POLÍTICA

19/04/2018 as 04:33

Tem uma “TORRE DE AREIA” emperrando a CPI do Lixo na CMA!

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

A Câmara Municipal de Aracaju (CMA) segue devendo e muito à sociedade aracajuana. Devendo, principalmente, boas respostas. Com o discurso de buscar a “qualidade de vida” da cidade, o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) toca sua gestão de maneira isolada, e parece ignorar os questionamentos dos vereadores, em especial, aqueles que fazem oposição ao seu governo. Ele traz como “trunfos” apenas o pagamento dos servidores da PMA em dia e a promessa de recursos que estão sendo viabilizados pelo líder do Congresso Nacional, deputado federal André Moura (PSC).

 

Mas já estamos praticamente na metade do segundo ano da administração de Edvaldo Nogueira e, por enquanto, muitos problemas deixados por ele em 2012, e continuados na gestão de João Alves Filho (DEM), parecem não ter solução. O transporte coletivo continua deixando a desejar, os terminais de integração seguem inadequados, o IPTU não revogado, a Saúde da capital não ajuda a diminuir a superlotação do Hospital de Urgência de Sergipe, guardas municipais e professores da rede completamente desvalorizados e desde 2017 que a PMA não paga o piso salarial do Magistério.

 

Usando André Moura como “escudo”, Edvaldo Nogueira preteriu até seus principais aliados políticos e hoje conta com o apoio da maioria na Câmara Municipal graças a vereadores que faziam parte do agrupamento ou que davam sustentação à gestão de João Alves. Parlamentares do DEM, do PSDB e eleitos pela coligação oposta hoje “blindam” o prefeito de Aracaju e tentam a todo custo dificultar o trabalho da oposição que, com muita luta, inclusive junto ao Poder Judiciário, conseguiu instalar duas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs): da Saúde e do Lixo.

 

De um lado, a CPI da Saúde se apresenta mais atuante, é mais transparente e tem se dedicado a visitar os hospitais e fiscalizar o que realmente está acontecendo lá na “ponta do problema”. Essa semana, os membros da Comissão chegaram a ser barrados no Hospital Cirurgia, mesmo no exercício de suas prerrogativas. Foram publicamente desrespeitados, mas ainda assim estavam atuando em conjunto, defendendo os interesses da coletividade. Por sua vez, a CPI do Lixo, por enquanto, representa uma profunda decepção.

 

Como se não bastasse todo o esforço “surreal” do presidente da CMA, Josenito Vitale (PSD), o “Nitinho”, que recorreu por duas vezes para que a CPI do Lixo não fosse instalada, e tendo que se submeter ao “vexame” de ver a Câmara Municipal de Aracaju assistir o Judiciário “legislar” por três vezes a favor da Comissão, agora está claro que não há, por parte de alguns membros da própria CPI tanta “disposição” para que os trabalhos sejam exitosos. Não existe, por exemplo, a mesma dinâmica de trabalho dos colegas da CPI da Saúde.

 

É visível que há algo errado na CPI do Lixo. É como se estivesse faltando algo, como se os membros da Comissão não estivessem tão dispostos a investigar, a fiscalizar; tem horas que a impressão é que o assunto caminha para ser “engavetado” na CMA! Tem fiscalizador que, por exemplo, era contrário a instalação da mesma, mas ainda assim foi convocado para participar dos trabalhos. Parece mais uma ação “orquestrada”, a típica “comédia-pastelão”! O que se comenta é que há muita “sujeira” embaixo do tapete, mas para este colunista a verdade é que existe uma “Torre de Areia” emperrando os trabalhos da Comissão, dificultando os acessos. Como o inverno está chegando, resta saber se esse “castelo” resiste à força da chuva...

 

Veja essa!

O vereador Lucas Aribé (PSB) ficou indignado quando tomou conhecimento que seus colegas de parlamento foram impedidos de fiscalizar o Hospital Cirurgia. Durante entrevista no rádio, ele lamentou o desrespeito com os representantes do povo.

 

E essa!

Ao tempo em que avalia que a CPI da Saúde busca resultados efetivos, Lucas Aribé entende que as “coisas não andam” na CPI do Lixo porque “tem investigador sendo investigado” e porque alguns membros já eram contra a instalação da mesma.

 

Exclusiva!

Uma fonte do Partido dos Trabalhadores pontua: “estão fazendo de tudo para tirar Rogério (Carvalho) da (chapa) majoritária. Ele pode até ficar inelegível, mas o PT dará a resposta a JB (Jackson Barreto) e também não fará o jogo de Eliane Aquino”.

