POLÍTICA

13/04/2018 as 08:16

Tudo negócio! Eleição 2018 deve ser a menos “ideológica” de todos os tempos!

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

O processo eleitoral de Sergipe este ano caminha para repetir uma espécie de “tendência nacional” já sentida nas eleições municipais de 2016, em todo o País, com muito mais propostas por parte dos candidatos e menos aspectos ideológicos e/ou ideais políticos. Se por um lado isso é positivo, quanto à praticidade e a busca por soluções para as problemáticas das gestões, quando se deixa o discurso de lado e efetivamente se promovem algumas ações. A “esquerda brasileira”, antes referência, hoje desacreditada para a maioria da Nação, já não agrega como antes.

 

Os tempos mudaram e partidos com conteúdo e históricos ideológicos saíram um pouco do “centro das atenções”. O Partido dos Trabalhadores, diga-se de passagem, após os escândalos dos governos de Lula e de Dilma Rousseff, rompeu de vez esta “construção” que setores da sociedade apostavam, onde a palavra tinha força, do tempo dos discursos extremamente populistas. Com o impacto negativo na Petrobras, e os sucessivos desempregos e perca de investimentos internacionais, uma parcela da sociedade passou a ter “ojeriza” contra qualquer discurso alinhado à “esquerda”.

 

Até 2014, aparentemente, o Brasil só tinha o “FLAxFLU”, a rivalidade entre PSDB e PT, entre o social-democrata e o esquerdista, onde um aposta no setor privado e na necessidade da concorrência e o outro é defensor do “Estado amplo, maior, capaz de tudo, totalitário”. Após tantas Operações da Polícia Federal, tantos escândalos de ordem nacional, eis que nos aproximamos de um pleito diferenciado, completamente atípico, onde o líder nas intenções foi condenado e está preso e onde os demais nomes não inspiram tanta confiança assim.

 

Em Sergipe, este colunista vai mais além: a eleição de 2018 será o processo eleitoral menos ideológico de todos os tempos. Tudo virou negócio! O dinheiro e as benesses, que só apareciam “sorrateiramente”, agora estão cada vez mais explícitas. Isso parte do próprio eleitor que, na maioria das vezes, já não quer mais votar pelas propostas anunciadas ou pelo compromisso com um determinado partido. Ele vai em busca de algumas vantagens, tanto do ponto de vista financeiro (emprego e renda) quanto do ponto de vista pessoal.

 

Por fim, sobre pré-candidaturas, o que a gente observa é uma grande “salada”, onde partidos adversários no plano nacional se reaproximam em Sergipe, fazem juras e conversam sobre as mais improváveis composições. Bem assim é nas funções, quando políticos de um agrupamento decidem “trair” a confiança do eleitor e muitas vezes contrariam a história votando em nomes que estão na oposição, do outro lado do “muro”. Lá se foi o romantismo das eleições, lá se foi o embate ideológico. Hoje a disputa virou negócio...

 

Veja essa!

O clima “esquentou” na tarde dessa quinta-feira (12) em Capela, no povoado Saúde, quando a prefeita Silvany Sukita determinou que caminhões-pipa da Prefeitura fossem captar água, com o reforço do efetivo da Polícia Militar, para captar água do aquífero do local com o suposto argumento de servir outras comunidades do município.

 

E essa!

A comunidade do povoado Saúde, desconfiada de que parte dessa água retirada tem outras finalidades, inclusive para supostamente atender ao setor privado, promoveu uma manifestação, tentou impedir a captação de água e houve um confronto. No meio da confusão, um jovem de 14 anos foi atingido com uma paulada e veio a óbito.

 

Confusão

O autor do crime é um morador da comunidade, que depois teria se entregado à PM. Os moradores reclamam da falta de diálogo da prefeita Silvany Sukita que não resolve o problema da falta de água em Capela e permitiu que a situação chegasse a esse ponto de conflito.

 

Outro lado I

Em nota à imprensa, a Prefeitura de Capela diz que lamenta profundamente o falecimento do adolescente e explica que uma equipe do SAAE retornou ao povoado na tarde dessa sexta, para realizar a captação de água, visando atender outras comunidades que não dispõem de sistema de abastecimento.

 

Outro lado II

“Há cerca de 30 dias, a população de 23 povoados sofre com o desabastecimento em virtude da impossibilidade da captação no povoado Saúde, em ações orquestradas por um grupo de moradores que, em todas vezes, impediu o trabalho dos funcionários do SAAE. Em virtude dessa ação orquestrada, e não tendo alternativa, a Assessoria Jurídica do SAAE recorreu à Justiça”, diz a nota a prefeitura.

