CURIOSIDADES

25/04/2018 as 16:21

1º trasplante total de pênis e escroto no mundo é realizado com sucesso

Já é possível que os médicos reconstruam o pênis de um paciente usando tecidos do próprio corpo

Foto: (iStock/Getty Images).<?php echo $paginatitulo ?>

Um soldado norte-americano que perdeu os genitais depois da explosão de uma bomba improvisada no Afeganistão acaba de se tornar o primeiro paciente no mundo a passar por um transplante total de pênis e escroto. O procedimento — que teve duração de 14 horas e envolveu a participação de um time de 11 cirurgiões — ocorreu no final de março na Universidade Johns Hopkins, em Maryland, nos EUA, e, de momento, foi um sucesso.

Reconstrução

É importante lembrar que vários transplantes de pênis já foram realizados no mundo, no entanto, esta é a primeira vez que, além do membro, o escroto — sem os testículos — e parte da parede abdominal de um doador foram conectados a outro ser humano.

Para que isso fosse possível, a equipe médica responsável pela cirurgia passou cinco anos se preparando para realizar o procedimento. E, na operação, o paciente teve tecidos como artérias, vasos sanguíneos, nervos, músculos e a uretra do doador conectados ao seu organismo.

Foto: Johns Hopkins Medicine

Já é possível que os médicos reconstruam o pênis de um paciente usando tecidos do próprio corpo — o que reduz o risco de rejeição. Por outro lado, para que o indivíduo possa ter ereções, é necessário que seja realizado o implante de dispositivos desenvolvidos para esse fim, e esses, sim, estão associados a um maior índice de infecção.

No caso do soldado que sofreu a mutilação enquanto se encontrava em missão no Afeganistão, a extensão dos ferimentos que ele sofreu era imensa, e o transplante pode inclusive permitir que ele volte a ter as funções urinárias e sexuais praticamente normalizadas.

Vale destacar que o paciente não recebeu os testículos — que ficam acomodados no interior do escroto — do doador e, portanto, ele precisará de injeções de testosterona enquanto se recupera do procedimento. Mas, já se passaram cerca de quatro semanas desde que o militar passou pela cirurgia e, de momento, tudo corre bem.


O Portal Alô News está querendo a sua opinião. Responda nossa pesquisa, clicando aqui e nos ajude a fazer um portal cada vez melhor pra você.

 

 

 

 

 

Com informações de Mega Curioso.




Tópicos Recentes