POLÍTICA

16/04/2018 as 23:46

Prisão de Lula não gerou “comoção” e PT não tem opção para “plano B”!

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

Algumas pessoas têm receio de dizer a verdade, preferem esperar as coisas acontecerem para opinar, para depois não serem cobradas pelo que escreveram ou pela forma como se manifestaram publicamente. Este colunista prefere seguir na “contramão”, acredita na democracia e avalia friamente: a prisão do ex-presidente Lula (PT), em Curitiba (PR), está longe de ter sido um fato que tenha gerado grande comoção nacional e, se sua defesa não conseguir uma espécie de “efetivo suspensivo” nos próximos dias, na próxima semana o líder petista já começará a cair no esquecimento de boa parte da população.

 

Aqui este colunista discorda de posicionamentos tomados por Lula enquanto homem, enquanto presidente da República, mas jamais vai deixar de reconhecer e respeitar sua liderança popular, seu carisma junto aos movimentos sociais, às entidades sindicais e, principalmente às famílias de baixa renda. Lula deixou seu legado, escreveu (e manchou) sua história e é sim um grande líder político. Isso é inquestionável! Mas nem assim ele pode ficar impune dos crimes de responsabilidade cometidos, pelos quais foi julgado e condenado. Ele tem que assumir e responder pelas consequências de todos os seus atos.

 

E cobrando isso de Lula é preciso que a Justiça atue, que a sensação de impunidade, que se alastrou pelo País por décadas, seja reduzida, fique um pouco fragilizada. Que os demais “grandões” também caiam por uma renovação e limpeza necessárias no Congresso Nacional. As pessoas estão mais conscientes, estão mais críticas. O brasileiro rejeita o governo do presidente Michel Temer (MDB), que enfrenta rejeição absurda e é tão responsável por muitos desmandos quanto Lula e a própria ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Mas muitos que condenam a gestão atual também não se mobilizam ou se comovem mais com o discurso populista de alguns líderes do Partido dos Trabalhadores.

 

A prisão recente de Lula provou isso! Houve uma resposta da militância do partido, de alguns sindicatos e de membros dos movimentos sociais, mas muito aquém do que se esperava, que criaria uma forte “comoção nacional”. E o mundo de hoje anda é tão oportunista, tão individualista que as pessoas estão desgostosas e desinteressadas pela política. Muitos não querem nem ouvir, outros decidiram não votar e muitos cansaram de acreditar. É sempre “mais do mesmo” e pouco se renova. Se continuar preso mais tempo, logo Lula será mais lembrado nos livros de história do que sobre sua militância nas ruas.

 

Em síntese, não é verdadeira a teoria do Partido dos Trabalhadores de quem não tem um “plano B” porque seu pré-candidato à presidência da República continua sendo Lula. Hoje ele está inelegível, foi condenado em 2ª instância e encontra-se preso. Tentou a todo custo comover buscando politizar o fato, mas a “grande massa” não mais se apaixonou. Dificilmente poderá ser candidato e a verdade é que nem Fernando Haddad e, muito menos, Jaques Wagner (ambos do PT), representam o “plano B” para a legenda. Apostam todas as fichas na soltura e em uma pré-candidatura petista em 2018. Pode até acontecer, mas, por enquanto...

 

Veja essa!

Durante a solenidade para anunciar informações sobre o Forró Caju 2018, o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) declaradamente “segurou” o anúncio até quando pode para esperar a chegada do líder do Congresso Nacional, deputado André Moura (PSC).

 

E essa!

Quando André chegou a solenidade já estava em andamento, mas Edvaldo já havia anunciado que o Forró Caju só seria realizado graças ao apoio do deputado federal junto ao Ministério da Cultura, com a liberação de R$ 4 milhões.

 

Falando nele

No domingo (15), André Moura e o deputado estadual Róbson Viana (PSD) praticamente selaram uma aliança política durante um café da manhã no Mercado do Conjunto Augusto Franco, ao lado dos líderes comunitários William Fonseca e Moura. Róbson apoia uma pré-candidatura de André para senador da República.

 

Vaias

Setores da imprensa veicularam com veemência as vaias quando André Moura foi anunciado pelo cantor Alcymar Monteiro, durante seu show, no sábado (14) à noite, no Gonzagão. Diferente do que muitos interpretaram, o “recado” não foi para André, mas para os políticos em geral. A população cansou...

 

Cenário 2010

Sobre essa disputa para o Senado, este colunista se recorda do cenário de 2010, muito parecido com o atual, onde um candidato tinha o apoio de políticos da situação e da oposição, onde tínhamos um ex-governador tentando ser senador e Valadares (PSB) “correndo por fora”. O resultado todos sabem...

 

Denúncia

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Santana do São Francisco, José Wanderley Tavares, procurou este colunista para denunciar que o prefeito da cidade se nega a discutir uma proposta de revisão salarial alegando que a folha de pagamento está “estourada”.

 

Exclusiva!