 

Não fecha

Apesar de muitas especulações entre um possível entendimento político do PT com o PSB em Sergipe, chega a informação que a aliança não seria positiva para nenhum dos dois lados, que perderiam o discurso. Comenta-se, inclusive, que o governo já está “acomodando” e “acalmando” os petistas...

 

Exclusiva!

A informação é que a coletiva do governador Belivaldo Chagas, nesta sexta-feira (13), tem o objetivo de anunciar novos investimentos na SSP, além de cobrar dos gestores da Pasta uma mudança de estratégia no combate ao crime organizado que levou Sergipe ao posto de um dos Estados mais violentos do País.

 

Christian na Saúde

São fortes os rumores de que o presidente do Ipesaúde, Christian Oliveira, vai assumir o comando da Secretaria de Estado da Saúde, por indicação do governador Belivaldo Chagas (PSD), em reconhecimento ao trabalho que ele vem desenvolvendo.

 

TCE decide

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) decidiu expedir medida cautelar estabelecendo o prazo de 10 dias para que o Secretário de Estado da Saúde e Diretor da Fundação Hospitalar, José Almeida Lima, se desincompatibilize de um dos cargos, independentemente da eventual percepção simultânea de remuneração. Determinou, ainda, a ciência ao Ministério Público Estadual, ao Governador do Estado e ao Conselho da Fundação.

 

 

 

A análise da matéria teve início, no âmbito do TCE, após provocação protocolizada pela equipe técnica da 3ª Coordenadoria de Controle e Inspeção (CCI), que pleiteou a expedição de medida cautelar. Na sessão, o colegiado acompanhou, por unanimidade, o voto do relator, conselheiro Luiz Augusto Ribeiro, que seguiu parcialmente o entendimento da Coordenadoria Jurídica da Casa.

 

FHS vinculada

O acúmulo dos cargos inviabiliza o controle finalístico, por integrar a Fundação a Administração Indireta. Da mesma forma se manifestou o Ministério Público de Contas, por meio do procurador-geral João Augusto Bandeira de Mello, concordando com o relator que o fato de a FHS estar “vinculada (e não subordinada) à Secretaria de Estado da Saúde, por si só, constitui óbice à concentração de desempenho das atividades numa mesma pessoa”.

 

Rogério na Saúde

A possível ida de Christian Oliveira para a Saúde representa que o presidente estadual do PT, Rogério Carvalho, venceu a “queda de braço” com Almeida Lima sobre o comando da Secretaria. Se ficar fora da chapa majoritária, pelo menos o petista já estaria “contemplado” pelo governo...

 

Casa Civil

Outra exclusiva que chega para a coluna é que Belivaldo Chagas já teria em mente a decisão de efetivar a ex-deputada Conceição Vieira (PT) no comando da Casa Civil do Estado. Ela tem bom relacionamento com a equipe de governo e, até onde se tem conhecimento, tem a aprovação dos ex-colegas da Assembleia Legislativa.

 

Pesquisa

Este colunista tomou conhecimento de um levantamento exclusivo para o Governo do Estado, realizado recentemente, em todo o município de São Cristóvão. O primeiro colocado teria quase que o dobro das intenções se somar os números do terceiro, quarto e quinto nome da pesquisa.  

 

Bomba!

Em um evento realizado nessa quinta-feira (12), em Nossa Senhora do Socorro, com a presença de representantes do Ministério das Cidades e do Governo do Estado, o prefeito Padre Inaldo “desabafou” e externou que o também prefeito Edvaldo Nogueira foi ingrato com ele e os demais que ajudaram sua eleição em 2016.

 

Inaldo fala

O prefeito de Socorro lembrou no evento que os três prefeitos eleitos na Grande Aracaju “vestiram a camisa” de Edvaldo no 2º turno daquela eleição e jamais tiveram o reconhecimento do prefeito da capital. Um detalhe: Inaldo e Edvaldo são filiados ao mesmo PCdoB...

 

Constrangido

Representando o prefeito de Aracaju, seu líder na Câmara Municipal, vereador Antônio Bittencourt (PCdoB) deve ter ficado constrangido com o “desabafo” do Padre Inaldo. Sobrou até para Jackson Barreto (MDB).

 

Falando nele

Outra informação exclusiva: o ex-governador Jackson Barreto foi submetido a um procedimento cirúrgico no outro olho e encontra-se em repouso, onde se recupera da cirurgia. Assim que estiver liberado, deve iniciar as articulações políticas.

