SEX APPEAL

15/03/2018 as 10:57

Sentir dor durante o orgasmo é normal? Confira a resposta

Não é raro encontrar mulheres que sentem uma espécie de cólica durante o orgasmo, mas será que isso é normal?

Foto: (Shutterstock).<?php echo $paginatitulo ?>

Que atire a primeira pedra a mulher que nunca teve uma dúvida sobre sexo durante a adolescência e, após compartilhar com as amigas, ficou se achando “anormal”. Ao contrário dos meninos, as meninas não são incentivadas a descobrir como funciona o próprio corpo (principalmente quando o assunto é a sexualidade ou o aparelho reprodutor delas), fazendo com que muitas delas colecionem questionamentos e, às vezes, sofram em silêncio por medo de compartilhar suas dúvidas sobre masturbação, orgasmo, gravidez e outros assuntos relacionados a sexo.

Não é difícil, por exemplo, encontrar mulheres que sofrem de dores na relação. Para algumas delas, o incômodo é tanto que a penetração se torna impossível e, para outras, ele vem após a relação sexual ou se manifesta em forma de ardência. Mas e quando a dor aparece apenas no momento do orgasmo? Não é preciso ir longe em uma busca pela internet para encontrar mulheres que se queixam de uma espécie de cólica quando chegam ao orgasmo , e, segundo a ginecologista Mariana Maldonado, essa dor pode ser tanto algo normal e momentâneo quanto o indicativo de algo que deve ser investigado.

Atenção para o momento da dor

De acordo com a ginecologista, em situações que envolvem dor na relação , é preciso prestar bastante atenção no exato momento em que a dor aparece. Se ela acontecer no momento da penetração, pode ser que a mulher sofra de vaginismo , distúrbio que faz os músculos pélvicos se contraírem de maneira involuntária, gerando um desconforto tão grande que impossibilita a relação sexual de acontecer.

Se a dor ocorre ao longo da relação sexual, há outros distúrbios – como a dispareunia – ou doenças – como a endometriose – que podem gerar esse desconforto que devem ser investigados, e, em casos de ardência, especialistas afirmam que a maior parte dos casos ocorre por falta de lubrificação vaginal . Segundo Mariana, porém, há casos em que a mulher sente uma espécie de cólica que aparece de maneira pontual no momento do ápice do prazer, e aí a causa é outra.

Conforme explica a médica, isso tem relação com as reações do corpo quando a mulher goza. “Fisicamente você tem, no momento do orgasmo, um estágio de contração muscular, inclusive na região genital, onde há uma contração da musculatura vaginal, perineal e uterina”, comenta Mariana. Dependendo da sensibilidade que a pessoa tem à dor – o que é algo bastante individual – essa contração pode ser algo um pouco doloroso. Há também outros fatores que podem ocasionar um desconforto nesse momento; a ginecologista afirma, por exemplo, que é possível sentir algo parecido nos dias em que o intestino está mais “carregado”, ou no caso de a mulher optar por uma posição sexual que force mais a região abdominal.

Tem solução?

Segundo a ginecologista, por se tratar de algo que muda conforme a sensibilidade da pessoa à dor e que normalmente está ligado à reação natural do corpo a um orgasmo, não há forma de reverter a situação. Ainda assim, ela explica que, quando essa “cólica” é gerada apenas pela contração que a musculatura pélvica sofre durante o orgasmo, ela não é nada forte ou limitante (como é, por exemplo, o vaginismo). Se a dor for forte ou aparecer em outros momentos da relação sexual , o indicado é procurar um médico para investigar melhor a questão.

 

 

 

 

 

Fonte: IG.

 




Tópicos Recentes



Vs 1