ESPORTE

02/05/2019 as 09:32

CSA arranca empate dos reservas do Palmeiras em Maceió

Verdão abre o placar logo no início com Raphael Veiga, mas não mata o jogo e toma gol em jogada de escanteio na etapa final, com Matheus Savio

Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas<?php echo $paginatitulo ?>

Deu empate

CSA e Palmeiras empataram em 1 a 1 no estádio Rei Pelé, na tarde desta quarta-feira, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Jogando com apenas um titular (Deyverson), o Palmeiras abriu o placar logo no início com Raphael Veiga e deu mostras de que mataria o jogo a qualquer momento. Mas não fez o segundo gol e acabou levando o empate na etapa final, em vacilo de marcação em escanteio, com Matheus Savio livre para finalizar. Foi o primeiro ponto da história do CSA no Brasileirão por pontos corridos - o time alagoano não jogava na elite nacional desde 1986. Já o Palmeiras perdeu a chance de chegar à segunda vitória em dois jogos.

Próximos jogos

O Palmeiras volta a jogar no sábado, contra o Inter, às 19h, em São Paulo. Já o CSA recebe o Santos, domingo, às 16h.

 

Mistão verde

 

O único titular do Palmeiras em campo foi Deyverson, enquanto os laterais Marcos Rocha e Diogo Barbosa ficaram no banco. Weverton, Luan, Gustavo Gómez, Felipe Melo, Bruno Henrique, Gustavo Scarpa, Zé Rafael e Dudu, poupados, nem foram para Maceió - ficaram em São Paulo, fazendo trabalho físico. Felipão montou o time com apenas um titular (Deyverson) e quatro meias (Moisés, Lucas Lima, Hyoran e Raphael Veiga). A tática ia dando certo, com gol de Raphael Beiga, até o time levar o empate num lance de escanteio. Depois disso, Felipão apostou nos velozes Felipe Pires e Carlos Eduardo. O Palmeiras melhorou um pouco, mas não a ponto de chegar ao segundo gol. No final, Felipão ainda promoveu a estreia de Matheus Fernandes no lugar de Moisés.

Primeiro tempo

O Palmeiras praticamente dominou todas as ações na etapa inicial. Nos primeiros 15 minutos, o Verdão pressionou a saída de bola e tentou sufocar o adversário. A estratégia deu certo, e logo aos 8 minutos Raphael Veiga abriu o placar, acertando um lindo chute de primeira após cruzamento preciso de Hyoran. Com o gol, o Palmeiras passou a cozinhar a partida, com troca de passes na defesa e, raramente, passes no ataque. O CSA, por sua vez, só assustou em uma cobrança de falta: Matheus Savio acertou a trave de Jailson, aos 27.

Segundo tempo

O Palmeiras seguiu jogando como se fosse achar o segundo gol a qualquer momento. Acabou vacilando num lance de bola parada, tomando o empate. Aos 17, em escanteio, Madson alçou na área, Victor Luis vacilou na marcação e Matheus Savio ficou livre para tentar uma vez e acertar no rebote. Felipão apostou nos velozes Felipe Pires e Carlos Eduardo. O Palmeiras melhorou um pouco, mas não a ponto de chegar ao segundo gol.

Estatísticas

CSA X PALMEIRAS

Posse de bola: 43% x 57%

Finalizações: 9 x 17

Chances reais de gol: 4 x 7

Bolas alçadas: 11 x 14

Escanteios a favor: 3 x 7

Passes errados: 18 x 34

Passes cetos: 242 x 344

Desarmes: 23 x 29

Faltas: 10 x 11

 

Com informações do GE




Tópicos Recentes