Segundo o presidente do Sindicato, mesmo “sem condições”, o município prestigia amigos políticos do prefeito com gratificações altíssimas de 100%, 125% e até 150%, segundo informações do próprio site da transparência do município. “Tem servidores que desempenham as mesmas funções e não recebem gratificação”.

 

Bomba!

Em outra denúncia, Wanderley Tavares revela que há um retroativo do reajuste salarial que, pela transparência, o prefeito já teria pago a quase todo mundo, mas até agora ninguém recebeu. “Tenho os contracheques para provar a denúncia e, logo que externei o caso, a prefeitura retirou a folha de pagamento do site da transparência”.

 

Crime

Por fim, Wanderley ainda acusa o prefeito de Santana do São Francisco de outra coisa: “o sindicato está com os repasses de fevereiro e março ainda pendentes. Isso é ou não crime?”, questionou.

 

Sukita

Dando muito o que falar a declaração do ex-prefeito Sukita ao radialista George Magalhães, da FAN FM, de que recebeu R$ 5 mil em espécie, das mãos do então governador Jackson Barreto, dentro do Palácio. Por mais que tenha sido uma doação, o ambiente e a situação não eram propícios...

 

Obediente?

Ao anunciar que vai ficar com a oposição, Sukita disse que atacou André e Amorim no passado a mando de Jackson Barreto e de Valadares e que hoje está com a oposição porque JB o quer assim...distante...

 

Ezequiel Leite I

O ex-prefeito de Capela, Ezequiel Leite (PR), preocupado com a repercussão negativa do anúncio feito por Sukita para o radialista George Magalhães de que vai apoiar o senador Amorim e o deputado André Moura em 2018, tratou logo de esclarecer para a população: “voto a gente não rejeita nunca! Agora não existe qualquer possibilidade do nosso grupo se unir a Sukita em Capela. Ele defende Eduardo e André de um lado e nós vamos defender do outro”.

 

Ezequiel Leite II

Ezequiel explicou que quem tem história ao lado de Amorim e André Moura é seu agrupamento e garantiu que não sobe no palanque de Sukita. “Nós estamos juntos com André e Amorim há algumas eleições. Somos adversários de Sukita, água e óleo não se misturam e eu não subo no palanque onde ele estiver. Sukita chegou agora e vai sentar no corredor”, pontuou, lembrando que o ex-prefeito de Capela se aproximou após esculhambar e desrespeitar seus adversários.

 

Sem negociata

“Sukita denegriu a imagem de Eduardo Amorim, de André Moura, do senador Valadares, de Valadares Filho, já criticou juiz, desembargador, conselheiro do Tribunal de Contas, promotor de Justiça, deputado federal e deputado estadual. Esse rapaz já atacou todo mundo e agora seu alvo é Jackson Barreto. Eduardo tem razão em não rejeitar votos. Se ele quer apoiar, ninguém vai trabalhar contra, agora ele precisa entender que aqui não tem negociata”, alfinetou Ezequiel.

 

Não é bem vindo

Por fim, Ezequiel disse que para ele Sukita não é bem vindo, mas que vai respeitar a decisão do agrupamento. “Nosso projeto é maior, é de pensar em um Sergipe melhor e nos trilhos. Não é segredo para ninguém que nós nos sentimos incomodados com Sukita aqui, mas ele fará o seu trabalho e nós faremos o nosso, sem qualquer vínculo, sem qualquer aproximação. Quem mudou de posição não fomos nós, quem precisa explicar algo não é nosso grupo. E sim ele e seus 209 processos na Justiça”.

 

MPE I

O Ministério Público de Sergipe recebeu a visita de representantes do Instituto de Promoção e de Assistência à Saúde de Servidores do Estado de Sergipe - Ipesaúde. A equipe foi recepcionada pelo procurador-geral de Justiça José Rony Silva Almeida, pelo secretário-geral Manoel Cabral Machado Neto e pelo promotor de Justiça e diretor do Centro de Apoio Operacional dos Direitos à Saúde, Fábio Viegas Mendonça de Araújo.


MPE II

O objetivo foi apresentar um balanço do trabalho feito pelo Ipesaúde nos últimos dois anos. “A nossa estratégia de planejamento é pautada na sustentabilidade e na eficiência nas ações de promoção à saúde, seja na rede própria ou na credenciada. Fizemos um recadastramento, pois existia um cadastro desatualizado com 140 mil beneficiários, entre titulares e dependentes, e conseguimos reduzir 35 mil que nem utilizavam mais o Ipes”, diretor-presidente do Ipesaúde, Christian Oliveira.


Endocrinologia

Durante a visita, também foi apresentado o Centro de Endocrinologia e Diabetes do Instituto. A médica endocrinologista Karla Rezende explicou o trabalho de prevenção feito pelo Ipesaúde. “Com o apoio do MP de Sergipe alcançamos muitos ganhos na promoção da saúde e, com isso, asseguramos os direitos da população”.

