09/01/2019 as 06:50

Balada Vip

Réveillon dos presos da Lava Jato teve show sertanejo e roda de oração. Em Sergipe...

Política Online

Política
Por Ewerton Júnior
<?php echo $paginatitulo ?>

O Conselho da Comunidade, órgão de execução penal que trabalha em 11 presídios da região metropolitana de Curitiba, organizou uma festa de fim de ano no Complexo Médico-Penal (CMP) da capital paranaense, onde estão alguns presos da Operação Lava Jato, como o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras, Aldemir Bendine, e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Netto.  Segundo a colunista Mônica Bergamo, da “Folha de S. Paulo”, a celebração do novo ano no CMP teve esfirra de carne da rede da lanchonete Habib’s, bolo de goiaba, refrigerante e show da dupla sertaneja Bruno César e Leandro, que tocou em todas as galerias do presídio. Na ala reservada aos presos da Lava Jato, as portas das celas foram abertas. Além da comida e da música, os detentos também tiveram um momento de fé, com rodas de oração comandadas por representantes católicos e evangélicos.

Enquanto isto, em Sergipe, passaram o Reveillón na cadeia dois politicos extremamente influentes na conjuntura politica estadual. O deputado federal eleito Valdevan Noventa e o ex-prefeito de Capela Manoel Messias Santos, o popular Sukita, tiveram um fim de ano amargo presos. Como perguntar não ofende, como foi a passagem de ano dos dois? Os dois estão presos por tentativa de fraude eleitoral, Sukita está preso no presídio de Nossa senhora da Gloria, já setenciado pelo Tribunal Regional Eleitoral há treze anos e dois meses de reclusão e o deputado eleito Valdevan Noventa está preso preventivamente no Cadeião de Estância por determinação do TRE. Agora como lembrar é bom, como será que está o caso do famoso radialista sergipano acusado de um crime hediondo que é o estupro e de tentar obstruir a justiça? Sergipe não pode esquecer, ontem eu fui procurado por uma das vitimas que me fez a seguinte pergunta: "quando será julgado o poderoso George Magalhães meu caro?" Respondi rapidamente: "vamos perguntar à Justiça do nosso estado."

LÍDER

O deputado estadual eleito Zezinho Sobral (PODEMOS) desponta como provavel líder do governo Belivaldo Chagas na Assembleia Legislativa. Apesar de ser deputado em primeiro mandato, Zezinho tem bom trânsito com seus colegas, fruto do período em que esteve na frente de alguns órgãos do governo e conta com a confiança do governador Belivaldo Chagas (PSD), que deve decidir ainda nesta semana o nome do novo líder. Francisco Gualberto (PT), vai deixar a liderança para concorrer a um cargo na mesa diretora da casa.

VIGILÂNCIA SANITÁRIA

O Secretário de Estado da Saúde, Valberto de Oliveira, apresentou na manhã desta terça-feira, 8, à equipe da Vigilância Sanitária, o novo coordenador da área. É o cirurgião-dentista e ex-secretário de Saúde de Aracaju, Ávio Britto. A apresentação foi feita no espaço de reuniões do Centro Administrativo da Saúde Senador Gilvan Rocha, e contou com as presenças da superintendente executiva da SES, Adriana Menezes de Souza, e da diretora de Vigilância em Saúde, Mércia Feitosa.

ATO CONTRA TERCEIRIZAÇÃO

O Sindicato dos Enfermeiros  do Estado de Sergipe vai realizar, junto com os demais sindicatos da saúde e apoio das centrais sindicais, um ato público em repúdio ao anúncio feito pela Prefeitura de Aracaju sobre terceirização da administração do “Hospital Dr. Nestor Piva” para a empresa privada Centro Médico do Trabalhador. O ato acontecerá em frente ao Hospital Dr. Nestor Piva, na quinta-feira (10), das 7 às 9 horas. Participam representantes sindicais das categorias de enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, farmacêuticos, auxiliares e técnicos de enfermagem, nutricionistas e técnicos de nutrição, cirurgiões-dentistas, técnicos de laboratórios e agentes comunitários de saúde e combate à endemias.  

ITABAIANA

O Desembargador Ruy Pinheiro da Silva determinou que permaneça à frente da Mesa Diretora do município de Itabaiana os vereadores escolhidos na eleição antecipada ocorrida em 2017. Em uma decisão monocrática datada da última segunda-feira, 7, o Desembargador concedeu efeito suspensivo à decisão que anulou a eleição. Sendo assim, a composição permanece com Ivoni Andrade (PMDB) como a presidente, Arivaldo de Rezende (PMDB) na vaga de vice-presidente, Paulo Messias (PMDB) e Sinvaldo Góis (PMDB) sendo primeiro e segundo secretários, respectivamente. Ruy Pinheiro quer evitar imbróglios jurídicos até que ocorra o julgamento final do recurso. “Desta forma, a fim de evitar maiores tumultos processuais até o julgamento desta Apelação, atribuo efeito suspensivo a este recurso, como consequência lógica da decisão proferida no Agravo de instrumento…”, diz a decisão.

FAUSTÃO

O apresentador do Domingão, Fausto Silva, virou assunto nas redes sociais após comentário feito em seu programa. Em atração gravada no final do ano, Faustão fez uma dura crítica política e muita gente entendeu como indireta ao presidente Jair Bolsonaro (PSL).  “Na hora do Carnaval e da seleção, o brasileiro (e nós sabemos muito bem) é um povo que tem união, tem solidariedade, tem uma integração. Por que isso não acontece nas coisas sérias? Lutar por educação, saúde pública, contra a corrupção, contra a incompetência, que também é uma forma de corrupção. O imbecil que está lá (e não deveria estar) pode até ser honesto, mas é um idiota que está ferrando com todo mundo”, afirmou Fausto Silva. O artigo 26 da Lei nº 7.170, de 14 de dezembro de 1983, diz que “Caluniar ou difamar o Presidente da República, o do Senado Federal, o da Câmara dos Deputados ou o do Supremo Tribunal Federal, imputando-lhes fato definido como crime ou fato ofensivo à reputação” é passível de pena de reclusão de um a quatro anos.

SENADO

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, pode decidir nesta semana o recurso do SD e do MDB contra a decisão que impediu a realização de  votação secreta para a eleição da nova Mesa Diretora do Senado, prevista para 1º de fevereiro. Toffoli está responsável pelas decisões urgentes da Corte no período do recesso dos ministros. No dia 19 de dezembro, antes do início do recesso, o ministro Marco Aurélio aceitou um mandado de segurança protocolado pelo senador Lasier Martins (PSD-RS) e determinou que a votação seja feira de forma aberta. Assim, os votos dos parlamentares nos integrantes da mesa, entre eles o novo presidente da Casa, poderiam ser conhecidos pelos eleitores.

 

 

 




Tópicos Recentes