EDUCAÇÃO

03/12/2018 as 12:08

Saiba como usar a nota do Enem e planeje-se

Resultado do Exame Nacional do Ensino Médio só sai no dia 18 de janeiro, mas é bom saber o que pode ser feito com ela

Foto: (shutterstock).<?php echo $paginatitulo ?>

O Exame Nacional do Ensino Médio tem se tornado cada vez mais importante, com o passar dos anos ele deixou de ser utilizado apenas para avaliar a qualidade do ensino no país e passou a ser aceito para ingresso em universidades e programas estudantis. Em 2018, por exemplo, a prova foi feita por 4,1 milhões de pessoas. Mas, será que todas elas sabem como usar a nota do Enem?

Mesmo com resultado saindo apenas no dia 18 de janeiro de 2019, os alunos devem pensar no que irão fazer com a pontuação, saber como usar a nota do Enem . Entre as opções estão: ingressar em uma universidade particular que aceite o Exame Nacional do Ensino Médio como porta de entrada, fazer parte do Sisu, do Fies ou do Prouni. Sem contar universidades no exterior, como em Portugal, que aceitam a nota do exame no processo de seleção de novos alunos.

Em relação aos programas do governo, Sisu , Fies e Prouni, cada um é destinado para estudantes em diferentes realidades socioeconômicas e de acesso ao estudo de qualidade durante a formação escolar. Por isso, é importante saber como funciona cada um deles para decidir em qual fará a inscrição.

Sisu
O Sistema de Seleção Unificada é o programa do governo usado pelo estudante para ingressar em universidades públicas estaduais e federais. Para poder se inscrever, é preciso ter feito o Enem do ano anterior, sem ter zerado a redação.

Muitas universidades estaduais e federais já utilizam a nota do Enem como única etapa do seu processo de seleção de novos alunos. Outras instituições utilizam o resultado como bônus, combinado com um vestibular próprio.

As inscrições do Sisu acontecem, normalmente, duas vezes por ano. A primeira costuma ser no final de janeiro, pouco depois da divulgação da nota do Enem. A segunda fase acontece no meio ano, entre junho e julho.

Fies
O Fundo de Financiamento Estudantil é o programa do governo que financia o curso de graduação em universidades não públicas de estudantes que atendam a alguns critérios específicos, como faixa de renda familiar e é dividido em duas modalidades.

Na primeira modalidade, o financiamento poderá ser solicitado por estudantes que tenham renda familiar per capita de até três salários mínimos. O estudante paga as mensalidades respeitando o seu limite de renda, o que diminui o nível de encargos.

Já na modalidade P-Fies, podem participar os estudantes que tiverem renda familiar per capita de até cinco salários mínimos. Essa modalidade utiliza recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento e, também com recursos de bancos particulares participantes.

Para poder se inscrever no programa, o estudante precisa ter feito qualquer edição do Enem de 2010 para cá, tirar nota média de pelo menos 450 pontos e não ter zerado a redação.

Prouni
O Programa Universidade Para Todos oferece bolsas de estudo parciais e integrais para estudantes que querem cursar a graduação em universidades particulares de todo o Brasil. A porcentagem da bolsa é fornecida de acordo com a faixa de renda per capita familiar do estudante.

Para estudantes que possuem renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo, a bolsa de estudos é integral, ou seja, 100% do valor é custeado pelo programa. Já para quem tem a renda familiar per capita de até 3 salários mínimos, a bolsa de estudos é parcial e cobre 50% do valor total da graduação.

Para poder se inscrever no programa, o estudante precisa ter feito qualquer edição do Enem de 2010 para cá, tirar nota média de pelo menos 450 pontos e não ter zerado a redação.

Além dos programas criados pelo governo, o estudante que quiser cursar a sua graduação no exterior também pode pleitear uma vaga em universidades de Portugal. Ao todo, são 27 instituições portuguesas que aceitam a nota do exame como parte de seu processo seletivo.

Agora que você já sabe como usar a nota do Enem pode escolher qual opção se encaixa melhor na sua realidade e estar preparado na hora que o resultado sair.


 

 

 

 

Com informações de Stoodi,IG.




Tópicos Recentes