MUNDO

27/09/2019 as 11:32

Duas crianças mortas e quatro desaparecidos em naufrágio na Grécia

O barco resgatou 12 refugiados: cinco homens, três mulheres e quatro crianças - três delas com menos de 6 anos e uma com 12 anos

<?php echo $paginatitulo ?>

Duas crianças morreram e outras quatro pessoas estão desaparecidas depois de uma embarcação que transportava 18 refugiados afundar hoje perto da ilha grega de Quios.

Por volta das 10h30 no horário local (4h30 em Brasília), um barco da agência europeia de fronteiras, a Frontex, detectou uma embarcação virada, segundo indicou uma fonte da Guarda Costeira à agência de notícias Efe.

O barco resgatou 12 refugiados: cinco homens, três mulheres e quatro crianças - três delas com menos de 6 anos e uma com 12 anos - e encontrou ainda os corpos de outras duas crianças, uma de 4 anos e outra com alguns meses.

Os sobreviventes contaram à equipe da Frontex que outros quatro ocupantes da embarcação estavam desaparecidos, tendo sido iniciada uma operação de resgate que envolveu três navios da Guarda Costeira, dois barcos e um avião da Frontex e um helicóptero das Forças Aérea helênica.

Segundo a Guarda Costeira, as condições meteorológicas na zona do naufrágio são boas.

As chegadas de refugiados à Grécia vindos da Turquia aumentaram significativamente este ano e, em agosto, 9.300 pessoas chegaram às ilhas do Mar Egeu, o número mais elevado desde a declaração conjunta de março de 2016 entre a União Europeia e a Turquia sobre a gestão da crise migratória.

Nas últimas 24 horas, 358 pessoas foram resgatadas em oito operações na Grécia, de acordo com a Guarda Costeira.

Mais de 26.000 pessoas estão alojadas nos campos de apoio das ilhas do Egeu, instalações inicialmente preparadas para albergar 5.800 pessoas.




Tópicos Recentes