15/04/2019 as 06:05

2020 é logo ali

Corrida sucessória em Aracaju, colocará administração de Edvaldo em xeque.

Política Online

Política
Por Ewerton Júnior
<?php echo $paginatitulo ?>

Antes de mais nada quero agradecer a todos, que direta e indiretamente contribuíram para a recuperação de minha saúde, por causa do infarto que sofri na semana passada. Obrigado de coração. Apesar de ainda estar sem tanta inspiração assim, resolvi escrever este texto para esclarecer aos meus leitores e leitoras sobre as eleições de 2020, que vai decidir quem vai comandar a sua cidade por mais quatro anos a partir de 2021. Lógico que não posso desprezar a liderança do prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB), tenho a obrigação de constatar que Edvaldo é um grande político, péssimo administrador e ainda pior cumpridor de promessas de campanha, ou você não se lembra do IPTU, da licitação dos ônibus e de outras promessas feitas por ele em campanha?

Nogueira na arte da política mantém a seu lado uma boa estrutura de comunicação comandada pelo mago Carlos Cauê, que com gordas verbas publicitárias, busca de todas as formas inverter o que acontece hoje em Aracaju. Bom político ele é, parece até aqueles velhos coronéis que viviam de promessas a seus eleitores antigamente. Nos primeiros dois anos, fez uma “parceria republicana” com o ex-deputado federal André Moura, com isto, pode salvar os dois primeiros anos do seu governo. Até hoje todos são convidados para assinatura de ordens de serviços, menos o ex-deputado André, que hoje amarga a tal da parceria republicana feita com o atual prefeito, mas que tirou Aracaju e seu atual prefeito do ostracismo. André Moura merece os louros do que tem contribuído para o desenvolvimento de Aracaju, de resto é um marasmo só, nada acontece e quando acontece é para transformar a vida do cidadão aracajuano em um inferno.

Como disse anteriormente, o prefeito se movimenta politicamente, tirou do bolso do colete a nomeação de Cássio Murilo para a FUNCAJU e desta forma acha que calou o grupo ligado ao ex-deputado federal Marcio Macedo, que era um pretenso candidato a prefeito de Aracaju e inteligentemente conseguiu trazer para a câmara municipal de Aracaju, Camilo, o filho do presidente estadual do Partido dos Trabalhadores, o deputado federal João Daniel, tentando assim selar a paz com um antigo aliado, que tinha sim a intenção de ter candidatura própria nas eleições do ano que vem. Edvaldo só esqueceu de selar a paz com a sua ex-vice prefeita e atual vice governadora, Eliane Aquino (na minha opinião uma grande candidata), e com a esquerda petista. Estes foram desprezados e tiveram o desprazer de ver exonerados gestores indicados pelos grupos.

Com o PSD do governador Belivaldo Chagas, do deputado federal Fábio Mitidieri e do presidente da Câmara, Nitinho Vitale, o prefeito mantém uma relação de amor e ódio, sabe que o partido pode ser seu oponente na sua pretensão de governar Sergipe em 2022, mas ao mesmo tempo precisa do apoio do partido para chegar a governar Aracaju por mais quatro anos, então estas conversas devem demorar, até porque Fábio Mitidieri é um elefante político instalado em qualquer sala de estar dos grupos políticos sergipanos, e tem sim um grande interesse nas eleições municipais deste ano, porque olha com bons olhos para 2022.

Edvaldo não terá vida fácil nas eleições municipais do ano que vem, ele e seu guru Carlos Cauê sabem disto. O deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC), botou seu bloco na rua e a sua votação em Aracaju o credencia a governar a capital sergipana. Recentemente, em acontecimento na Alese, o diretório municipal do PSC de Aracaju promoveu a filiação de grande parte de políticos oriundos do PPS e conseguiu também a filiação de um nome importante para o seu projeto político, o do Mestre Clóvis Silveira, que sabe como ninguém montar uma boa estrutura partidária para a disputa eleitoral. No discurso da Alese, o deputado Gilmar falou como candidato e lembrando o nome do saudoso Marcelo Déda, afirmou que será prefeito e secretário municipal da saúde, setor que segundo Gilmar, é o calcanhar de Aquiles da administração do prefeito Edvaldo Nogueira. O grupo é forte, tem nomes importantes como Gilmar, Clóvis e André e deve ainda buscar mais apoios que irão contribuir decisivamente no fortalecimento do grupo para as eleições municipais do ano que vem.

Edvaldo ainda vê no seu retrovisor a figura do ex-deputado federal Valadares Filho (PSB). Valadares não é bobo, sabe que pode contar com o recall das duas últimas eleições perdidas em Aracaju. Apesar de jovem, é um político experiente, conhece a cidade e seus problemas, sabe se movimentar, é bem articulado, tem uma boa estrutura partidária e monta o seu PSB de olho nas eleições municipais de 2020. sabe que não pode errar. Se fizer a composição correta, se credencia e pode disputar as eleições com grandes chances de vitória. Ele articula nacionalmente, uma composição que pode lhe credenciar para a disputa, ou alguém duvida de que uma composição, com um grande partido nacional não é possível? Valadares é um bom nome, nas duas últimas eleições em Aracaju bateu na trave. Bem trabalhado e sem cometer os erros de eleições anteriores, é um nome forte para a disputa. Por fim, Edvaldo ainda vê a figura da vereadora Emília Correia, que comanda a oposição na câmara municipal e tem se destacado neste papel. Emília, apesar de não contar com uma grande estrutura partidária, teve mais de cinqüenta e três mil votos para deputada federal e trinta e cinco mil destes em Aracaju. É um nome forte e bem articulado que pode abocanhar a prefeitura da capital sergipana. Grandes devem ser os pesadelos do meu, do seu, do nosso alcaide, que foi muito bom de promessa, mas que ainda não pagou aos aracajuanos, será que ainda há tempo?

