24/09/2018 as 07:00

Por seu poder, Deus ressuscitou o Senhor e também nos ressuscitará.

Nos quatro P’s do marketing ressuscitar quem com certeza está no reino dos céus é uma bobagem tamanha

Política Online

Política
Por Junior Valadares
<?php echo $paginatitulo ?>

Vou tocar em um tema delicado, mas como não sou de correr de polêmicas e muito menos de me esconder e pecar por omissão, vamos aos fatos. Estão querendo ressuscitar o ex-governador Marcelo Déda. Que pena, pensei honestamente que iriam deixar a memória deste que foi um grande homem publico de lado nestas eleições, uma pena. Pensei em não acreditar,  mais quando vi as imagens não tive jeito, acreditei no que via, uma peça publicitária, sem graça, insosa, sem sal e de muito mal gosto. Nela, a coligação errou, vou pedir até desculpas em me meter no trabalho, não tenho esta prática, mais que não soou bem não soou, os publicitários são bons, mas não são imbatíveis  e como todos bons seres humanos podem errar e erraram. Nos quatro P’s do marketing ressuscitar quem com certeza está no reino dos céus é uma bobagem tamanha, o uso da imagem do ex-governador  Déda pode virar um tiro no pé, a peça é fraca não se sustenta e só para ilustrar é de um profundo mal gosto, com quantas mãos será que foi feita?

A vida de Marcelo Déda foi pautada na ética, quando o conheci (não fui amigo intimo), ele andava como suas batas, calças folgadas e com a velha sacola trançada no seu peito, como excelente tribuno que foi, Déda saiu da esquina da Barão de Maruim com Arauá para o estrelato, foi deputado estadual, federal e governador do estado, conseguiu a façanha de juntar em um mesmo palanque todos, sem exceção, os que disputam as eleições estaduais na atualidade. Era uma unanimidade, tanto era,  que na época da sua reeleição juntou no mesmo palanque, os Amorins (Eduardo e Edvan), os Valadares e Belivaldo (pai,  filho e espírito santo à epoca),  o seu PT (CNB, Articulação de Esquerda e outras correntes) e o velho MDB de Jackson Barreto, Benedito Figueiredo  e João Augusto Gama, ele sim era o CARA das articulações. Depois de muito tempo, reencontrei Marcelo Déda candidato a governador  em uma produtora de vídeo no Bairro Siqueira Campos, ali encontrei um Déda pragmático (meu compadre Antônio Nery ex-prefeito de Tobias Barreto foi o patrocinador do encontro, nele também estava o ex-senador por Sergipe também falecido José Eduardo Dutra), com sangue nos olhos e louco para ganhar a eleição e se transformar no primeiro governador petista de Sergipe.

Déda era um encantador, após muito tempo encontrei o CARA em uma viagem a São Paulo, nela pela primeira vez vi um Déda preocupado (fomos a posse de Paulo Guedes) com a vida, durante mais de três horas tempo que conversamos. Conceição Vieira foi testemunha, Marcelo Déda falava sobre a sua família e se preocupava com a ética no governo que conduzia, portanto era um cara do bem. Déda chegou a ser enterrado vivo, com direito a caixão e tudo mais,  quem não se lembra do fato, na cartilha da articulação de esquerda, o seu governo chegou a ser execrado. Era um ser humano normal, como todos nós,  tinha o seu lado bom,  mas era normal. Tenho certeza, que  a coligação vai repensar a estratégia, a busca de trazer a imagem de Marcelo Déda para a campanha eleitoral não é a melhor delas, Déda merece ser uma boa lembrança, destas que a sua família tenta preservar, deixando a sua imagem bem distante das eleições de 2018, até porque assisti a um vídeo do ex-governador onde ele diz peremptoriamente, que se o senador Valadares fosse para a África ele e Déda, cruzaria o oceano Atlântico a nado para buscar Valadares para ser o candidato a senador da sua chapa em 2010, vamos respeitar a memória de Déda.

