MUNDO

19/05/2018 as 08:00

Rebelião em penitenciária deixa ao menos 11 mortos

Réus se rebelaram ao não receberem benefícios processuais

Fonte: (AFP)<?php echo $paginatitulo ?>

A rebelião em uma penitenciária da cidade venezuelana de Barquisimeto, oeste do país, deixou 11 mortos e 28 feridos - informaram nesta sexta-feira (18) as autoridades e uma ONG que defende os direitos dos presos.

O incidente foi registrado na Comunidade Penitenciária Fénix, depois que um grupo de detentos tomou a arma de um guarda e houve uma troca de tiros de quase 20 minutos, assinalou a ONG Uma Janela para a Liberdade.

A rebelião também deixou 28 feridos, detalhou à AFP Carlos Nieto, coordenador da ONG. Cerca de 100 familiares de detidos foram nesta sexta à penitenciária para pedir informações sobre o ocorrido.

Segundo a ONG, os réus se rebelaram ao não receberem benefícios processuais, durante um dia no qual as autoridades ministeriais avaliavam atrasos em seus casos.

Opositor detido

Na Comunidade Penitenciária Fénix está recluso o deputado opositor Gilbert Caro, detido em 11 de janeiro de 2017 por supostamente planejar "ações terroristas". Ramón Carmona, advogado de Caro, disse não saber nada sobre "a integridade física do deputado".

Caro milita no partido Vontade Popular, do dirigente Leopoldo López, que cumpre em prisão domiciliar uma pena de quase 14 anos, acusado de incitar a violência em protestos contra o presidente Nicolás Maduro.

Desde 2011, cerca de 400 pessoas morreram violentamente nas penitenciárias venezuelanas, consideradas entre as mais perigosas da região, segundo cifras oficiais e da ONG de direitos humanos.


O Portal Alô News está querendo a sua opinião. Responda nossa pesquisa, clicando aqui e nos ajude a fazer um portal cada vez melhor pra você.

 

 

Com informações do Jornal Destak




Tópicos Recentes