15/09/2018 as 07:48

Traços psicológicos de um estuprador

Por Stephany Elza

Política Online

Política
Por Junior Valadares
<?php echo $paginatitulo ?>

Leitura imperdivel. Nesta semana pedi a psicologa Stephanny Elza para traçar um perfil de uma mente de um estuprador. Diante de tantos fatos na semana de violência contra a mulher, e o ruidoso caso do radialista acusado de estupro que teve a sua prisão preventiva decretada, republico este artigo neste espaço, para que você meu leitor, tenha a oportunidade de entender a mente de um homem que usa da violência com o intuito de ter uma relação sexual.

"Pode-se entender como estupro todo ato de conjunção carnal em que não é consentido por uma das partes. Esta agressão sexual tem por intenção principal humilhar, agredir e ferir a figura da pessoa mais frágil, que pode ser na maioria dos casos crianças e mulheres.

É totalmente irreal a justificativa que o homem que comete tal atrocidade não tem controle sobre seus desejos e impulsos sexuais, pois apenas animais irracionais não tem consciência do que fazem, e este não é o caso de nossa raça humana que é dotada de inteligência racional.

Não podemos identificar um padrão de perfil psicológico para um abusador sexual, nem mesmo determinar classe social, idade, raça ou religião, porém existem alguns traços psicológicos no comportamento que se repetem em diversos casos de estupro:

- Infelizmente, a “cultura” de estupro tem por base machista, em que se objetifica a mulher como um instrumento de satisfação e prazer;

- Alguns estupradores tem baixa autoestima, pois estes costumam ter dificuldade em relações interpessoais no campo afetivo emocional, e a sensação de controle e poder durante o ato de violência sexual o satisfaz;

-Em sua maioria, os estupradores são pessoas bem colocadas em seu meio social e muitas vezes acima de qualquer suspeita, pois não existe o estereótipo de homem com olhar de “louco”, em uma viela escura aguardando a primeira moça indefesa passar para atacá-la;

- O molestador mesmo sabendo que o abuso é crime, racionaliza seu ato, acreditando em sua fantasia de que a vítima quer manter relações sexuais com ele.

Alguns estudos apontam que uma boa técnica para quebrar todo o clima e fantasia criada pelo estuprador no ato da violência é a vitima falar dela, (eu sou Maria, casada com José, tenho três filhos) isso fará com que o molestador deixe de vê-la como um objeto.

Esse é um tipo de crime que acontece muito em nossa sociedade, porém, é pouco denunciado pelo medo que a vitima sente de ser julgada, mas precisamos desconstruir essa ideia e acolher essas mulheres e crianças, mostrar que elas não tem culpa e não precisam passar por isso sozinhas."

PRESO OU SOLTO

Após caminhar grande parte do percurso entre Capela e a sede da Policia Federal em Aracaju, o filho do vaqueiro e candidato a deputado federal o traído segundo ele próprio, Manoel Messias Santos o popular Sukita se entregou a PF, no início da noite desta sexta-feira, 14.  Sukita se apresentou à Polícia Federal para cumprir a pena de 13 anos e 9 meses, imposta pelo Tribunal Regional Eleitoral, por corrupção eleitoral. Sukita que não veio a bordo do seu potente helicóptero amarelo afirmou:  "serei candidato, preso ou solto", valeu boi.

REDES SOCIAIS

A justiça eleitoral determinou que o candidato ao Senado, Antônio Carlos Valadares, retire as postagens agressivas que fez em sua rede social Twitter. A decisão foi assinada pela juíza Brígida Declerc Fink e comprova a tentativa do candidato de macular a imagem do coordenador de marketing da campanha, Carlos Cauê, e dos candidatos que compõem a coligação ‘Pra Sergipe Avançar’, Belivaldo Chagas e Jackson Barreto.A Justiça entendeu que atitude do senador Valadares, expressa em seus posts nas redes sociais, ultrapassam a natureza das críticas, mesmo que veementes, que fazem parte do jogo eleitoral, e descambam para o sinsulto pessoal e para a imputação de delitos sabidamente inverídicos. 

UFA

O Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe finalizou hoje, dia 14 de setembro, o julgamento de todos os registros de candidaturas protocolados dentro do prazo legal (até 15/08). Foram analisados 518 registros, distribuídos da seguinte maneira: 9 para governador, 9 para vice-governador, 14 para senador, 15 para 1º suplente de senador (houve uma renúncia), 14 para 2º suplente de senador, 123 para deputado federal e 334 para deputado estadual. Por iniciativa do presidente do TRE-SE, Des. Ricardo Múcio o Tribunal acelerou a análise dos processos e antecipou a data limite em três dias. Segundo o calendário eleitoral, dia 17 de setembro (20 dias antes da eleição), termina o prazo para que todos os pedidos de registro de candidaturas (inclusive os impugnados e os respectivos recursos) estejam julgados pelos tribunais regionais eleitorais, e devem estar publicadas as decisões a eles relativas.

CHEGOU CHEGANDO

O prefeito municipal de São Cristóvão, Marcos Santana (MDB), afirmou em comício que o comandante chefe da coligação Pra Sergipe Avançar o governador Belivaldo Chagas (PSD), chegou para resolver. “Aqui em São Cristóvão, Belivaldo Chagas, em apenas cinco meses como governador, já trouxe recursos para a pavimentação de 16km de ruas, avenidas e estradas, muitas das quais abertas na década de 1970 que, de lá pra cá, receberam apenas tapa-buracos. Mas, atendendo a nosso pedido e em benefícios dos moradores, Belivaldo nos garantiu, em audiência, que faria a pavimentação das vias. O compromisso foi cumprido e as obras já iniciaram”, ressaltou o prefeito Marcos Santana, ao destacar que o governador é “um homem de palavra”.

FORUM

No próximo dia 19 de setembro, será realizado o Fórum “O Futuro do Turismo em Sergipe”, das 9h às 12h, no Hotel Radisson, na Orla de Atalaia, em Aracaju. O evento é promovido pelo Trade Turístico de Sergipe, com o objetivo de discutir problemas, soluções e perspectivas do setor no Estado para os próximos quatro anos.  Foram convidados a participar do Fórum os três candidatos ao cargo de governador do Estado de Sergipe melhores colocados na última pesquisa IBOPE, divulgada no dia 17 de agosto de 2018, sendo: Valadares Filho (PSB); Eduardo Amorim (PSDB) e Belivaldo Chagas (PSD). 

JUSTA HOMENAGEM

O plenário da Câmara Municipal de Aracaju passará a ser denominado Vereador Abrahão Crispim, numa homenagem ao parlamentar morto no dia 10 de fevereiro de 2017 vítima de implicações na saúde decorrentes de um AVC e de uma queda. A mudança é fruto do projeto de lei 19/2017 de autoria do presidente da CMA, vereador Josenito Vitale aprovado por unanimidade para homenagear o parlamentar. No próximo dia 20, às 11h, haverá uma cerimônia especial para implantação do nome do Vereador Abrahão Crispim no plenário.

 

 

 

 

 




Tópicos Recentes