EITXA PÉ

13/05/2019 as 09:09

Dois navios de transporte de petróleo da Arábia Saudita são atacados

O episódio ocorreu no domingo, na costa leste dos Emirados Árabes, no momento em que as embarcações se preparavam para cruzar o Golfo Pérsico

<?php echo $paginatitulo ?>

Dois navios-tanque que transportam petróleo da Arábia Saudita tiveram "danos significativos" em um ataque ocorrido no fim de semana perto do Estreito de Ormuz, afirmou o ministro da Energia do reino, Khalid al-Falih, nesta segunda-feira. O episódio ocorreu às 6h do domingo (hora local), na costa leste dos Emirados Árabes, no momento em que as embarcações se preparavam para cruzar o Golfo Pérsico.

 

O ataque não gerou um vazamento de petróleo, disse Falih por meio da agência estatal Saudi Press, mas resultou em "danos significativo na estrutura das duas embarcações". Ele se referiu ao episódio como uma sabotagem.

O caso ocorre num momento de tensões militares no Golfo Pérsico. Na semana passada, os Estados Unidos afirmaram que enviariam aeronaves e outros reforços para o Golfo Pérsico a fim de conter o que o governo do presidente Donald Trump considera como a ameaça crescente do Irã. Os EUA têm reforçado sanções econômicas contra Teerã.

Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Abbas Mousavi lamentou o incidente com os navios sauditas e pediu uma investigação, segundo a agência local Isna.

Autoridades sauditas não culparam ninguém pelo ataque. Os Emirados Árabes ainda relataram ataques contra quatro navios comerciais em suas águas, sem detalhar se os navios sauditas estariam incluídos nesse conjunto.

Um terço do gás natural liquefeito e do petróleo do mundo passa pelo Estreito de Ormuz. Falih pediu que a comunidade internacional projeta a navegação marítima e os navios-tanque de petróleo, ao destacar o risco de eventuais problemas do tipo para os mercados de energia e para a economia global. Fonte: Dow Jones Newswires.

ois navios-tanque que transportam petróleo da Arábia Saudita tiveram "danos significativos" em um ataque ocorrido no fim de semana perto do Estreito de Ormuz, afirmou o ministro da Energia do reino, Khalid al-Falih, nesta segunda-feira. O episódio ocorreu às 6h do domingo (hora local), na costa leste dos Emirados Árabes, no momento em que as embarcações se preparavam para cruzar o Golfo Pérsico.

 

O ataque não gerou um vazamento de petróleo, disse Falih por meio da agência estatal Saudi Press, mas resultou em "danos significativo na estrutura das duas embarcações". Ele se referiu ao episódio como uma sabotagem.

O caso ocorre num momento de tensões militares no Golfo Pérsico. Na semana passada, os Estados Unidos afirmaram que enviariam aeronaves e outros reforços para o Golfo Pérsico a fim de conter o que o governo do presidente Donald Trump considera como a ameaça crescente do Irã. Os EUA têm reforçado sanções econômicas contra Teerã.

Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Abbas Mousavi lamentou o incidente com os navios sauditas e pediu uma investigação, segundo a agência local Isna.

Autoridades sauditas não culparam ninguém pelo ataque. Os Emirados Árabes ainda relataram ataques contra quatro navios comerciais em suas águas, sem detalhar se os navios sauditas estariam incluídos nesse conjunto.

Um terço do gás natural liquefeito e do petróleo do mundo passa pelo Estreito de Ormuz. Falih pediu que a comunidade internacional projeta a navegação marítima e os navios-tanque de petróleo, ao destacar o risco de eventuais problemas do tipo para os mercados de energia e para a economia global. Fonte: Dow Jones Newswires.

 

Com informações do Notícias ao Minuto

 

 




Tópicos Recentes