 

Bomba!

Uma conversa entre dois partidos, ainda em reservado, pode mudar completamente o cenário político que está sendo construído em Sergipe. Cálculos estão sendo elaborados, recuos podem ser costurados e uma aliança pode consolidar o resultado de uma eleição atípica que teremos pela frente...

 

Sem aliança...

Está descartada, pelo menos por agora, uma aliança entre o PSB e a REDE. O partido dos deputados Georgeo Passos e Moritos Matos descartou uma composição e mantém as pré-candidaturas de Dr. Emerson para o Governo e do delegado Alessandro Vieira para o Senado.

 

Sem mandato?

O resultado da eleição nós só teremos após a contagem dos votos na urna em outubro, mas pegando todo o histórico dos processos eleitorais até agora, verificando os números, e considerando todas as margens de erro, sozinha a REDE Sustentabilidade fará, no máximo, um deputado estadual. Resta saber quem ficará de fora...

 

Explicação

Antes que este colunista comece a ser criticado por partidários, é preciso lembrar que passa pela eleição os cálculos dos quocientes eleitoral e partidário, ou seja, se sair sozinha, a REDE Sustentabilidade só elegerá mais de um deputado estadual se seus deputados “explodirem” de votos. Caso contrário...

 

Valadares bem

Em meio a classe política a leitura é que o momento político é positivo para os Valadares. O deputado federal segue bem como pré-candidato a governador, apesar de muita gente ainda duvidar do projeto; já o senador impressiona pela baixa rejeição e tanto pode ir para a reeleição como disputar um mandato na Câmara Federal...

 

Parou de bater

Hoje o cenário é tão positivo para o senador Valadares que o ex-governador Jackson Barreto (MDB), que também é pré-candidato ao Senado, parou de ataca-lo. Pelo visto seu marketing ou mudou o alvo ou alterou a estratégia...

 

André paz e amor

Aliados mais próximos do deputado André Moura (PSC) defendem que ele não entre em enfrentamentos diretos nas próximas eleições. O entendimento é que ele tem feito muito por Sergipe e que deve focar sua campanha com ações positivas para o Estado. Os embates só interessam a quem está desgastado politicamente...

 

JB & Edvaldo I

O prefeito Edvaldo Nogueira recebeu, em seu gabinete, o ex-governador Jackson Barreto. Durante o encontro, o prefeito convidou o ex-governador para acompanhá-lo a uma série de visitas a obras que a gestão municipal realiza em Aracaju. “Foi uma visita do amigo e aliado Jackson Barreto. Conversamos sobre a cidade, expus os projetos que temos desenvolvido e aproveitei a oportunidade para convidá-lo a visitar obras que estamos realizando em Aracaju”.

 

JB & Edvaldo II

“Ele aceitou e nos próximos dias iremos inspecionar o andamento das ações de infraestrutura e urbanização que temos desenvolvido na cidade”, afirmou o prefeito. O ex-governador aceitou o convite e se disse muito satisfeito com a gestão de Edvaldo Nogueira. “As obras que Edvaldo tem realizado em Aracaju me encantam, pois demonstram o compromisso social dele, sobretudo com a periferia. Estarei, ao lado do prefeito, visitando cada uma dessas ações, que atestam o sucesso da gestão”, destacou Jackson.

 

Francisco Gualberto I

O deputado estadual Francisco Gualberto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa, informou que em breve o Governo do Estado irá apresentar uma solução jurídica para permanência de servidores das fundações de saúde ameaçadas de extinção. Essa notícia interessa diretamente a mais de 5 mil empregados das três fundações de saúde criadas ainda no governo de Marcelo Déda, pois deve resolver a situação funcional nos quadros do Estado.

 

Francisco Gualberto II

“Tenho escutado muitas referências a esta questão e observo que estão assustando os servidores. Levando pânico para estes servidores. Inclusive já anunciaram na tribuna um projeto de lei, como se isso fosse um instrumento de garantia para a solução do problema dos servidores. É óbvio que a partir desta Casa nós não podemos nem temos constitucionalidade para definir sobre a permanência das pessoas no emprego. A iniciativa tem que partir do Executivo”, explicou Gualberto.

 

Saída jurídica

“Mas peço aos servidores que não se assustem, porque há duas semanas conversei no meu gabinete com o procurador do Estado Vladimir de Oliveira Macedo (procurador-chefe da Procuradoria Especial do Contencioso de Servidor), que está discutindo a saída jurídica para todos os trabalhadores das fundações. Segundo ele, essa solução jurídica está praticamente pronta”, garante o deputado.

