MUNDO

15/12/2018 as 13:30

Aviões russos deixam Venezuela após participarem de manobras militares

Os EUA reagiram com críticas em relação a operação

<?php echo $paginatitulo ?>

As quatro aeronaves que a Rússia enviou para a Venezuela na última segunda-feira (10), para participarem de manobras militares em Caracas, voltadas à estratégias de defesa do país sul-americano, deixaram nesta sexta-feira(14) o território da Venezuela.

 "@CODAI_FANB se despede com alegria da delegação russa que participou dos #VuelosOperativoscombinadosVzlaRusia2018 e agradece a troca de experiência e a demonstração de amizade manifestada. Continuem sulcando os espaços da Paz", disse o Comando de Defesa Aeroespacial Integral da Força Armada venezuelana no Twitter.

Depois da chegada dos aviões em Caracas, o ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino, chegou a afirmar que "ninguém no mundo" deveria temer pela presença dos russos no país sul-americano porque a Venezuela e a Rússia são "construtores da paz, não da guerra".

Os EUA reagiram com críticas a operação. O coronel norte-americano Robert Manning, porta-voz do Departamento de Defesa, chegou a afirmar que enquanto os EUA enviam ajuda humanitária para a Venezuela "em meio à tragédia", a Rússia "envia bombardeiros à Venezuela".




Tópicos Recentes