04/04/2019 as 06:03

De tchutchuca a tigrão,

Ministro também reagiu. O ministro se ofendeu e revidou: "Tchutchuca é a mãe, tchutchuca é a avó

Política Online

Política
Por Ewerton Júnior
<?php echo $paginatitulo ?>

A audiência com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na Câmara, terminou em confusão. Com a base desarticulada, Guedes enfrentou  na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) a tropa de choque da oposição. O estopim do tumulto, com empurra-empurra entre parlamentares do PT e PSL, foi uma provocação do deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR). Ele é filho do ex-ministro José Dirceu. Ao questionar o ministro sobre a proposta de reforma, Zeca afirmou que o ministro é tigrão com uns e tchutchuca com outros, sugerindo que Guedes privilegia banqueiros. "Eu estou vendo que o senhor é tigrão quando é com os aposentados, com os idosos, com os portadores de necessidade. É tigrão quando é com agricultores, com professores. Mas é tchutchuca quando mexe com a turma mais privilegiada do nosso país. O cargo público que você ocupa exige uma outra postura", afirmou Dirceu. O deputado foi logo interrompido por aliados do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Guedes também reagiu. O ministro se ofendeu e revidou: "Tchutchuca é a mãe, tchutchuca é a avó!". Depois, pediu respeito: "Eu te respeito. Você me respeita!". Tchutuca e tigrão são referências a um funk dos anos 2000, da banda Bonde do Tigrão. Irritado, o ministro pegou o celular e já ameaçava ir embora. Ao lado dele estava o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho. Marinho cochichou no ouvido com o presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR). O  caos foi generalizado no plenário da comissão e, após seis horas e meia de audiência, a sessão foi encerrada antes mesmo que metade dos deputados inscritos conseguissem falar. O bate boca continuou. O deputado Éder Mauro (PSD-PA) disparava para Zeca Dirceu: "Vai falar assim na sua casa". Delegado Waldir (PSL-GO), líder do partido na Casa, disse que iria embora. "Não vou ficar com bandido aqui", disse. Em meio aos empurrões, o ministro saiu escoltado por parlamentares aliados e foi embora por uma escada lateral do anexo 2 da Câmara. Segundo o deputado petista, a confusão foi uma estratégia do ministro para deixar a audiência. "Ele queria encerrar há tempos, usou isso como desculpa para fugir do debate", disse.

SAÙDE

O vereador Elber Batalha (PSB) informou que esteve no Sindicato dos Enfermeiros de Sergipe (SEESE), onde pegou toda documentação do relatório apresentado pela entidade à Câmara Municipal de Aracaju (CMA) na semana passada, referente à privatização do Hospital Nestor Piva. Elber informou que a documentação que a oposição da CMA irá apresentar ao Ministério Público (MP) contra a Prefeitura de Aracaju e Secretaria Municipal de Saúde, já está em fase de conclusão. “Faremos uma representação no MP sobre a questão desse contrato que já foi provado que foi realizado de forma totalmente ilegal. Prepararei o relatório esse final de semana e, provavelmente, na outra vamos apresentar, toda a oposição em conjunto. Por isso que fomos no SEESE para anexar em nossa representação. Vamos apresentar coisas novas nessa queixa-crime”, garantiu o parlamentar.

LAVA TOGA

O senador Rogério Carvalho (PT) vai analisar na Comissão de Constituição e Justiça, a decisão de Davi Alcolumbre (DEM) pelo arquivamento do pedido da CPI da Lava Toga feito por Alessandro Vieira (PPS). Após desistência do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), a presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), senadora Simone Tebet (MDB-MS), designou o senador Rogério Carvalho (PT-SE) para a relatoria do recurso contra a instalação da CPI dos Tribunais Superiores. Para o autor do pedido de CPI, senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), a troca de relator do recurso não atrapalha. Ele defendeu um posicionamento rápido da CCJ sobre a criação da comissão parlamentar de inquérito.

SOCORRO

O vereador de Nossa Senhora do Socorro (SE), Edmilson dos Santos, que se elegeu como Tico do Guajará (PSDC), disse que o prefeito da segunda maior cidade do estado de Sergipe em população, Padre Inaldo, persegue os que não comungam das ideias dele, e até os vereadores que apoiam a sua gestão. “Eu sempre fui aliado do prefeito e liderança no Guajará de um prefeito que não tem compromisso com o povo do Guajará, nem com o de Socorro”, desabafou.  O parlamentar acrescentou que tem quase 200 indicações de obras a serem feitas na comunidade do Guajará, todas comunicadas ao prefeito por meio de requerimentos “não me deram nem resposta”, lamentou em tom de muita revolta. Tico aproveitou e disse que está deixando a base aliada do prefeito Inaldo e que tinha vergonha de dizer que era vereador de Nossa Senhora do Socorro diante da ausência de ações que o município vem enfrentando.

REFORMA

A Comissão Nacional de Segurança Pública aprovou o requerimento do deputado Federal Fábio Henrique (PDT/SE) para que a União dos Policiais do Brasil –UPB – possa debater sobre a Reforma da Previdência na referida Comissão. O requerimento de número 14/2019 foi apresentado na tarde desta quarta (dia 3) e representa o respeito dado aos profissionais da segurança pública. O requerimento de Fábio Henrique conseguiu a aprovação da unanimidade dos deputados, sendo subscrito pela maioria. A UPB é uma instituição que envolve as polícias federais, rodoviários federais, civis, rodoviários, militares, bombeiros militares, guardas municipais, agentes penitenciários e com representações em todo o Brasil. “Defendemos que nenhum direito deve ser tirado desses profissionais da segurança pública, assim como nenhum dos direitos conquistados pelos trabalhadores”, afirmou o deputado Fábio Henrique.

CARRETA

O governo do Estado já está de posse da Carreta de Saúde da Mulher. O equipamento foi entregue nesta quarta-feira, 03, à Secretaria de Estado da Saúde. A carreta se encontra no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism), onde  realizará, a partir desta sexta-feira, dia 5, diversos atendimentos. Serão realizados, por dia, aproximadamente 40 procedimentos entre mamografias e ultrassonografias. O governador Belivaldo Chagas destacou que a Carreta é uma das ações do governo no fortalecimento do tratamento oncológico. "Ofertar a melhor  assistência e prevenção de câncer de mama e útero é prioridade da nossa gestão. Conseguimos colocar a carreta em operação, honrando nosso compromisso, e vamos continuar investindo na área ".

PROTOCOLOU

A deputada estadual Kitty Lima (Rede), juntamente com os demais membros do G4 (Georgeo Passos, Rodrigo Valadares e Dr. Samuel Carvalho), protocolaram nesta quarta-feira, 03, na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), um convite para que o governador do Estado, Belivaldo Chagas, compareça à Casa para uma audiência pública com os parlamentares. O intuito é fazer com que o chefe do Executivo Estadual esclareça aos questionamentos dos parlamentares acerca da situação dos diversos setores do estado. “Temos vários questionamentos que precisam de respostas e ninguém melhor do que Belivaldo Chagas para isso, já que ele se mostrou disposto a vir até esta Casa. Queremos ouvir dele como estão os investimentos na saúde, na educação e na segurança pública, por exemplo, e quais são as políticas públicas que estão sendo desenvolvidas nesses setores visando o bem-estar da população sergipana”, explicou Kitty.






Tópicos Recentes