ESPORTE

14/03/2019 as 09:12

Com show de Nico López, Inter vence Alianza Lima no Beira-Rio e mantém liderança do Grupo A

Uruguaio praticamente mata partida com dois gols em 18 minutos; Colorado usa segundo tempo para segurar o resultado

Wesley Santos/Agência PressDigital<?php echo $paginatitulo ?>

O retorno da Libertadores ao Beira-Rio após quatro anos não poderia ter sido mais perfeito. Com estádio lotado e Nico López inspirado, o Inter venceu o Alianza Lima por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, pela segunda rodada da competição continental, e manteve a liderança no Grupo A. O Colorado, aliás, é o único da chave com 100% de aproveitamento.

Olho na tabela

A vitória mantém o Inter na liderança do Grupo A, com seis pontos. E ainda se beneficia do 0 a 0 entre River Plate e Palestino no outro jogo. São quatro pontos de vantagem para o time argentino, segundo colocado. O Alianza Lima cai para último, com um ponto. Na próxima rodada, os peruanos vão ao Chile enfrentar o Palestino, no dia 2 de abril, às 21h30. Já o Colorado recebe o River no Beira-Rio, no dia 3, às 19h15. 

Primeiro tempo

Não deu tempo de os peruanos respirarem. Com dois minutos de jogo, Iago obrigou o goleiro a espalmar em chute cruzado. Aos sete, Nico López clareou para a perna esquerda e soltou a bomba no canto direito, sem chances para Gallese.

O Alianza ensaiou uma reação, e Marcelo Lomba fez linda defesa aos 14, em bate-rebate dentro da área. Mas Nico voltou a aparecer. Aos 18, recebeu lançamento de Rafael Sobis, dançou na frente do zagueiro e arriscou. A bola desviou no marcador e morreu no fundo da rede.

Aos 26, Patrick sentiu problema na virilha e teve de deixar o campo para a entrada de Nonato. Mas o domínio dos donos da casa permaneceu até o apito final.

Segundo tempo

Como esperado, a etapa final ficou reservada para a festa da torcida colorada. Seguro e sem ser incomodado, o Inter apenas controlou a partida até o desfecho. A entrada de D’Alessandro no lugar de William Pottker, aos 19 minutos, foi o momento mais marcante, com o argentino ovacionado a partir das arquibancadas. Aos 26, Dourado cabeceou para defesa de Gallese e foi só. O Inter arrastou a vitória por 2 a 0.

Nicolândia

Há tempos Nico López tem sido o principal jogador colorado. Na estreia em casa na Libertadores, o uruguaio precisou de 18 minutos para resolver a parada. Primeiro, a seu melhor estilo: ajeitada para a perna esquerda e chute forte no canto. Depois, contou com a sorte em mais uma finalização de fora da área. A bola desviou no marcador e enganou o goleiro Gallese.

Um retorno perfeito

O torcedor colorado precisou esperar quatro anos para voltar a sentir a atmosfera de Libertadores no Beira-Rio. E a festa foi completa. Na chegada do ônibus ao estádio, os fãs formaram um corredor, com cânticos e sinalizadores, rememorando as tradicionais “Ruas de Fogo”. Na parte interna, 42 mil pessoas gritaram a todo instante para empurrar o time rumo à vitória.

Sequência positiva e vantagem

O Inter surfa no bom momento. Chegou ao oitavo jogo de invencibilidade no ano. Mais do que isso, acumula sete vitórias seguidas. A importância do triunfo vai além disso. Pois o River Plate, maior rival no Grupo A da Libertadores, não saiu do 0 a 0 em casa com o Palestino. Assim, o time gaúcho tira quatro pontos de vantagem para os argentinos, em segundo na chave, com dois empates.

 

Com informações do GloboEsporte.com




Tópicos Recentes