ESPORTE

02/05/2019 as 09:25

Com gols de Pato e Toró, São Paulo vence Goiás e já dorme na liderança do Brasileirão

Em Goiânia, Tricolor joga bem e conquista a segunda vitória em dois jogos, assim como o Atlético-MG, mas superando o Galo no saldo de gols (Santos e Bahia também podem se manter 100% nesta quinta)

André Borges / Estadão Conteúdo<?php echo $paginatitulo ?>

Tricolor na ponta!

O São Paulo venceu o Goiás por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, no Serra Dourada, em Goiânia, e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro, com duas vitórias em dois jogos assim como o Atlético-MG, mas levando a melhor no saldo de gols (Santos e Bahia também podem manter os 100% nesta quinta-feira). Os gols do São Paulo foram de Alexandre Pato (seu primeiro neste retorno ao clube) e do garoto Toró, 19 anos, novidade no time titular; Leandro Barcia fez o gol do Goiás, validado após consulta ao(havia a suspeita de impedimento de Michael na origem do lance, mas a posição era legal).

Pato é o Craque do Jogo

Alexandre Pato foi eleito pelos leitores do GloboEsporte.com o Craque do Jogo no Serra Dourada. "Fico feliz pelo prêmio, mas isso é do grupo. Fico feliz de ter ajudado. Aos pouquinhos, como falei no primeiro jogo, vamos nos entrosando. Hoje já criamos muitas oportunidades. Feliz pelo prêmio. Conversei com o professor para me colocar um pouquinho mais atrás. O mais importante é a entrega do grupo. No último lance o Bruno deu um pique que mostra a nossa vontade de ganhar", disse Pato. 

Sem VAR?

Teve polêmica de arbitragem! Na opinião de Sálvio Spinola, na Central do Apito, houve um pênalti não marcado para o Goiás no início do segundo tempo, quando o jogo estava 2 a 1 para o São Paulo. Spinola viu ação faltosa no desarme de Toró em Jefferson. O comentarista diz que o árbitro de vídeo Braulio Machado (SC) deveria ter acionado o árbitro de campo Rafael Traci (SC) para que fosse feita a consulta do lance.

Com VAR

O árbitro de vídeo validou o gol de Leandro Bacia, do Goiás, no fim do primeiro tempo. Houve cosulta para saber se a posição de Michael na origem do lance era legal. Na opinião do comentarista Salvio Spinola, não houve impedimento, e a arbitragem acertou ao validar o lance.

Próximos jogos

Os dois times jogam domingo às 16h: o Goiás encara o Cruzeiro em Belo Horizonte e o São Paulo recebe o Flamengo no Morumbi.

 

Primeiro tempo

O São Paulo abriu vantagem no primeiro tempo exatamente com as mudanças feitas pelo técnico Cuca no ataque. O Goiás tentou levar perigo no início da partida, apostando principalmente na velocidade de Michael, mas o Tricolor rapidamente controlou o jogo. Posicionado mais recuado, Pato teve muita liberdade para se movimentar. Foi assim que, aos 31 minutos, ele apareceu livre na área para abrir o placar após boa jogada entre Antony e Igor Vinícius. O segundo gol, aos 35, saiu com a outra novidade da equipe: Toró. Escalado como titular pela primeira vez, o garoto de 19 anos fez bom jogo e marcou um belo gol ao bater da entrada da área para vencer Tadeu. Mesmo atacando pouco, o Goiás descontou, aos 47. Volpi rebateu em Anderson Martins um cruzamento, e o uruguaio Leandro Barcia completou. Ovalidou o gol depois de dúvida sobre um suposto impedimento no início do lance.

Segundo tempo

O Goiás teve de mudar seus dois laterais: saíram Kevin e Jefferson e entraram Daniel Guedes e Marcelo Hermes. O time goiano foi para o abafa, enquanto o São Paulo pareceu ter pregado em campo, apresentando cansaço. Cuca trocou Pato e Toró por Hernanes e Brenner, para ter sangue novo nos contra-ataques. Antony criou boas chances. Mas foi o Goiás quem esteve mais perto do empate, com Kayke e Júnior Brandão. No fim, o Goiás teve boa chance para empatar em falta (que teve expulsão de Igor Vinícius, confirmada pelo VAR), mas Marcelo Hermes bateu muito mal.

Estatísticas

Goiás x São Paulo

Posse de bola: 47% x 53%

Finalizações: 14 x 14

Chances reais de gol: 3 x 6

Bolas levantadas: 16 x 13

Faltas: 15 x 12

Passes errados: 35 x 17

Passes certos: 221 x 327

 

Com informações do GE




Tópicos Recentes