ficar provado a participação do radialista em crimes tão bárbaros, o histórico do Ministério Público Estadual e da Justiça sergipana demonstram claramente como sào considerados pelas autoridades sergipanas crimes desta natureza.  Se culpado for,  o poderoso radialista, que ainda se encontra coberto pelo manto da impunidade, apresentado um programa de rádio em uma concessão publica, deve ter o mesmo tratamento que os servidores públicos e os políticos que são afastados das suas funções enquanto estão sendo investigados, desta forma,  os proprietários da concessão publica, estariam dando o exemplo à sociedade, afastando um acusado de crime tão vil contra mulheres indefesas.

GORETTI REIS

O Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) indeferiu o registro da candidatura a deputada estadual de Goretti Reis. De acordo com o MP Eleitoral, a candidata tem contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU), o que a enquadra como inelegível pela Lei da Ficha Limpa. O placar foi de 4 a 3 pela impugnação. Em 1999, Goretti Reis geriu recursos de um convênio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), quando era secretária de Saúde do município de Lagarto, durante a gestão do seu irmão, Jerônimo Reis. Neste convênio, em uma tomada de contas especial, foram constatadas irregularidades na aplicação do recurso, inclusive com superfaturamento na obra de construção de um Centro de Controle de Zoonoses para o município.

PESQUISAS

Pesquisa divulgada nesta 4ª feira (12.set.2018) mostra o candidato Jair Bolsonaro (PSL) na liderança pela disputa presidencial. O candidato do PSL teve crescimento de 2,7 pontos percentuais em relação à pesquisa divulgada em agosto: passou de 23,9% para 26,6% das intenções de voto no cenário com Haddad como candidato.Em 2º, aparece Ciro Gomes (PDT) com 11,9%. Em seguida, Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB) e Fernando Haddad (PT) pontuam, respectivamente, 10,6%, 8,7% e 8,3% –todos empatados tecnicamente pela margem de erro de 2 pontos percentuais. Marina caiu 2,6 pontos percentuais em relação às pesquisas anteriores. Ciro Gomes subiu 1,7 pontos percentuais em relação à pesquisa de agosto. Fernando Haddad, que foi oficializado na 3ª feira (11.set) como candidato à Presidência em substituição a Lula, obteve crescimento de 4,5 pontos percentuais. (Poder 360).

ESTRADAS

A deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) lamenta o descaso do Governo estadual com as rodovias que cruzam Sergipe. A parlamentar lembra que há anos chama a atenção dos últimos governadores para a dificuldade enfrentada pelos motoristas que trafegam, diariamente, por essas estradas. Segundo a parlamentar, “além dos riscos à população, o notório problema nas rodovias que cortam o Estado dificulta, também, o desenvolvimento econômico da região”. Uma das rodovias apontadas pela parlamentar é a SE-170, que liga os municípios de Lagarto a Moita Bonita, na região agreste do Estado. “Há anos eu tenho cobrado do Governo o recapeamento e alargamento dessa rodovia e, até agora, nada foi feito. Além dos inúmeros buracos, não há acostamento ou iluminação, o que coloca em risco os motoristas que transitam diariamente por ali”, disse a deputada.

PUBLICIDADE

O meu, o seu, o nosso  prefeito Edvaldo Nogueira, o popular Foguinho Zabumbeiro,  encaminhou para a Câmara de Vereadores,  o projeto de lei que altera, acrescenta e revoga dispositivos da lei nº 4.422/2013, que dispõe sobre a publicidade ao ar livre, por qualquer meio de divulgação, em logradouros públicos e em locais visíveis ao público. O projeto foi elaborado através de uma equipe multidisciplinar, composta por servidores da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) e órgãos empresariais, a exemplo da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Fórum Empresarial de Sergipe, e Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe – Fecomércio. Ele atende as principais demandas da classe, principalmente nos artigos que se referem aos pequenos e médios comerciantes, e tem o objetivo de coibir a poluição visual, ocasionada pela não coerência dos engenhos publicitários, e suas propagandas, acredita Foguinho.

LIXO

A Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), por meio da sua Procuradoria Jurídica (Projur), diz entender que não há motivo para suspensão do contrato vigente firmado com a empresa vencedora da licitação do lixo e vai recorrer da decisão. Conforme a Projur, esta última decisão que revigora os efeitos da liminar concedida para a Empresa Tecnal - Tecnologia Ambiental em Aterros Sanitários Ltda, ainda na fase de habilitação do processo, não possui efeito prático tendo em vista que, com a finalização do certame licitatório, o mandado de segurança perdeu seu objeto. Foguinho é danado e emplacou a Torre de novo no lixo de Aracaju.

DECISIVA

O jornalista Habacuque Villacorte em sua coluna publicada no alonews.com.br, disse que após a eleição estadual de 2014, com a vitória expressiva de Jackson Barreto (MDB) mesmo já exercendo um governo ruim, e a eleição de 2016 em Aracaju, onde Edvaldo Nogueira (PCdoB) surpreendeu todas as previsões e venceu o 2º turno contra Valadares Filho (PSB), os governistas apostam que o “raio” pode cair no mesmo local pela terceira vez, ou seja, mesmo em condição desfavorável, sob profundo desgaste popular, acreditam que Belivaldo Chagas (PSD) terá “fôlego” para reverter este cenário agora em 2018. Até o momento, faltando menos de um mês para o 1º turno da eleição, Belivaldo continua em terceiro lugar em todas as pesquisas realizadas. Há de se registrar que, do início da campanha até agora, a aprovação de seu nome teve uma evolução, mas como seus principais concorrentes também cresceram, o “galeguinho” segue figurando fora da disputa para o 2º turno, o que representaria um final melancólico para um agrupamento que comanda o Estado há mais de 10 anos. Habacuque, inclusive, já apontou a “fadiga” do eleitorado com este projeto político.

 

 

 

 

 




Tópicos Recentes