MÁFIA DOS SHOWS

Nesta segunda-feira, 15, serão reveladas investigações sobre a “Máfia dos Shows” em Sergipe. É provável que sejam revelados nomes de políticos e empresários. A partir das 8h, a delegada Nádia Flausino, do Deotap – Departamento de Combate aos Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública – concederá entrevista coletiva. Serão revelados nomes dos primeiros indiciados.

NÃO VÃO ME CALAR

O deputado  estadual Georgeo Passos (Rede), se posicionou sobre o inquérito policial que foi instaurado para apurar um suposto desvio de recursos públicos provenientes da arrecadação de taxas com o abate de animais no matadouro de Ribeiropólis. A informação é de que era cobrada uma taxa de R$ 55,00 por cabeça de gado; porém, o código tributário municipal estabelece o valor de R$ 15,00 por cada bovino abatido. Em um grupo de uma rede social, Georgeo disse: “Antonio Passos é um homem sério. Após o contraditório, veremos o que acontecerá.  Só não pense que isto vai me calar. Detalhe. Se meu pai errar, serei o primeiro a pedir o cumprimento da Lei, afinal, temos que manter a coerência sempre” afirmou.

RETORNO

O relator Carlos Alberto analisará o pleito do conselheiro aposentado, Flávio Conceição, de retornar ao órgão. Na sessão plenária do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE), o conselheiro Carlos Alberto Sobral foi sorteado como relator que irá analisar o pedido formulado pelo conselheiro aposentado Flávio Conceição de Oliveira Neto, que requer a nulidade do ato administrativo que determinou a sua aposentadoria compulsória, em abril de 2015. O sorteio do relator ocorreu após a Coordenadoria Jurídica da Corte de Contas emitir parecer favorável ao recebimento do pleito do conselheiro aposentado, de modo que será reanalisada a decisão proferida no Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) que culminou na sua aposentadoria.

SITES DO GOVERNO

Em menos de dois anos, o governo federal deverá ter apenas um canal na internet, o portal único GOV.BR. É o que institui o Decreto 9.756/2019, publicado em edição extra do Diário Oficial da última quinta-feira (11). O texto, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro durante a cerimônia que marcou os primeiros 100 dias de governo, define regras de unificação dos canais digitais englobando os portais na internet e os aplicativos móveis, e estabelece prazos para que o GOV.BR esteja completamente disponível ao cidadão. "Nós temos também nos ministérios, cada um tem lá um portal, um site. Nós queremos que exista apenas um, que o cidadão em qualquer cantinho do Brasil acesse e resolva todo e qualquer problema. É assim que as Nações mais modernas funcionam. A gente vem com esse espírito de renovar confiança e principalmente fazer a vida das famílias brasileiras mais simples", afirmou o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, ao comentar a medida, após a cerimônia de 100 dias de governo.

ENFRENTAMENTO PÚBLICO

Depois de ficar quatro dias preso em março e de se tornar réu quatro vezes nas últimas semanas, o ex-presidente Michel Temer afirma que decidiu "ir para o enfrentamento, inclusive público" contra seus acusadores. Fora do Planalto há pouco mais de três meses, ele diz ser alvo de um "núcleo punitivista" do Ministério Público, que o considera um troféu da operação. Em entrevista à Folha de S.Paulo, é irônico ao falar das acusações, como quando afirma que corre o risco de ser considerado dono de concessionárias, frigoríficos e construtoras por ter editado medidas a favor desses setores. Temer disse que só aceitou dar entrevista porque quer "preservar a honra após ser vilipendiado".

CARROS

Os Conselhos Tutelares de 25 municípios receberam neste sábado, 13, um kit com carro zero quilômetro, cinco computadores, uma impressora, um refrigerador e um bebedouro. Os equipamentos, que foram adquiridos com recursos oriundos de emenda parlamentar, foram entregues oficialmente na sede da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames) em solenidade que contou com a presença da ministra da Mulher, Famílias e Direitos Humanos, Damares Alves. A escolha dos municípios que receberiam os kits, conforme a ministra, teve como base a indicação do parlamentar que destinou a emenda para a compra dos equipamentos. “Quando cheguei, isso já estava decidido, mas estava parado por questões burocráticas. Então, quando vi esses carros parados por causa de questões burocráticas, imediatamente o Governo do Estado também entendeu que havia a necessidade, pois crianças estão sendo machucadas e os Conselho Tutelares estão desaparelhados. A partir daí, nos reunimos e unimos forças para fazer essa entrega”, detalha.

 




Tópicos Recentes