 

Chapinha

São fortes os rumores de uma “chapinha” dentro do governo entre o Podemos e o PCdoB para deputado estadual, contrariando outros partidos da base aliada. O genro de Almeida Lima, Breno Silveira, filiou-se ao partido de Edvaldo Nogueira.

 

PT sozinho

Leitura parecida fazem muitos petistas: com o chapão o partido elege um deputado, podendo eleger dois ou não. Setores no PT estudam a possibilidade da legenda não fazer aliança proporcional e sair sozinho para tentar eleger de dois a três estaduais.

 

Romperam?

Falando no PT sergipano, chega a informação que o ex-secretário de Estado, Esmeraldo Leal, pré-candidato a deputado estadual, não estaria mais “alinhado” com o deputado federal João Daniel (PT), que buscará a reeleição. O comentário é que há um rompimento político entre os dois...

 

PSB & PV

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) e o deputado federal Valadares Filho (PSB) receberam a visita de Reinaldo Nunes e Ismael Silva, com quem conversaram sobre as eleições de outubro e sobre a possibilidade de adesão à pré-candidatura do PSB ao governo.

 

Valadares Filho

“Nesse momento administrativo tão difícil que vive Sergipe, é fundamental agregar todos aqueles que querem contribuir decisivamente com o desenvolvimento do nosso estado através de novos valores e boas ideias”, pontuou Valadares Filho.

 

Cabo Amintas I

A defesa técnica do Vereador  Cabo Amintas, reafirma a inocência do seu cliente, defendida com ênfase no plenário do Tribunal do Júri mediante a tese absolutória da negativa da autoria delitiva. Com isso, o Conselho de Sentença, ao proferir o veredicto, rejeitou a tese acusatória da tentativa de homicídio, no entanto, acatou a desclassificação do crime de tentativa de homicídio duplamente qualificado, sustentado pelo Ministério Público, para o crime de lesões corporais. 

 

Cabo Amintas II

Em razão disso, o magistrado togado fixou a pena privativa de liberdade em 1 ano e 6 meses, em regime aberto, pena esta que, caso se torne definitiva, ensejará a prescrição retroativa da pretensão punitiva estatal em razão da pena em concreto, ou seja, na prática, sem consequências de qualquer natureza, equiparando-se a uma sentença absolutória. Não ensejando, portanto, prisão ou qualquer outra consequência de ordem penal e/ou política. Diante disso, a defesa ainda irá avaliar a interposição ou não de recurso.

 

André & Edvaldo I

Aracaju será beneficiada com um novo montante de recursos federais, na ordem de R$ 16 milhões. O anúncio foi feito pelo prefeito Edvaldo Nogueira, após reunião com o deputado federal André Moura. Com estas verbas, será possível a realização do Forró Caju, a revitalização de praças e a implantação do programa “Cartão Reforma”, além da urbanização da Ponta da Asa, no bairro Santa Maria, onde Edvaldo e André se reuniram com os moradores para dar a boa notícia pessoalmente.


André & Edvaldo II

“Esta é uma noite especial. Um mês após vir aqui ouvir as reivindicações da população, retorno hoje para anunciar que já conseguimos os recursos para realizar as obras de drenagem, esgotamento sanitário e pavimentação desta via, que é o prolongamento da avenida Alexandre Alcino. Me comprometi com os moradores da Ponta da Asa e hoje venho honrar aquilo que prometi. A situação aqui é muito difícil. Seja no verão, por causa da poeira; seja no inverno, por causa da lama e dos buracos. Mas a realidade começará a mudar a partir de agora”, afirmou o prefeito durante a reunião na comunidade.


Agradecimento

Edvaldo destacou que pleiteou, junto a André Moura, o apoio financeiro para garantir a realização da obra, no que foi prontamente atendido. O parlamentar direcionará R$ 1,5 milhão para a infraestrutura da Ponta da Asa. “Corri atrás do recurso e o deputado nos atendeu. Só tenho a agradecer a André Moura por toda a ajuda que ele tem dado a Aracaju”.

 

Emília Corrêa I

“Minha mãe, que não está mais entre nós, passou por sessões de hemodiálise, foi  submetida a um transplantes de rim que teve como doador o meu irmão. É muito sofrimento. Só quem depende dessas máquinas para continuar vivo sabe da angústia e das incertezas”. Foi com esse relato pessoal que a vereadora Emília Corrêa (Patriota) falou sobre inauguração da obra inacabada Centro de Nefrologia do Hospital de Urgência de Sergipe.

