CURIOSIDADES

12/02/2020 as 14:07

Entenda como se forma o arco-íris, fenômeno comum em dias chuvosos

O arco multicolorido é formado por processos de refração e reflexão da luz solar

<?php echo $paginatitulo ?>

A paisagem de um arco-íris surpreendeu o técnico de informática Thiago Freitas, quando em meio à sua rotina foi deslumbrado com o arco colorido no céu da BR-116. No dia seguinte, em ocasião inusitada, Thiago conseguiu um segundo registro do fenômeno, dessa vez com um duplo arco-íris. "Eu estava entrando no supermercado da BR 116, quando vi esse belíssimo arco íris; não tinha como não tirar uma foto", comenta maravilhado.

Ao contrário do que possa parecer, o arco-íris é um evento comum durante o período de chuva, conforme esclarece Raul Fritz, meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Basta algumas gotículas de água, um pouco de luz solar, e está pronta a receita para o fenômeno multicolorido surgir no céu nublado. Raul explica que esse processo óptico e meteorológico ocorre a partir da refração e reflexão da luz solar, quando ela penetra nas gotas de água suspensas na atmosfera. "Ela se refrata e se decompõe em cores do espectro magnético, entra branca ou amarelada e sai colorida", descreve.

Segundo o meteorologista, para que o arco-íris seja visto, é necessário que o observador esteja de costas para o sol e olhando para a chuva. "Não é em qualquer chuva, precisa ter pelo menos um pouco de luz solar; ás vezes, é comum ter um arco secundário, paralelo e de menor intensidade", acrescenta Raul.

O formato do arco-íris é de um círculo completo. Caso ele toque a superfície da Terra pode ter redução da visibilidade, apresentando uma aparência que lhe proporcione algum sentido de “início” e “fim”, conforme o imaginário popular.

 



Tópicos Recentes