EITXA PÉ

09/02/2018 as 09:39

Produtora e ex-empresária de ativista do 'MeToo' morre aos 50 anos

Família de Jill Messick fala em suicídio.

Foto: (© Getty Images).<?php echo $paginatitulo ?>

Jill Messick, produtora veterana e executiva de Hollywood, se suicidou aos 50 anos, segundo comunicado enviado por sua família nesta quinta-feira (8) à imprensa americana.  Ela deixa dois filhos. As informações são da France Presse.

Messick representou Rose McGowan, uma das principais ativistas do movimento 'MeToo', criado para combater casos de violência sexual, quando a atriz afirmou ter sido estuprada pelo produtor Harvey Weinstein, em 1997.

De acordo com a família, ela lutou durante anos contra uma depressão e recentemente havia se sentido "vitimizada" por informações falsas sobre seu papel nesse caso.

A família ainda acusa Rose McGowan de fazer "declarações difamatórias contra" Jill Messick. De acordo com o comunicado, a executiva escolheu não rebater os comentários por medo de afetar as vítimas de assédio sexual. McGowan ainda não comentou a morte da produtora.

Jill Messick trabalhava como executiva na Lorne Michaels Productions, da Paramount, e produziu filmes como "Ela é demais", "Meninas malvadas", "Frida" e "Gênios do crime".

 

 

 

 

Fonte: Notícias ao Minuto. 




Tópicos Recentes