ESPORTE

02/05/2019 as 09:35

Thiago Neves desencanta, Fábio brilha, e Cruzeiro vence o Ceará no Mineirão

Meia marca pela primeira vez no ano e vê companheiro fechar o gol para garantir os primeiros pontos da Raposa no Brasileirão; Vozão, que goleou na estreia, tem o primeiro revés sob comando de Enderson Moreira

<?php echo $paginatitulo ?>

Resumão

Graças a uma noite inspirada de Fábio e ao fim do jejum de Thiago Neves, o Cruzeiro somou os primeiros três pontos no Campeonato Brasileiro. O camisa 10, que ainda não havia balançado as redes na temporada, marcou o gol da vitória celeste por 1 a 0 sobre o Ceará, na noite desta quarta-feira, no Mineirão, pela segunda rodada da competição. O goleirão da Raposa também teve participação fundamental no triunfo, já que defendeu um pênalti e fez pelo menos mais três intervenções importantes. O Vozão, que estreou com uma goleada por 4 a 0 sobre o CSA, em Fortaleza, conheceu o primeiro revés sobre o comando do técnico Enderson Moreira, que assumiu o time após o Estadual.

Olho no VAR

A tecnologia do árbitro de vídeo foi utilizada de maneira decisiva no jogo. Aos 14 minutos, Carleto finalizou, a bola desviou no cotovelo de Lucas Romero e saiu pela linha de fundo. Após ouvir análise de Héber Roberto Lopes (responsável pelo VAR), Wagner Reway foi ao monitor à beira do gramado para revisar o lance e decidiu marcar pênalti, cobrado por Ricardo Bueno e defendido por Fábio.

 

Primeiro tempo

Os primeiros 45 minutos de jogo foram movimentados. Antes dos dez minutos, uma chance clara para cada lado. E aos 18, o pênalti marcado após a análise do lance no monitor à beira do gramado. Fábio pegou e, depois disso, o Cruzeiro acordou, levando perigo ao gol de Diogo Silva em arremates de Edilson e David. Aos 45, Fábio fez uma linda defesa e, no rebote, Chico colocou para as redes. O auxiliar assinalou impedimento, confirmado pelo árbitro do VAR. O primeiro tempo terminou sem gols.

Segundo tempo

A segunda etapa também começou a todo vapor. Aos quatro minutos, David e Robinho tabelaram pela esquerda, e o meia finalizou para boa defesa de Diogo Silva. No rebote, entretanto, Thiago Neves finalizou de perna direita para abrir o placar para o Cruzeiro. Depois disso, o ritmo de jogo caiu. O Ceará não conseguia furar o bloqueio cruzeirense. O time de Mano Menezes, por sua vez, abusava dos passes errados e não conseguia levar perigo à meta de Diogo. As principais oportunidades do Vozão foram criadas aos 27 e aos 44, com Ricardo Bueno e Bergson, que viram Fábio fazer novos milagres. Com isso, o jogo terminou mesmo com vitória do Cruzeiro pelo placar mínimo.

 

Paredão azul

O pênalti cobrado por Ricardo Bueno e defendido por Fábio, no primeiro tempo, foi o 26º que o goleiro defendeu com a camisa estrelada. Decisivo em disputas em fases importantes de torneios mata-matas (como na final da Copa do Brasil de 2017), o camisa 1 havia defendido uma cobrança pela última vez no empate por 1 a 1 com o Grêmio, no Brasileiro do ano passado. Fábio ainda foi decisivo com outras defesas na partida contra o Ceará, como em chutes de Bergson, Leandro Carvalho e Ricardo Bueno.

Agenda

O Ceará volta a campo no sábado, para enfrentar outro time mineiro. Às 21h (de Brasília), o time recebe o Atlético no Castelão. Domingo, às 16h, o Cruzeiro faz mais uma partida em casa, desta vez contra o Goiás.

 

Com informações do GE




Tópicos Recentes