23/10/2018 as 06:16

Ataque à democracia

Celso de Mello classificou a afirmação do deputado Eduardo Bolsonaro de “inconsequente e golpista"

Política Online

Política
Por Junior Valadares
<?php echo $paginatitulo ?>

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, reagiu nesta segunda-feira (22) às declarações do deputado federal eleito Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidenciável Jair Bolsonaro, sobre fechar a corte. Segundo o ministro Toffoli “o Supremo Tribunal Federal é uma instituição centenária e essencial ao estado de democrático de direito. Não há democracia sem um Poder Judiciário independente e autônomo”, disse em nota enviada por sua assessoria de imprensa. “O país conta com instituições sólidas e todas as autoridades devem respeitar a constituição. Atacar o Poder Judiciário é atacar a democracia”, acrescentou o magistrado. Além de Toffoli, o ministro Celso de Mello se pronunciou sobre o assunto e classificou a afirmação do deputado Eduardo Bolsonaro de “inconsequente e golpista". Disse ainda que a expressiva votação obtida pelo deputado “ não legitima “ investidas contra a ordem político-jurídica.

Já o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), minimizou o fato e disse  em  entrevista ao SBT nesta segunda-feira (22), ter advertido seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), por declaração sobre fechamento do STF (Supremo Tribunal Federal). “Eu já adverti o garoto, o meu filho, a responsabilidade dos seus atos é dele, ele já se desculpou”, disse Jair, acrescentando que a declaração de seu filho foi dada em julho. Deputado federal com a maior votação da história do país, Eduardo tem 34 anos e assumirá em fevereiro o seu segundo mandato. Durante uma aula para um cursinho preparatório, ele disse que para fechar o STF “bastaria um cabo e um soldado”. Segundo seu pai, o presidenciável Jair “ele aceitou responder uma pergunta que não tinha pé nem cabeça e resolveu levar para o lado desse absurdo aí. Nós temos todo o respeito e consideração com  os demais poderes e o Judiciário obviamente é importante”. O presidenciável disse ainda ter sido “pesado” com o filho ao dizer que quem fala em fechar o STF deve ir ao psiquiatra. “No que depender de nós isso é pagina virada”, acrescentou.  

NOTA DO MPE

Os promotores de justiça sergipanos, Bruno Moura, Jarbas Adelino e Luciana Duarte, todos integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, GAECO - MP/SE,  emitiram NOTA PUBLICA manifestando o “irrestrito apoio e reconhecimento ao excelente trabalho que vem sendo desenvolvido pelas Delegadas de Polícia Civil atualmente à frente do DEOTAP, Taís Oliveira Lemos, Lara Shuster Batista e Nádia Faustino Vitolo, notadamente no combate à corrupção e na apuração de crimes contra a Administração Pública". Os promotores ressaltam também o empenho, dedicação e absoluta imparcialidade dessas profissionais na condução de complexas e sensíveis investigações, bem como de toda a equipe de policiais civis e escrivães , na difícil e desgastante tarefa diária de combate à corrupção.

ALESE PARALISADA

Os deputados estaduais participaram nesta segunda-feira (22) de uma sessão bastante curta, com nada em pauta para votar e em seguida encerraram os trabalhos nesta semana. As informações são de que o presidente da Casa, deputado Luciano Bispo (MDB) esteve reunido com os líderes da oposição e situação e decidiram que vão paralisar esta semana por causa da eleição do 2º turno que acontece no próximo domingo, dia 28. Os deputados devem ir às ruas pedir votos para seus candidatos.

FAKE NEWS

O Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE) determinou ao INSTAGRAM e ao FACEBOOK Serviços Online do Brasil Ltda, em decisões assinadas no sábado (20) e neste domingo, 21, a retirada imediata de circulação de uma postagem feita pelo radialista Alex Carvalho e de uma outra feita pelo jornalista e blogueiro Cláudio Nunes, por se tratar, ambas, da divulgação de notícia falsa (fake news) e propaganda eleitoral irregular. Juiz Auxiliar da Propaganda Eleitoral, o desembargador Roberto Eugênio da Fonseca Porto (TRE/SE), ao embasar a decisão na qual determina a suspensão imediata de um vídeo postado no perfil Alex Carvalho74 no INSTAGRAM e concede direito de resposta ao candidato Belivaldo Chagas, reconhece que a referida postagem falta com a verdade e tenta induzir os eleitores a crer que o candidato à reeleição cometeu algum ilícito grave, sem, todavia, apresentar provas que validem a grave acusação.

URGENCIA URGENTÍSSIMA

A vereadora Emília Corrêa (Patriota), está com a gota serena de tanto esperar  pela tramitação dos seus projetos na Casa Legislativa e  protocolou nesta segunda-feira, 22, cerca de vinte e seis requerimentos de urgência cobrando providências imediata da Mesa. De acordo com Emília, não existe boa vontade em colocar em tramitação seus projetos e logicamente apreciação no plenário da Casa. Cabendo unicamente ao presidente da Câmara, pautar as proposituras para votação. “Os aracajuanos nos procuram, trazem sugestões e propostas para que sejamos interlocutores em projetos de lei junto ao Executivo e outros poderes, no entanto as proposituras não entram misteriosamente na pauta Legislativa”, lamentou.

UNS HONESTOS OUTROS CORRUPTOS

O deputado federal André Moura (PSC), líder do Governo no Congresso, disse nesta segunda-feira (22), que não apoia nem o governador Belivaldo Chagas (PSD) e nem o deputado federal Valadares Filho (PSC), neste segundo turno. Mostrou-se irritado, entretanto, com o tratamento “sórdido” que o candidato Valadares Filho dá aos seus aliados que optaram por apoiar o governador. Entretanto, Valadares Filho trata com respeito e zelo aqueles do nosso grupo que fizeram opção por apoiá-lo nesse segundo turno, como se os que foram para ele são honestos e os que ficaram com Belivaldo são corruptos, disse, admitindo que “todos os aliados que fizeram opção por um ou por outro merecem respeitos porque se tratam de políticos sérios, honestos e capazes”.

IDENTIDADE E DIGITAIS

André Moura disse ainda que “todos os aliados, que estiveram com ele na disputa pelo Senado, são políticos que têm o mesmo comportamento e compromissos com a honestidade e que não praticaram crimes”. E se exaltou: “crime é o que o senador Valadares, pai do deputado, faz com o filho desmoralizando-o”. E mais: “o pai se mete tanto na vida dele que asfixia o menino”. Tive mais voto que Valadares Filho, como candidato a governador, e que o senador Valadares, ambos do PSB, disse. Segundo ainda André Moura, “não declarei apoio a nenhum dos dois candidatos. Nem a Belivaldo Chagas, em razão de estar ao lado do ex-governador Jackson Barreto, e nem a Valadares Filho porque ele não tem identidade e nem as digitais próprias”.

 

 




Tópicos Recentes