 

TCE I

Os administradores públicos e responsáveis por unidades ou entidades das administrações direta e indireta, dos Poderes do Estado e dos Municípios sergipanos, têm até o próximo dia 30 de abril para encaminharem ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) a Prestação de Contas Anual referente ao exercício 2017. 

 

TCE II

O prazo consta no calendário de obrigações dos jurisdicionados, onde são informadas datas, providências e diretrizes necessárias para a prestação de contas à Corte. "É importante que os gestores estejam atentos aos prazos e cumpram com esta obrigação que é essencial para controle desenvolvido pelo Tribunal", comenta o conselheiro-presidente Ulices Andrade.

 

Meio eletrônico

Uma novidade para este ano é que os dados devem ser enviados por meio eletrônico, com suas peças separadas em arquivos distintos, no formato PDF, através do Portal do Jurisdicionado. Antes, todas as informações eram digitalizadas em um só arquivo, dificultando o processo de análise. "São inovações que irão proporcionar mais transparência quanto à aplicação dos recursos públicos", acrescenta o conselheiro.

 

Prestação anual

A Prestação de Contas Anual é respaldada pela Lei Complementar Estadual nº 205/2011, além do Regimento Interno do TCE, e da Resolução TC 263. Os responsáveis devem enviar, dentro do prazo legal, ao Tribunal de Contas documentos, informações e demonstrativos que comprovem a regularidade do emprego dos recursos nas administrações públicas.

 

Controle Interno

Seguindo o mesmo prazo de 30 de abril, os poderes Legislativo, Executivo, Judiciário e Ministério Público devem encaminhar também ao Tribunal seus Relatórios de Controle Interno do primeiro trimestre. Os documentos tratam de auditorias contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial nas unidades administrativas.

 

Gustinho e Ibrain

O deputado Gustinho Ribeiro (SD) participou do ato organizado pelo pré-candidato a deputado estadual Ibrain Monteiro e pelo prefeito do município, Valmir Monteiro, ao lado do líder André Moura. Estiveram presentes também a vice-prefeita Hilda Ribeiro, o senador Eduardo Amorim, o ex-deputado federal Rogério Carvalho e o jurista Evaldo Campos,

 

Lagarto

Diversas lideranças e autoridades sergipanas, como prefeitos e vereadores, também participaram. "No evento, o prefeito Valmir Monteiro apresentou seus pré-candidatos a deputado federal e estadual, respectivamente, citando a mim e o presidente da Câmara Municipal, Ibrain", afirmou Gustinho.

 

Fecomércio

O presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, convida para evento comemorativo ao aniversário de 70 anos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe.
Na oportunidade, será lançado o livro "Comércio em Sergipe - História e Histórias". A comemoração acontecerá nesta quinta-feira (19), às 19h30, no Hotel Sesc Atalaia.

 

Amorim I

Em entrevista na manhã dessa segunda-feira (16), para o programa ‘Linha Direta’, ancorado por Jairo Alves, na Rádio Cultura AM, o senador Eduardo Amorim (PSDB) confirmou sua pré-candidatura ao governo do Estado para o próximo pleito, e que, passada a fase das filiações, será o momento de discutir a composição da chapa majoritária.

 

Amorim II

“Caminhando por todos os cantos de Sergipe, a gente percebe e sente apenas a indignação do povo, por isso coloquei sim o meu nome à disposição como pré-candidato ao governo do Estado de forma muito consciente, já que estamos diante de tantas mazelas já previstas por nós desde 2014. Seguiremos com os projetos que ficaram prontos lá atrás para serem aplicados. Iremos alinhar os partidos da conjuntura para lançarmos logo em breve a chapa majoritária”, afirmou Eduardo.

 

Filarmônicas

No ano de 2017, o senador explicou que foi destinado emendas para as filarmônicas das cidades de Itabaiana; Brejo Grande; Estância e Boquim. Já em 2018, foram solicitadas para as filarmônicas nas cidades de Campo do Brito; Gararú; Propriá; Salgado; Riachuelo; Simão Dias; Itabaianinha; Umbaúba; Rosário do Catete e Aracaju.

 

43 contempladas

“Solicitamos recentemente emendas para 28 filarmônicas em todo o Estado. Com mais 15 que já tinham sido contempladas, temos um total de 43 filarmônicas beneficiadas nos diversos cantos de Sergipe. Fomentar a cultura do nosso Estado é de grande importância, e ainda quando nos referimos em valorizar as filarmônicas, esse sempre foi um sonho meu que está sendo realizado. As instituições estão sendo contempladas com R$ 100 mil para cada uma”, completou ele.

 

Pesar

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) revelou a sua tristeza com a notícia da morte de José Guimarães Lima, conhecido como Zé Guimarães, seu cunhado, ocorrida no final de semana. Ele era casado com a sua irmã e ex-prefeita de Propriá, Maria das Graças, “Menininha". Em nota, a senadora manifestou o seu desejo que "Deus possa confortar nossa família neste momento de dor, ampliando nossa fé e recebendo em sua Glória esse nosso ente muito querido”.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com




Tópicos Recentes