#ELENÃO

Um dos mais influentes assessores do ex-governador e candidato ao senado federal Jackson Barreto (MDB),  publicou no Insta uma frase que fragiliza ainda mais a já conturbada aliança entre JB e o PT. No post Everton Souza diz,  “que digo não a esse candidato que traiu a coligação #elenao, quem assistiu a propaganda eleitoral dele viu como esse rapaz não merece a confiança dos sergipanos, ao chegar ao ponto de trair o candidato da sua coligação para tentar chegar ao poder

MEDO DE HELENO

O Candidato ao Senado Federal pelo PRB, o ex-deputado federal e ex-prefeito de Canindé do São Francisco, Heleno Silva, disse em entrevista ao jornalista Joedson Telles, que  foi empurrado para a solidão, após constatar que a sua maior concorrência desleal estava dentro da própria coligação: o também candidato ao Senado André Moura (PSC). Heleno percebeu que enquanto pedia votos para André este não só dava de ombros para suas pretensões políticas como também agia de forma rasteira. “Atribuo isso a medo. Acharam que minha campanha não iria acontecer. Depois pensaram que era pra fazer número e depois passaram a ter medo de Heleno. Atacaram Heleno no WhatsApp distribuindo matéria contra mim”, lamenta Heleno Silva.

O PÉ, PÉ, PÉ com raiva de André

O triple de radialista, deputado e Belo Gilmar Carvalho (PSC), parece mesmo estar com a gota serena com o seu líder André Moura candidato ao senado por seu partido. Gilmar tem publicado em seu blog mensagens cifradas para que o bom entendedor André possa finalmente cumprir os compromissos assumidos por ele. Neste começo de semana rolou até musiquinha para André, uma homenagem do pé, pé,,pé. Você pagou com traição, a quem sempre lhe deu a mão. Ainda segundo o blog, um deputado desabafa ontem, pedindo anonimato: "nunca é demais lembrar que QUEM DESPREZA, MERECE O DESPREZO".

VALADARES FILHO

A coligação “Um Novo Governo para Nossa Gente”, liderada por Valadares Filho, candidato ao governo do estado, e sua companheira de chapa Silvia Fontes, o senador Antonio Carlos Valadares, candidato à reeleição, e Henri Clay, que também disputa uma vaga no Senado Federal, estiveram no Parque dos Farois. Moradora do Parque dos Faróis ha 25 anos, a dona de casa Irani Tavares, 60, carrega no peito a esperança de viver novos tempos. “Valadares Filho é a solução. Ele vai mudar Sergipe, tenho essa esperança”, aposta ela, confessando que vai votar nele dia 7 de outubro. “Tenho certeza que vou festejar essa vitória”, diz a dona de casa.

EDUARDO AMORIM

Em caminhada no Loteamento Paraíso Sul, no bairro Santa Maria, o candidato ao governo do estado Eduardo Amorim (PSDB), foi de porta em porta conversar com os moradores para ouvir as demandas e apresentar as propostas que segundo ele vão fazer a mudança que Sergipe quer. O candidato ressaltou que vai fazer um governo que priorize os que mais precisam. “Um governo que melhore de verdade a vida dos sergipanos. Que traga mais segurança para o Santa Maria e oportunidade para os jovens, por meio do esporte, da música, da Educação, da qualificação profissional e da geração de emprego. Em nosso governo, esse bairro, que nos últimos anos foi esquecido, receberá a devida atenção”, afirmou Eduardo Amorim.

PESQUISA

Valadares Filho (PSB) lidera em Lagarto. A pesquisa foi encomendada pela Rádio Juventude FM. Esse é o segundo levantamento realizado pela emissora no município.

SOBRE A PESQUISA 

• Margem de erro: 3,9 pontos percentuais para mais ou para menos.

• Eleitorado: 72.228 

• Quem foi ouvido: 621 eleitores.

• Quando a pesquisa foi feita: Entre 18 e 20 de setembro.

• Registro no TRE: SE-05806/2018

• O nível de confiança utilizado:  95%

Valadares Filho tem (23%), Eduardo Amorim (17%), e Belivaldo Chagas (14%)

 




Tópicos Recentes