20/08/2018 as 06:03

Judia de mim, judia.

Apesar de estar em 2018, o prefeito já olha fixo em 2022

Política Online

Política
Por Junior Valadares
<?php echo $paginatitulo ?>

O governador Belivaldo Chagas (PSD), candidato à reeleição vai sofrer um perrengue danado nesta eleição. Pelo menos é o que promete o meu, o seu, o nosso prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) o popular Foguinho Zabumbeiro. Belivaldo, que foi um dos maiores cabos eleitorais do então candidato Edvaldo Foguinho em 2016, vai ficar relegado a segundo plano nesta eleição, pelo menos é o que promete o prefeito Foguinho e o que as suas atitudes confirmam continuadamente. Foguinho já disparou que "não vou abandonar a prefeitura para fazer política, não sou candidato, tenho que administrar Aracaju, fui eleito para cuidar da cidade e não posso deixar Aracaju para fazer campanha política". Diante de tais declarações, Belivaldo pegou um bandolim e convocou Rogério Carvalho com um pandeiro, outro abandonado por Foguinho  e começou a cantar, “judia de mim, judia”.

Ingratidão tira afeição, em 2016 avistei o amigo Belivaldo da bandeira em punho na sinaleira do Posto Petrox, bem na entrada da Treze de Julho, pedindo votos para o candidato Foguinho do PCdoB. Naquele momento, Belivaldo era de um entusiasmo só, pedindo votos para o prefeito, agora Foguinho responde ao apoio com desprezo, nem na convenção que ratificou o nome de Belivaldo ele apareceu, estava em Maceió fazendo turismo. Depois, deu declarações dizendo que apóia a chapa comandada por Belivaldo, mas pouco ou quase nada aparece, enquanto isto sua bancada de vereadores na Câmara Municipal de Aracaju apóia quase que integralmente o candidato a senador André Moura (PSC). O que pensa Foguinho? Apesar de estar em 2018, o prefeito já olha fixo em 2022, onde após tentar construir grupo político forte, vai tentar governar Sergipe, ele só esquece que entre 2018 e 2022 existe 2020 e lá tem uma candidatura à reeleição e aí é que o perigo vai ser grande, pode vir a resposta do grupo de Beli e Rogério os desprezados pelo prefeito Foguinho.

INVESTIGAÇÃO

Os contratos firmados por órgãos públicos sergipanos com a empresa Portoserv Serviços e Empreendimentos Ltda. serão analisados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) a pedido do Ministério Público de Contas. A atuação da empresa, sediada no município de Porto da Folha, é alvo de operação do Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL), que investiga contratos ilegais e fraudes em licitações municipais. A deliberação para que as Coordenadorias de Controle e Inspeção (CCIs) do TCE verifiquem os contratos ocorreu no Pleno desta quinta-feira, 16, após encaminhamento do procurador-geral do MP de Contas, João Augusto Bandeira de Mello. A representação tem como autor o procurador Eduardo Côrtes. 

FRAUDES

A Operação Marcha à Ré, da Polícia Federal e Controladoria Geral da União (CGU), apurou fraudes milionárias envolvendo políticos e servidores públicos em Sergipe. De acordo com o delegado federal  Antonio José Silva Carvalho, “a CGU solicitou documentos e a secretaria [de Estado da Educação] não entregou. Quando tivermos acesso, vamos apontar quais pessoas tinham conhecimento da irregularidade e quais praticaram essas irregularidades. Ainda de acordo com o delegado, empresas não pagavam impostos e recebiam por serviços não prestados. “O Estado também está pagando por sistema de GPS [Sistema de Posicionamento Global]. Pelo que verificamos hoje, os aparelhos não foram instalados nos ônibus”, disse o delegado.

AMORIM

O candidato ao Governo de Sergipe, Eduardo Amorim (PSDB), visitou o sertão sergipano neste final de semana. Em Nossa Senhora da Glória, Eduardo caminhou pela feira e disse que ela lhe trouxe boas lembranças; “principalmente da minha infância, pois sou filho de feirantes. Estar aqui reforçou a certeza de que devemos incentivar e cuidar das feiras livres do Estado, pois são geradoras de milhares de empregos e renda. Viemos à feira de Glória pedir o apoio para que, juntos, a gente possa transformar Sergipe e ter a paz que o cidadão de bem quer. Em nosso governo a Segurança vai ser prioridade e teremos tolerância zero com todo tipo de crime. Não vamos tolerar roubo a aposentados, aos feirantes, o roubo de gado, entre outros”, afirmou o candidato.

VALADARES

Os sergipanos da região sul e centro sul do estado tiveram um sábado prá lá de agitado, desde cedo a caravana do candidato a governador Valadares Filho agitou a região. A carreata tomou as ruas dos municípios visitados pelos candidatos a governador Valadares Filho (PSB),  Silvia Fontes (PDT) candidata a vice, Antonio Carlos Valadares (PSB) e Henri Clay (PPL), que disputam o Senado. Segundo Valadares Filho, ele tem a disposição de transformar a vida do sergipano. “Trago a nossa mensagem de mudança,  de renovação de governo que vai proporcionar a modernidade e o desenvolvimento de Sergipe”, ressaltou o deputado que é o líder das pesquisas ao governo do estado.

BELIVALDO

O governador Belivaldo Chagas (PSD), candidato à reeleição esteve no curso de Mídias Digitais e Marketing Político, realizado pela ala Jovem do PSD em Sergipe. O curso, ministrado pela palestrante Maria Carolina Lopes, foi aberto por  Belivaldo e pelo candidato a senador Jackson Barreto (MDB). Representantes do movimento estudantil e centenas de jovens lideranças políticas de todas as regiões do Estado participaram da capacitação oferecida pela coligação Pra Sergipe Avançar. “Isso que estamos fazendo aqui é estratégia e planejamento de campanha. Estamos vivendo uma nova realidade e, nesse contexto, não tenham dúvida, as mídias serão determinantes para o sucesso de nossa caminhada rumo à vitória. Por isso é muito importante que vocês nos ajudem a compartilhar as mensagens da coligação Pra Sergipe Vencer e, principalmente, a combater as notícias falsas, as tais das fake news”, afirmou o governador Belivaldo.

X 3 e X 2

Os deputados federais, Laércio Oliveira (PP) e Pastor Jony (PRB) ganharam uma boa grana entre 2014 e 2018. Pelo menos é o que consta na declaração de bens entregue ao Tribunal Regional Eleitoral em Sergipe. Segundo as informações entregues pelos próprios deputados candidatos a reeleição, os seus patrimônios forma multiplicados por três e por dois respectivamente. Confira a declaração de bens dos dois  postulantes a câmara federal em 2014 e 2018:

Declaração de bens em 2014

  • Laércio Oliveira (SD) R$1.131.831,36
  • Pastor Jony (PRB) R$410.000,00

Declaração de bens em 2018

  • Laércio Oliveira (SD) R$3.388.908,71
  • Pastor Jony (PRB) R$1.091.000,00

 




Tópicos Recentes