ESPORTE

09/06/2018 as 11:51

Maria Esther Bueno, maior tenista do Brasil, morre aos 78 anos

Nascida em São paulo, ela era considerada uma das mais importantes tenistas da história do esporte

Foto: (Fotojump).<?php echo $paginatitulo ?>

Considerada uma das mais importantes tenistas da história do esporte, Maria Esther Bueno morreu na noite desta sexta-feira (8), na capital paulista. Ela estava internada em estado grave de saúde em decorrência de um câncer no lábio, descoberto em 2017.

A morte foi confirmada pelo sobrinho de Maria Esther, Pedro Bueno. O velório acontece neste sábado, de 8h às 15h, no salão oval do palácio do governo de São Paulo.

Aos 78 anos, a ex-número 1 do mundo, estava internada há quase dois meses no Hospital 9 de Julho. Em 2017, detectou a doença e, quando se recuperava da radioterapia, voltou a sentir dores e novos exames apontaram que um novo câncer havia se espalhado pelo corpo.

Por opção da própria Maria Esther, a quimioterapia foi descartada e ela passou a ser tratada com imunoterapia. Ela estava lúcida, mas seu estado de saúde era considerado grave.
Por meio de nota, o governador de São Paulo, Márcio França (PSB), informou que decretou luto oficial no estado por três dias.

"O Governo do Estado de São Paulo a homenageou com a grã-cruz da Ordem do Ipiranga, a mais elevada distinção estadual. Meus sentimentos e orações estão com os familiares e amigos deste exemplo de mulher e atleta, que deixa um legado para os jovens e os esportistas em particular de São Paulo e do Brasil. Nesta ocasião, decreto luto oficial no Estado por três dias", diz a nota.

Maria Esther Bueno e o tênis

A paixão pelo esporte ela herdou dos pais, que amavam e praticavam o esporte no Clube de Regatas Tietê, que ficava em frente à casa onde moravam.

Foi no clube da Zona Norte que Maria Esther e Pedro, seu irmão mais velho, começaram a disputar as primeiras partidas de tênis e logo entraram para os campeonatos de alto nível.

Aos 17 anos, Maria Esther disputou o Orange Bowl na Florida, nos Estados Unidos, iniciando sua carreira internacional. Dois anos depois, a brasileira se tornaria campeã do mais importante torneio de tênis do mundo, em Wimbledon. Ela foi três vezes campeã de Wimbledon nos torneios de simples (1959, 1960 e 1964), além de quatro títulos em duplas.

Também venceu quatro vezes o US Open no torneio de simples (1959,1963,1964,1966) e mais quatro vezes em duplas. Foi ainda vice-campeã de Roland Garros e do Aberto da Austrália em simples e campeã em duplas. Ganhou ainda a medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos de 1963 disputados em São Paulo.

Ao todo, Maria Esther Bueno conquistou 589 títulos no total e foi por três vezes a número 1 do ranking mundial (1959, 1964 e 1966). Enfrentou problemas físicos principalmente nos braços e ombros que a fizeram parar de jogar profissionalmente no início dos anos 80.

Ela foi incluída no International Tennis Hall of Fame em 1978, a primeira e única brasileira a receber esta honraria.

O complexo de tênis montado nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, levou o nome de Maria Esther Bueno. Nos últimos anos, Maria Esther atuava como comentarista de tênis do canal de tv fechada Sportv.


Portal Alô News está querendo a sua opinião. Responda nossa pesquisa, clicando aqui e nos ajude a fazer um portal cada vez melhor pra você.

 

 

 

 

Com informações de G1.




Tópicos Recentes