05/11/2019 as 05:39

PT pede que STF investigue Bolsonaro por obstrução

A queixa-crime também pede que Carlos Bolsonaro (PSC) e o ministro da Justiça, Sergio Moro, sejam investigados.

Política Online

Política
Por Ewerton Júnior
<?php echo $paginatitulo ?>

Lideranças do PT vão apresentar ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, uma notícia-crime contra o presidente Jair Bolsonaro. Segundo o PT, Bolsonaro praticou crime de obstrução à Justiça ao se apoderar da memória da secretária eletrônica do condomínio Vivendas da Barra. No documento, o partido argumenta que o presidente "de modo autoritário e com uso da força (do seu cargo) se apropria se provas que podem, em tese, incriminar a si ou seus familiares". A queixa-crime também pede que o vereador do Rio Carlos Bolsonaro (PSC), filho do presidente, e o ministro da Justiça, Sergio Moro, sejam investigados por suposta interferência no inquérito. No sábado, 2, Bolsonaro disse ter pego os áudios para evitar que eles fossem adulterados. "Nós pegamos antes que fosse adulterado, pegamos lá toda a memória da secretária eletrônica, que é guardada há mais de ano. A voz não é minha", afirmou. Hoje, diante da reação negativa da oposição que o acusa de obstruir as investigações, o presidente deu outra versão: "O que eu fiz foi filmar a secretária eletrônica com a respectiva voz de quem atendeu o telefone. Só isso, mais nada. Não peguei, não fiz backup, não fiz nada. E a memória da secretária eletrônica está com a Polícia Civil há muito tempo. Ninguém quer adulterar nada, não".

Os áudios filmados e postados por Carlos em redes sociais desmentem o porteiro do condomínio que, em depoimento, disse que Élcio Queiroz, acusado de ser um dos autores do assassinato da vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes, teria sido autorizado por "seu Jair" a entrar no condomínio depois de interfonar para a casa do presidente. No áudio, quem autoriza a entrada de Élcio é Ronnie Lessa, outro acusado pelo assassinato de Marielle e Anderson, que mora no mesmo condomínio que Bolsonaro e Carlos, o Vivendas da Barra. "Trata-se, à toda evidência, de uma clara tentativa de destruição e/ou manipulação de provas, visando afetar e mesmo frustrar a lisura das investigações policiais e ministeriais em curso e que, como dito, atingem direta ou indiretamente, o Presidente da República e, ao menos por enquanto, um de seus filhos (Carlos Bolsonaro)", diz a denúncia-crime apresentada pelo PT. No documento, o partido pede a busca e apreensão de todo material em posse de Jair e Carlos Bolsonaro, que o Supremo faça o "acautelamento" (guarda) provisória das provas, determine a instauração de inquéritos para apurar possíveis crimes de obstrução à Justiça e improbidade administrativa. Segundo o senador Humberto Costa (PT-PE), o objetivo da queixa-crime é investigar a conduta de Bolsonaro, Carlos e Moro no caso. "Queremos que isso seja investigado. O objetivo não é pedir o impeachment do presidente, mas se alguém quiser fazê-lo existem crimes de responsabilidade de sobra, este é só mais um", disse o senador. Com informações

 

IMPUGNADO

O juiz eleitoral Evilásio Correia de Araujo, da 19ª Zona Eleitoral, impugnou o registro da candidatura de Ailton Nascimento a prefeito de Canindé do São Francisco na eleição suplementar no município. Ação judicial 613220196250019, do Ministério Público Estadual, por improbidade administrativa, é fundamentada na rejeição de contas do TCE, nos termos da Lei da Ficha Limpa. O TRE ainda não foi notificado da decisão.

AGRESE

A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese) divulgou Edital de Chamamento Público para receber propostas que visem à elaboração de estudos que demonstrem a viabilidade técnica-operacional, econômico-financeira e jurídica, com a finalidade de obter dados e demais insumos necessários à estruturação de projeto de Parceria Público - Privada ou outro modelo que seja economicamente viável para operação do Centro de Convenções do Estado de Sergipe (CIC). O Termo de Referência com a Descrição dos Estudos, cuja elaboração poderá ser autorizada mediante Procedimento de Manifestação de Interesse - PMI, está disponibilizado na íntegra no site institucional e o prazo para recebimento do requerimento de autorização para apresentação das propostas será até às 13h do dia 22 de novembro de 2019.

PODCASTS

A Prefeitura de Aracaju lança nesta quarta-feira, 6, mais uma plataforma de comunicação, trata-se do canal de podcasts da administração municipal. Uma das principais tendências dos meios de informação, o formato foi agregado aos canais da Prefeitura da capital através da Secretaria Municipal da Comunicação Social (Secom). De origem recente, o podcast é um conteúdo em áudio que atende sob demanda, ou seja, a pessoa pode ouvir o que quiser e quando quiser, bastando um clique. Neste sentido, a Prefeitura desenvolveu dois conteúdos diferentes, o "PMA Debates", disponível todas às quartas-feiras, às 6h, e o "Cidade em Ação", que será disponibilizado todas às segundas e sextas-feiras, também às 6h.
 
ENTERRADA

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Neli Cordeiro, negou nesta segunda-feira (04) provimento ao recurso do Ministério Público Federal (MPF) e pôs um fim à questão do processo da Operação Navalha, mantendo a anulação decidida pelo TRF-5, em Recife, o que o que absolve todos os acusados. O Ministério Público Federak entrou com recurso especial dizendo que o TRF-5 não tinha aberto a decisão para vistas, citando que não houve apresentação de embargos para parecer final, o que foi recusado pelos desembargadores do TRF-5.

CPI

O deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) consciente dos problemas decorrentes do desastre ambiental ocasionado pelo vazamento de óleo na costa nordestina informou que protocolou o Requerimento Nº 1554/2019 para a formação de Comissão Parlamentar de Inquérito destinada a investigar a situação. Gilmar coletará assinaturas nesta terça-feira, 5, dos parlamentares para a formação da CPI. Serão apuradas das responsabilidades e medidas tomadas pelos órgãos competentes, além de produzir medidas legislativas para melhorar a capacidade do estado em tomar ações que possam minimizar o impacto socioambiental decorrente do desastre.

AFASTADO

O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) está afastado das atividades desde a semana passada após enfrentar uma cirurgia bariátrica. A intervenção aconteceu em Aracaju (SE), no Hospital São Lucas, e, segundo a assessoria foi um completo sucesso. No último sábado, 2, o deputado já estava em casa com seus familiares. Ainda segundo a assessoria do parlamentar, ele já queria ter feito a cirurgia bariátrica há algum tempo, mas, por conta do trabalho, principalmente na última campanha, onde o ritmo ficou muito acelerado, ele preferiu dar um tempo para deixar a saúde em dia e, só depois, decidir sobre o assunto.




Tópicos Recentes