18/02/2019 as 09:16

Respostas em cima da bucha

Ponto de Vista, por Ivan Valença

Ponto de Vista

Política
Por Ivan Valença
<?php echo $paginatitulo ?>

Uma coletânea de respostas “em cima da bucha” mas que fazem corar”. Vejam só:

JOGADOR DE FUTEBOL: Vamos continuar trabalhando duro.

LADRÃO: Isso aqui foi um cara que me deu.

MECÃNICO: É o carburador.

MUAMBEIRO: Tem garantia de fábrica.

NAMORADA: Para falar a verdade, nem beijar eu sei.

NAMORADO: Você foi a única mulher que eu realmente amei.

NOIVO: Casaremos o mais breve possível.

ORADOR: Vou dizer apenas duas palavras...

OTIMISTA: Os últimos serão os primeiros.

PEIXEIRO: Pode levar, freguesa: está fresquinho.

POBRE: Se eu fosse milionário, dava dinheiro “prá” todo mundo.

RECÉM-CASADO: Até que a morte nos separe.

SAPATEIRO: Depois alarga no pé.

SOGRA: Em briga de marido e mulher, eu não me meto.

VAGABUNDO: Há 3 anos que procuro trabalho mas não acho nada.

VICIADO: Essa vai ser a última!

JORNALISTA: Este é o último e-mail que compartilho.

 

O pimenteiro e o saleiro

Por se tratar de um local com alta rotatividade de pessoas, um restaurante, por mais limpo que seja, tem muitos itens propensos a sujeiras e consequentemente, bactérias. Assentos do banheiro, por exemplo, devem ser evitados, mas vamos de um item em especial que está na lista dos mais sujos e isso pode te surpreender – o pimenteiro. É isso mesmo. Pense: antes de adicionar este delicioso tempero para dar um sabor extra ao seu prato, pense na quantidade de pessoas que já utilizaram este mesmo acessório anteriormente. Por acaso parece limpo? Você notou se está com uma consistência pegajosa?

Infelizmente, grande parte dos restaurantes não limpa o pimenteiro e o mesmo vale para o saleiro. E há dados para comprovar isso. Segundo um estudo divulgado pelo site ABC News, um pimenteiro contém cerca de 11.600 tipo de bactéria. Jonas Sickler, diretor de operações do site

ConsumerSafety.org. “Grande parte de saleiros e pimenteiros são limpos apenas se estiverem aparentemente sujos e, mesmo assim, os funcionários apenas passam um pedaço de pano que guardam em seus bolsos. Outro ponto preocupante é que muitos pais oferecem o saleiro às crianças para mantê-las entretidas durante uma refeição. Ou seja: o acessório pode estar coberto com saliva e outros germes que ficam nas mãos das crianças. Além das bactérias, um pimenteiro pode ser um perigo para quem tem alergia. Por exemplo, se uma pessoa quer colocar

apenas uma pequena porção deste tempero na sua comida, o pimenteiro pode não estar bem fechado o suficiente e todo o conteúdo pode cair em cima do prato. E até mesmo pessoas que são sensíveis à pimenta podem ter problemas no caso do saleiro que pode ter vestígios de pimenta e causar uma crise alérgica à pessoa.




Tópicos Recentes