 

Emília Corrêa II

“Aquele ato foi um escândalo, uma coisa mentirosa e armada. Um circo contra o povo e contra a saúde”, completou, dizendo que “é uma falta de respeito com quem quer viver e depende de uma assistência do Estado. Usar a boa fé e a esperança de um renal crônico para fazer palanque, é humilhar o cidadão”, disse.

 

Maria Mendonça I

A deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) voltou a apontar a necessidade de engajamento das autoridades em relação à situação dos servidores vinculados à Fundação Hospitalar da Saúde (FHS), que será extinta em março de 2019 por recomendação do Ministério Público Federal (MPF).  A parlamentar propôs a somação de esforços de todos os segmentos, entre eles o Legislativo, considerando que “o Estado não pode deixar os quase sete mil trabalhadores acéfalos porque ao longo dos anos eles têm dedicado suas vidas ao serviço público”.

 

Maria Mendonça II

A preocupação da deputada está relacionada às incertezas em relação à manutenção dos empregos, uma vez que, os procuradores do MPF já atestaram a inviabilidade do contrato mantido, atualmente, entre a FHS e a Secretaria de Estado da Saúde (SES). “Diversas auditorias demonstraram a incapacidade de gestão do Estado por conta do descontrole na aplicação dos recursos públicos destinados aos serviços de saúde”, pontuou Maria, acrescentando que, “no entanto, os servidores que prestaram concurso, não podem ser penalizados”.

 

Gilmar Carvalho I

O deputado estadual Gilmar Carvalho apresentou, por meio de projeto de Lei, uma solução para os servidores concursados da Fundação Hospitalar de Saúde. Com a extinção da FHS, os servidores que corriam o risco de ficar sem emprego, podem conseguir uma brecha para se manter em atividade.

 

Gilmar Carvalho II

De acordo com o texto do projeto, fica estabelecido, obrigatoriamente, o aproveitamento dos servidores concursados do órgão que encerrará as suas atividades. O projeto abrange o encerramento das atividades que acontecerem por meio de fusão, incorporação, cisão, extinção ou qualquer outra modalidade de reorganização administrativa que gera a suspensão das atividades desempenhadas pela entidade. Aos servidores cedidos pela Administração Direta e que optaram pelo regime da entidade, é assegurado o mesmo direito de retornar ao regime jurídico anterior.

 

Proposta

Para Gilmar, “o aproveitamento dos servidores que já possuem a ‘expertise’ para o desenvolvimento das atividades é medida de eficiência e de economia que se impõe, caso contrário haverá interrupção dos já precários serviços públicos por carência de pessoal”. Para que o desempenho e eficiência do serviço público seja mantido, o projeto assegura ainda que a remuneração seja idêntica ao valor recebido pelo servidor quando em atividade na entidade que foi encerrada.

 

Sílvia Fontes I

Representantes da Comissão dos Técnicos e Auxiliares de Enfermagem da Fundação Hospitalar da Saúde (FHS) estiveram no final da manhã desta quinta-feira, 12, no gabinete da deputada Sílvia Fontes (PDT) para pedir apoio a parlamentar na luta para garantir a estabilidade dos servidores da fundação, tendo em vista a possibilidade de extinção dela a partir do ano que vem.

 

Sílvia Fontes II

“Com o risco iminente do Governo do Estado não renovar o contrato com a FHS a partir do próximo ano, viemos pedir a deputada apoio para possibilitar a garantia da nossa estabilidade. Viemos pedir que ela levante essa bandeira porque a incerteza que hoje sentimos  é muito grande”, disse o presidente da Comissão,  Charliton Robert. Na reunião, o grupo também apresentou um possível caminho para solucionar o atual impasse da FHS.

 

Gustinho Ribeiro I

Buscando apoio do deputado Gustinho Ribeiro (SD), a Comissão de Auxiliares e Técnicos da Fundação Hospitalar de Saúde, que representa mais de 4 mil servidores, apelou pela aprovação de uma lei que permita a permanência no emprego mesmo com a possível extinção da fundação. São ao todo sete mil servidores.

 

Gustinho Ribeiro II

“Firmamos o compromisso de dialogar com o Governo do Estado e também buscar uma audiência com os Ministérios Público Estadual e do Trabalho, Tribunal de Contas, Procuradoria Geral do Estado e também sindicatos. Nossa atuação vai ser para proteger o emprego de homens e mulheres que dedicam seu trabalho ao SUS”, garantiu Gustinho.

