ESPORTE

01/03/2019 as 08:57

Hoje substituto na lista, Vinicius Junior se candidata a parceiro de Neymar em disputa pelo ataque

Jogador do Real tem primeira convocação, mas concorre pela Copa América com Everton, que é lembrado pela terceira vez. No lado direito, Felipe Anderson desponta como alternativa

Getty Images<?php echo $paginatitulo ?>

Tite convocou nove atacantes desde o fim da Copa do Mundo de 2018. Para enfrentar Panamá e República Tcheca, dias 23 e 26 de março, respectivamente, a ascensão meteórica de Vinicius alterou até avaliação recente do treinador. Em novembro do ano passado, o treinador avaliava que o jogador do Real Madrid carecia de "um pouquinho de lucidez" para concluir as jogadas. Sem Neymar, Vinicius entra firme na congestionada disputa de vaga do lado esquerdo do ataque.

O titular, claro, é o craque do PSG. Vinicius se soma a alternativas que crescem mais pelo lado esquerdo do que na direita – do outro lado dois concorrentes ficaram de fora da lista (William e Douglas Costa, este por lesão) e quem surge como opção é Felipe Anderson, meia do West Ham, que também joga avançado pela direita.

Para enfrentar Panamá e República Tcheca, dias 23 e 26 de março, além de Vinicius, o lado mais congestionado de Tite tem Everton, do Grêmio, convocado pela terceira vez - na segunda ele foi cortado por lesão, substituído por Lucas Moura, do Tottenham -, e Richarlison, nome mais consolidado com Tite e pode atuar também centralizado.

Tite ainda evita projetar escalações e a concorrência inevitável para vagas na Copa América. Mas ele comparou as funções do trio pelo lado esquerdo. Definiu Everton como “híbrido” de jogador agudo e também de articulação em contraste a um Vinicius mais vertical e Richarlison.

- A escola do Grêmio é de jogo combinado, de triangulações. Vinicius está para Neymar, que está para Richarlison, com características técnicas e de habilidades diferentes – disse o treinador.

Fato é que num intervalo de 150 dias – entre a estreia pelo time principal do Real (30 de setembro de 2018) e o clássico de quarta com o Barcelona - a versão titular absoluta do ex-rubro-negro chega com moral elevado na lista de Tite. A primeira convocação tem o selo da disputa por posição no lado esquerdo do ataque, mas o garoto de 18 anos é visto com potencial para guardar posição e se firmar no setor. Como Neymar atua tanto mais recuado como centralizado no ataque, o desempenho e a continuidade de Vinicius podem até deslocar o jogador do PSG.

 

Com informações do GloboEsporte.com




Tópicos Recentes