 

André Moura I

Os orçamentos para dar continuidade às obras do Hospital Materno-Infantil e para a construção do Campus do Sertão, ambos da Universidade Federal de Sergipe (UFS), foram os pleitos do deputado federal André Moura (PSC) e do reitor da UFS Angelo Antoniolli em reunião com o ministro da Educação, Rossieli Soares. Eles solicitaram urgência nos pedidos, especialmente para evitar novos atrasos na conclusão da unidade de saúde.

 

André Moura II

André solicitou ao MEC recursos ainda para este ano, pois além de atender à população, a maternidade é indispensável ao aprendizado dos alunos do curso de Medicina, em razão da metodologia de ensino utilizada pela UFS, com foco em aulas práticas. “Para Sergipe, onde ofertas de cursos de Medicina são menores, a finalização da unidade é essencial à formação e prática dos futuros médicos, sem contar os benefícios diretos à população”, explicou o deputado.

 

Campus do Sertão

O reitor e André ainda reforçaram o requerimento da construção do campus do Sertão, para possibilitar aos jovens do extremo norte acesso ao ensino superior. “Esse campus é de suma importância porque não temos a presença de faculdades ou universidades próximas à localidade”, ressaltou André, que também usou como argumento a geração de um cenário econômico vantajoso com a instalação do campus.

 

Resposta em breve

O ministro garantiu que analisará com a equipe técnica do MEC os meios para viabilizar o término das obras e também a construção da nova unidade sertaneja. “Até a próxima semana, daremos uma reposta ao deputado, a fim de atender às demandas do Estado de Sergipe”, afirmou Rossieli Soares.

 

Rio São Francisco I 

O senador Eduardo Amorim (PSDB) esteve em audiência com o presidente do Senado em exercício, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), e com o ministro da Integração Nacional, Antônio Pádua Andrade. A audiência tratou sobre obras do Rio São Francisco. Na presença da bancada de Senadores do Nordeste, o ministro manifestou uma preocupação pela substituição de uma empresa que executa a obra de transposição, mas, deixou claro, que isso não vai causar grande retardamento. Amorim defendeu a revitalização.

 

Rio São Francisco II

O senador Eduardo Amorim mostrou uma preocupação com a revitalização do Rio. “Temos uma preocupação com a revitalização, o Rio está morrendo aos poucos. O São Francisco, em Sergipe, necessita de atenção e de mais recursos para a sua total revitalização. A oferta hídrica no estado é cada vez mais incerta”, disse o senador ao sair da audiência.

 

Elber Batalha

O vereador Elber Batalha Filho (PSB) esteve reunido com o presidente nacional do Partido Socialista Brasileiro, Carlos Siqueira, juntamente com o senador suplente, Elber Batalha. Durante o encontro, que aconteceu em Brasília, o pré-candidato a governador Valadares Filho fez o anúncio da pré-candidatura de Elber a deputado federal.

 

Quadro histórico

“Elber é muito trabalhador e já demonstrou bastante competência. É um quadro do PSB histórico. Enfim, ele é um homem público que, sem dúvidas, vai honrar muito as bandeiras do nosso partido como um dos nossos pré-candidatos à deputado federal, por toda história política, profissional e tudo que ele construiu”, disse Valadares Filho.

 

Elber Batalha Filho

“Essa vontade de disputar esse cargo, chega com a vontade e a intenção de contribuir com a sociedade num espaço de poder mais ampliado, claro que sem perde, até o último momento, a responsabilidade e o foco com o mandato de vereador que me foi outorgado em 2016. É um novo desafio que se apresenta, mas sempre colocando a responsabilidade e Deus no comando para que aconteça o sucesso e que possamos mudar Sergipe de forma positiva”, acredita.

 

Avosos I

A Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos) recebeu uma ótima notícia esta semana: o deferimento da Concessão da Certificação das Entidades Beneficentes de Assistência Social na Área de Saúde (Cebas-Saúde). A informação foi publicada no último dia 11 de abril no Diário Oficial da União, a Portaria nº 374, de 28 de março de 2018.

 

Avosos II

O deferimento da concessão do Certificado é pela aplicação do percentual de 20% da receita efetivamente recebida da prestação de serviços de saúde em gratuidade, com validade de três anos a partir da data de publicação. Segundo o presidente voluntário da Avosos, Wilson Melo, esta Certificação vem sendo pleiteada há 5 anos junto ao Ministério da Saúde e só foi possível após a formalização do termo de gratuidade junto ao gestor SUS.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 




Tópicos Recentes