 

João Daniel

O deputado federal João Lula Daniel (PT) foi eleito primeiro vice-presidente da Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara (CDU), que passa a ser presidida pela deputada Margarida Lula Salomão (PT-MG). O parlamentar, que já havia atuado na Comissão como membro substituto, teve uma atuação muito firme, com a proposição de debates e audiências públicas, tratando de temas como moradia, água e saneamento.

 

Temas

A própria presidente da Comissão ressaltou que entre os temas que devem ser debatidos no colegiado, este ano, está a luta contra a privatização do acesso à água e ao saneamento, a gratuidade de assistência técnica para edificações construídas pela população em áreas populares e o direito de mobilidade das mulheres nas cidades, além da retomada do protagonismo do Conselho das Cidades.

 

Maria do Carmo I

A alergia alimentar afeta entre 6% e 8% das crianças com menos de três anos de idade, e entre 2% e 3% da população adulta, segundo dados da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI). Os números aparentemente pequenos representam muito, considerando o universo populacional brasileiro, além ser um processo crescente com quadro que tem persistido por mais tempo.

 

Maria do Carmo II

Nessa perspectiva, a Comissão de Assuntos Sociais aprovou requerimento da senadora Maria do Carmo Alves (DEM), propondo a realização de audiência pública visando instituir a Semana Nacional de Conscientização sobre a Alergia Alimentar. “Apesar do notável aumento de casos de alergia alimentar, não há no Brasil, até o momento, dados oficiais sobre sua prevalência”, justificou Maria, ressaltando que as reações têm sido cada vez mais graves, “o que demanda que haja maior atenção ao tema por parte do Estado e conhecimento por parte da sociedade”.

 

Senador Valadares I

O senador Antônio Carlos Valadares (PSB) defendeu, na tribuna, a inclusão do acesso à água e ao saneamento básico no rol dos direitos sociais garantidos pela Constituição. Ele pediu a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 35/2017), de sua autoria, que tem esse objetivo e alertou sobre a preservação das fontes de água.

 

Senador Valadares II

Valadares lembrou que a PEC se alinha com os desdobramentos do 8º Fórum Mundial da Água, realizado em Brasília, em março deste ano. Para ele, não são novos os alertas para a necessidade de preservação das fontes de água potável e em favor de seu uso racional. “Em 1995, o então presidente do Banco Mundial, Ismail Serageldin, apresentou um diagnóstico sombrio, de que as guerras que viriam não seriam geradas pela política, religião ou petróleo, mas pela escassez de água”, citou.

 

Senador Valadares III

Valadares reforçou a importância do Parlamento na missão de contribuir por meio da edição de leis que protejam e forcem a tomada da ação governamental. “Reitero o chamamento pela união de esforços no Senado para que avancemos nesse desafio, de garantir um futuro para o nosso país, com acesso igualitário e farto a um bem irrenunciável, fundamental para a dignidade humana”, concluiu.

 

Pesar

Faleceu na noite da quarta-feira (11), Maria Ribeiro Franco, mãe do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Zé Franco, e da ex-deputada Celinha Franco. Dona Maria estava internada no Hospital São Lucas, em Aracaju. Dona Maria tinha 96 anos e era natural de Salvador (BA). Ela deixa dois filhos, cinco netos, cinco bisnetos e um tataraneto. A coluna se solidariza com os familiares.

 

Laranjeiras I

A Prefeitura de Laranjeiras, na gestão do prefeito Paulo Hagenbeck (DEM), o “Paulão das Varzinhas”, e da vice-prefeita Suely Alves (DEM), a “Suely da Escolinha”, acaba de viabilizar junto ao Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) a doação de uma máquina para as rendeiras do município que fazem parte do Projeto “Resgatando a Renda Irlandesa”.

 

Laranjeiras II

Segundo a secretária municipal de Cultura, Gardênia Hagenbeck, a parceria da Prefeitura com o Iphan já rende excelentes frutos. “No último final de semana as nossas rendeiras passaram por uma capacitação com a máquina trançadeira para a produção do lacê, na sede do Iphan, que tem sido um grande parceiro da Prefeitura de Laranjeiras, da nossa Cultura e do nosso povo”.

 

Laranjeiras III

As rendeiras de Laranjeiras receberam o treinamento adequado para a produção do Lacê que serve para a confecção da renda Irlandesa. “Estamos falando de uma alternativa importante de geração de emprego e renda neste momento de crise que o nosso País atravessa. Essa capacitação para rendeiras e costureiras é um grande incentivo da Prefeitura e do Iphan”, disse.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

 

 




Tópicos Recentes



Vs 1